sábado, 30 de novembro de 2013

Campanha "Eu quero uma revista só da Magali" (Parte 1)


Em Novembro de 1988 começava os preparativos para o lançamento da revista da Magali com a campanha "Eu quero uma revista só da Magali", com uma série de 3 histórias, sendo que cada uma saiu em 3 edições consecutivas dos personagens. Vou falar dessa campanha em 2 postagens, sendo que nessa mostro as 2 primeiras partes da história.

Trata-se de uma campanha de protesto da Magali para que o Maurício lançasse gibi só dela, com direito a greve de fome e interação com leitores, além da presença do Chico Bento. Uma forma bem criativa, através de uma série de historinhas, para anunciar o novo título que estava por vir.

Antes de ter sua revista, Magali tinha histórias solo que saia nos gibis da Mônica, e, algumas vezes, nos gibis do Cebolinha. Toda edição da Mônica, principalmente nos primeiros números da Globo de 1987 e 1988 era certo de ter alguma história da Magali, até para o pessoal já se acostumar com a ideia, afinal, era uma ideia antiga dos estúdios de criar um gibi só dela. 

Três meses antes do lançamento da revista, o estúdio fizeram 3 histórias sobre essa campanha. Com o título "Quem ri por último ri melhor", a 1ª parte mostra, em 4 páginas, como a Magali se deu conta que não tinha gibi e fica arrasada. 

Na trama, Magali encontra seus amigos apressados para protagonizarem as histórias de suas revistas. Primeiro, o Cebolinha que está atrasado para a história de abertura da revista dele. Quando a Magali pergunta se podia participar da história, ele não deixa e ainda fala que ela é "café-com-leite", deixando irritada.


Depois Magali se encontra com a Mônica também apressada porque ia participar da história de abertura do Cebolinha e depois ainda ia cuidar da revista dela. E ainda encontra com o Cascão e o Chico Bento apresados pelo mesmo motivo.

Então, Magali passa em frente a uma banca de jornal e vê um anúncio mostrando as revistas mais lidas no Brasil. São as dos 4 personagens e aí cai a ficha que só ela que não tinha revista. Magali fica inconformada, dizendo que ficou tão preocupada em comer que esqueceu da vida. Ela começa a chorar e como estava deprimida se dana a comer, chamando a atenção dos seus amigos.


Eles perguntam porque ela está chorando e ela fala que ninguém liga pra ela porque não tem uma revistinha. Mônica fala que todos a adoram, mas quando o Cebolinha, mais uma vez a chama de "café-com-leite", Magali fica revoltada e resolve tomar uma atitude para mudar isso e não ficar só aparecendo nas revistas dos outros. E essa tal atitude seria mostrada apenas na próxima história que saiu na próxima edição do gibi que estava lendo.


Nessa história, curiosamente, a história de abertura do Cebolinha citada por ele no início realmente era uma de aventura e com a participação só da Mônica. Trata-se da história "Ceboloque Holmes", de Cebolinha # 23. Então, acompanhou o que estava nas bancas naquele mês de novembro de 1988.

A 2ª parte mostra, em 2 páginas, como foi a campanha em si. Magali começa a protestar que não tem revista no meio do campinho e que não pode continuar assim. Então convoca todo mundo assinar o abaixo-assinado que vinha na revista com número maior de assinaturas possíveis e mandar para o Maurício.


Porém, enquanto a Magali não estivesse a sua revista, ela passaria por uma greve de fome até conseguir, colocando esparadrapo na boca para garantir que não comerá nada, terminando o capitulo da história. Um sacrifício e tanto para ela ficar sem comer.


Na página seguinte, viria uma carta de protesto que a Magali enviou ao Maurício pedindo a ele que lance a sua revista. A imagem reproduzo abaixo:

Carta de protesto da Magali

Ao virar a página, o abaixo-assinado citado na história, em que o leitor teria que arrecadar assinaturas e enviar para o Maurício. Podia também mandar com uma folha anexada se precisasse de mais assinaturas. O chato era ter que cortar o gibi pra enviar o abaixo-assinado.

