quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Os 20 anos de Nimbus e Do Contra


Há 20 anos foram criados os personagens Nimbus e Do Contra. Em homenagem à data, nessa postagem falo sobre eles e suas histórias de estreia.

O Mauricio de Sousa sempre gostou de criar personagens baseados em seus filhos. Até então, ele havia criado a Mônica, a Magali, Maria Cebolinha, as gêmeas Vanda e Valéria. Com isso, Nimbus e Do Contra também surgiram assim, sendo inspirados nos seus filhos Mauro e Mauricinho, respectivamente.

Quando eram crianças, o Mauro (Nimbus) ficava de olho no tempo, em tudo sobre meteorologia, se a nuvem ia formar tempestade. Ele tinha, inclusive, mania de assistir a um canal de televisão que transmite previsão do tempo o dia inteiro. Já o Mauricinho (Do Contra) sempre queria fazer tudo ao contrário do resto das pessoas, discordar do que os outros falavam. Isso tudo foi a deixa para o Mauricio ter a inspiração para os novos personagens, e surgiam, então, em agosto de 1994, Nimbus e Do Contra.

Nos quadrinhos, eles eram irmãos, filhos da Dona Keiko e do meteorologista Nimbão. A mãe deles era de descendência japonesa, e, portanto, os personagens eram mestiços, com o Nimbus puxando mais a mãe e o Do Contra, o pai. A família deles se mudaram para o bairro do Limoeiro e a partir daí passam a conhecer e se tornam amigos da Turma da Mônica. Eles participam de histórias com a turma e têm suas histórias solo.

Dona Keiko e Seu Nimbão: os pais do Nimbus e Do Contra

No início, Nimbus era um personagem que morria de medo de trovões, relâmpagos (mas não tinha medo de água) e, com isso, sempre ficava de olho no boletim da meteorologia para saber se ia chover ou não e sempre perguntava para o seu pai como ia estar o tempo. Por causa disso, se tornou um grande amigo do Cascão, que como tem medo de água, sempre queria saber se tinha alguma previsão de chuva. Por causa disso, o seu nome foi inspirado em um tipo de nuvem.

Infelizmente, com o tempo o Mauricio resolveu mudar suas características e ele deixou de ser o menino com medo de trovão, visto que o seu filho verdadeiro não tinha mais esse medo. Então, o personagem Nimbus passou a ser o queridinho das meninas do bairro, que achavam muito bonito e charmoso. Não demorou muito, e por volta de 1999 mudaram de novo suas características, se tornando o mágico oficial da turma. Qualquer história envolvendo mágicos, a partir de então, era ele que fazia as mágicas. Com essas mudanças todas, o personagem ficou descaracterizado e ficou sem graça. É tão descaracterizado que o nome "Nimbus" não faz sentido.

O Do Contra discorda de todos e faz tudo ao contrário do que é convencional, irritando seus amigos. Faz atitudes que ninguém faria só para ter o prazer de contrariar. Com isso, costumava se dar bem com a Mônica porque não participava dos planos infalíveis e ainda chamava de linda. Fica, muitas vezes a dúvida, se ele age assim porque quer mesmo ser diferente ou se é só para perturbar os outros.

Até que o personagem não mudou muito ao longo dos anos, só com menos absurdos e atitudes contra o politicamente correto, como desobedecer os pais, por exemplo. Outra coisa que, recentemente, em Cebolinha # 76, de 2013, colocaram participando de plano infalível, coisa que ele não fazia antes.

Em julho de 1994, um mês antes de estrearem nos gibis, mostravam uma propaganda anunciando a chegada dos personagens nas revistas do mês seguinte, que mostro abaixo:

Propaganda tirada de 'Parque da Mônica # 19' (1994)

Em agosto de 1994, finalmente eles estreiam, nas histórias de abertura de 'Mônica # 92' e 'Parque da Mônica # 20'. As duas revistas chegaram no mesmo dia na época, já que as revistas da Mônica chegavam mais no final de cada mês, e as duas histórias têm temática de apresentação dos personagens. Abaixo, as capas dessas revistas que marcaram a estreia dos personagens:

Capas de 'Mônica # 92' e 'Parque da Mônica # 20' (1994)

Aliás, eu gostei da capa do 'Parque da Mônica # 20'. Ficou ótimo o Do Contra com chapeú do Mickey, fazendo referência â rivalidade dos gibis da Disney com aos da MSP. No gibi 'Mônica # 92', teve um frontispício com o Mauricio apresentando os novos personagens com foto dos filhos:

Frontispício de 'Mônica # 92'

Em 'Mônica # 92', a estreia deles foi com a história "Dois novos amigos", com 17 páginas. Nela, Magali comenta com a Mônica que dois garotos se mudaram para o bairro e elas resolvem ir na casa deles para dar boas vindas. Só que o Cebolinha e os meninos ouvem a novidade e tratam de chegarem antes lá para que os novos vizinhos se tornem aliados deles contra a Mônica.

Trecho da HQ "Dois novos amigos"

Chegando lá, o Nimbus atende, mas cheio de medo com a chuva que está se aproximando. Com a notícia que pode chover a qualquer momento, o Cascão foge em disparada. Os meninos entram na casa dele e falam sobre a Mônica tirana que bate nos meninos espalhando o medo e que eles tinham que pegar o Sansão dela. Do Contra se recusa a participar do plano, mas é obrigado quando todos ameaçam bater nele.

Chegam a Mônca e a Magali e os meninos ficam escondidos atrás do sofá. Nimbus atende, dando mancada que sabia o nome dela, mas disfarça que já ouviu falar dela. Elas entram e ele pede pra ver o coelhinho. Quando é para devolver, ele joga para os meninos e a Mônica não entende nada. Eles jogam vôlei com o Sansão e ameaçam cortar as orelhas. Mônica fica arrasada e eles começam a xingá-la, mas o Do Contra a chama de lindinha, fofinha e charmosa, desarmando todo mundo.

Eles voltam a jogar vôlei com o Sansão e quando é a vez do Do Contra arremessar, ele deixa cair no chão, dizendo que não gosta de vôlei e prefere basquete. Foi a deixa para a Mônica pegar o Sansão e dar coelhada em todo mundo. Com a chuva já acabada, Cascão está lá fora e vê os meninos saindo um a um com olho roxo, inclusive o Nimbus. Menos o Do Contra que ganha um beijo da Mônica. Do Contra fala que é bom ser do contra e aí os meninos resolvem segui-lo, e ele não gosta, reclamando que quando todos resolvem seguir o do contra, ele vira a favor, terminando assim.

Trecho da HQ "Dois novos amigos"

Em 'Parque da Mônica #20', a história de estreia foi "Novos amigos... novas confusões!", com 15 páginas. Nela, a turma chama o Nimbus e Do Contra para visitarem o Parque da Mônica. Enquanto o Nimbus vê a previsão do tempo com o Cascão antes de sair, o Do Contra surge assustando todo mundo e diz que não quer ir ao Parque, mesmo enumerando os brinquedos. É convencido