Abaixo-assinado da campanha da Magali

E ainda vinha uma propaganda nas revistas, baseada na cena que saiu na 1ª parte da Magali vendo que os gibis dos seus amigos eram os mais lidos do Brasil e por isso ela tinha que fazer alguma coisa pra mudar. Foi criada por Claudio Carvalho, o mesmo que fez as propagandas do Cascão e do Chico Bento, pelo menos, que mostrei aqui.  

Propaganda tirada de 'Cebolinha # 24' (Ed. Globo, 1988)

Claro que o estúdio já estava com a intenção de lançarem a revista dela, isso era mais para chamar atenção através das historinhas, além de medir a popularidade da nossa comilona de forma bem criativa. E sobre a greve de fome, só ficou restrita a essa história de campanha, já que nas suas histórias dos gibis de dezembro/1988 ela comia normalmente, em plena campanha a vapor, como na história solo da Magali "Doce de mamão", muito boa, por sinal, de 'Mônica # 24'.

A 1ª parte dessa história foi publicada nos gibis: 'Cebolinha # 23', 'Mônica # 23', 'Cascão # 49' e 'Chico Bento # 49'. Coincidentemente, os primeiros que realmente comecei a colecionar. Então, já tive o prazer de acompanhar essas histórias da campanha da Magali nos primeiros números que colecionei. Abaixo, as capas dessas revistas:

Capas dos gibis que tem a 1ª parte da história da campanha da Magali

A 2ª parte foi publicada nos gibis: 'Almanaque da Mônica # 9',  'Cascão # 50', 'Chico Bento # 50', 'Cebolinha # 24', 'Mônica # 24' e 'Almanacão de Férias # 4' e 'Almanaque do Cebolinha # 4'. Todas já de Dezembro de 1988, menos o 'Almanaque da Mônica # 9' que foi de Novembro de 1988. Ou seja, esse almanaque acabou tendo história inédita, além da tirinha final, já que foi a primeira vez que essa história foi publicada.

Capas dos gibis que tem a 2ª parte da história da campanha da Magali
Capa de 'Almanaque do Cebolinha # 4' (1988)  que tem a 2ª parte da história da campanha da Magali

Eu coloquei as histórias completas na postagem. Para saber sobre a 2ª postagem da campanha "Eu quero uma revista só da Magali", com a 3ª parte que conclui a história, entre aqui:

37 comentários:

  1. Oi, Marcos! Tive essas duas revistas do Cascão. Também tive esse Almanaque da Mônica. Lembro dessas duas historinhas sobre a revista da Magali, mas na época eu não tinha a malícia de hoje de pensar que já estava tudo pronto para um lançamento. Mas foi bom ver, um tempo depois, a revista dela sendo lançada.

    Obrigado por lembrar desse acontecimento! Bom domingo!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "na época eu não tinha a malícia de hoje de pensar que já estava tudo pronto para um lançamento. "

      Nem eu, Fabiano, tanto q enviei uma carta pra eles rsrs... Muito bom mesmo q lançaram a revista dela.

      Q bom q gostou. Bom domingo. Abraços

      Excluir
    2. Ah Ah Ah! Jura que você mandou a carta? rsrsrs....

      Eu até fiquei com vontade, mas acabei deixando pra lá. Preguiça mesmo.

      Abraços.

      Fabiano Caldeira.

      Excluir
    3. É, mandei rsrs... foi uma só, acho q tirei do Almanacão de Férias.

      Abraços

      Excluir
  2. Legal, Marcos! E uma coisa: quantas páginas tem essa 3ª parte? - poderia colocá-la completa? Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, eu vou falar da 3ª parte q concluiu essa hq... ela tem 4 páginas. Abraços

      Excluir
  3. Aposto q, se republicassem essa história, eles botariam um balde de lixo na parte onde a Magali joga o palito no chão...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lázaro, não só aí, mas tbm na hora q ela come deprimida e deixa as sobras tudo no chão na 1ª parte (isso ia ser redesenhado), e tbm quando joga no chão as balas e pirulitos do bolso na 2ª parte.

      Na verdade, nem me toquei nisso nem na hora q estava montando a postagem. Para ver como é boba e ridícula essa preocupação deles, passa despercebido esses detalhes. Por isso mais um motivo para não republicarem. Tomara q não.

      Excluir
  4. Muito bom saber dessas curiosidades! bjim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal q gostou Natália. Várias curiosidades mesmo sendo histórias curtas.

      Excluir
  5. Dessa eu não sabia. Com certeza foi uma campanha bem inteligente da MSP. Não vi essas historinhas na época mas lembro do lançamento da revistinha da Magali, com comercial na Rede Globo e tudo! Aliás, meu primeiro gibi, que minha mãe comprou pra mim na banca, foi justamente um da Magali, o nº 3 (e o segundo foi o Chico Bento, nº 61).
    Como é bom relembrar aquela época. Obrigado pela "sessão nostalgia", Marcos! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi uma campanha muito criativa. Q pena q por poucos meses vc não a acompanhou tbm, e comprar a Magali nº 1.

      Agora, do q vc falou sobre a propaganda da revista dela na Rede Globo, não lembro dessa. Coisa raríssima. Pena q não encontrei no youtube. Legal saber.

      Q bom q gostou da postagem. Abraço

      Excluir
    2. Ah, e essas primeiras edições q vc teve são excelentes. Magali nº 3 e Chico Bento, nº 61 são ótimos.

      Excluir
  6. Tá na hora da gente agir contra a chatice do politicamente correto. Se eles enchem o saco mandando cartas falando o que pode e não pode. A gente também podia mandar reclamando. Talvez assim eles se tocam e param com as alterações doidas deles.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, as alterações são a pior a coisa. Quem sabe, se enviassem eles parassem com as mudanças nos almanaques, pelo menos.

      Excluir
  7. Fantástica essa ideia que eles tiveram para alavancar o lançamento da revista da Magali. Hoje sabemos que já era certo o lançamento, mas está aí uma das coisas que faltam hoje em dia... a fantasia de mexer com o nosso imaginário.
    Ver a preocupação da Magali mexe com o coração da gente.
    A Magali é a Personagem que eu mais amo do Mauricio... só tenho uma coisa a reclamar que me deixa triste. É ver que as vezes o Mingau toma conta da Revista. Dá pra perceber quando os roteiristas estão com preguiça , é só criar uma história em que a Magali briga com um gato. Ridiculo! Deveriam criar logo uma revistinha pra esses bichos... O mingau, o Bidú, o Monicão... etc.
    Adorei a Postagem Marcos.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. " está aí uma das coisas que faltam hoje em dia... a fantasia de mexer com o nosso imaginário."

      Por isso q foi fantástico... mexeu com a imaginação e inocência das crianças e até mesmo com solidariedade pra deixar de ver a Magali triste com o fato de não ter revista. Muito bom.

      Realmente, esse lance do mingau tomando conta da revista era muito chato... se tornou comum nos gibis do final dos anos 90, só dava ele. Até gosto do Mingau, mas gibi inteiro com ele não dava.

      Gostava quando ele tinha hqs de miolo solo, indo pra rua, interagindo com outros gatos ou outros bichos. Bem melhor. Hj virou só um gato doméstico, interagindo com a Magali e q dá impressão q até entende o q ele está falando.

      Atualmente, até q a presença do Mingau não é tão constante, porém tbm quase não tem hq da Magal inas suas revistas, costumam colocar muitas hqs longas com o Penadinho e a Tina e ofusca a presença da Magali. Não gosto tbm.

      Legal q gostou da postagem. Abraços

      Excluir
  8. Na minha opinião, se fosse para um personagem ganhar uma revista "hoje", deveria ser o Xaveco. Ele já tem seu propio nucleo de personagens (Seu Xavecão, Xabeu, Dona Xabrlina, Ximbuca e a Vovó Xepa) e tem assuntos para historinhas: Pais Separados, Conflitos com sua Irmã Adolecente e Confusões com a sua Avó (Que e de Lua, Ama fazer Barraco e Abusa da Bondade dos outros). Além disso, atualmente ele vem estrelando muitas historias com seu Pai e com a Xabeu. Esta ganhando destaque e caindo nas graças do povo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, ele tem núcleo próprio, mas como o estúdio o considera secundário, acho q sempre será. Tanto q em Turma da Mônica Extra # 8 fizeram gibi da Xabéu e Xaveco, com ele se tornando secundário no título.

      Qualquer personagem q ganhasse gibi próprio, criariam um núcleo próprio com novos personagens, como aconteceu com a Magali.

      Excluir
    2. Verdade, e uma pena. Recetemente eu estava vendo um entrevista com o Mauricio, e a reporte peguntou quando sairia a revista do Xaveco, e o Mauricio falou que se saisse a revista dele, o personagem pederia a graça (já que ser segundario é a sua personalidade) e que poderia ganhar uma revista era a "Denise", devido ter uma personalidade forte e marcante, alem de ter muitos fãns.

      Excluir
    3. É por aí mesmo, tbm vi isso... é mais fácil a Denise ganhar um gibi do q o Xaveco.

      Excluir
  9. Legal saber dessas curiosidades.Adoro a Magali, pena que o gibi dela atualmente tenha se tornado um gibi do Dudu. Gosto das histórias com ele, mas ele tem ficado bem "comportadinho" atualmente, o que estraga a essência do personagem. Parabéns pelo blog.
    Abraços.
    Pedro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dudu "comportadinho" não tem nada a ver, tomara q volte então a ser pentelho se não vai estragar o personagem.

      E acho o Dudu aparecer demais errado, uma hq tá bom, assim como o Mingau, afinal o gibi é da Magali.

      Valeu pelo elogio. Abraços

      Excluir
  10. Sem dúvidas, bastante criativo por parte do MSP!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, no tempo q eles eram criativos para tudo. Muito legal.

      Excluir
  11. Marcos, esse fim de semana ainda estava procurando uns quadrinhos específicos e me deparei com essa história da Magali em que ela resolve fazer a greve de fome. Imaginei que logo tu faria uma postagem sobre o protesto da Magali por não ter revista própria e então me deparo com a matéria toda bem aqui...hehehe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q coincidência hein Nanda, Mais cedo ou mais tarde, eu faria sim. São hqs muito legais.

      Excluir
  12. Bem legal essa interação com os leitores, coisa rara hoje em dia. Eu já conhecia as duas primeiras partes dessa história, mas não conheço a terceira. Estou curioso para vê-la.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então aguarde q vou colocar a conclusão.

      Excluir
  13. Gostei Muito da postagem. Magali é a minha persinagem favorita. Meu primeiro gibi foi dela, com a histórinha "Ursinho Promoção". Infelizmente não o tenho mais, qualquer dia faz uma postagem sobre essa história! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q bom q gostou... eutbm adoro a Magali. Sobre a hq "Ursinho Promoção" infelizmente nunca li... pesquisei e vi q foi publicada em Magali # 234 (Ed. Globo, 1998), quem sabe encontremos em algum sebo.

      Abraços

      Excluir
  14. Oi, estou pensando em criar um Blog de historinhas da Turma da Mônica, na qual eu vou publicar algumas das minhas historinhas preferidas toda semana, e gostaria de um Blog com o mesmo formato que o seu, com os posts no meio e etc... Que site você usou para criar esse seu BLOG? POR FAVOR! ME DIZ! Eu não vou te copiar! SÓ QUERO FAZER UM BLOG DE LEITURA DAS MAIS LEGAIS HISTORINHAS DA TURMA DA MÔNICA!!! POR FAVOR! Você poderia me dizer? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, fiz pelo site do blog do google, o Blogger.

      www.blogspot.com.br

      Quando tiver pronto, passe o endereço pra gente ver.

      Excluir
  15. O Cascão, o Chico Bento e o Cebolinha também fizeram campanhas? Atualmente o Xaveco faz muitas campanhas, acha que a MSP quer lançar um gibi só dele? Estranhamente nunca vi o Franjinha reclamar que não tem um gibi, sendo que ele é um personagem muito importante, porque será?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, só a Magali q fez. E tem as piadas com o Xaveco querendo revista, mas os outros falam q é secundário e não terá.

      O Franjinha nunca reclamou q não tem revista. É importante, mas nunca quiseram dar revista pra ele.

      Excluir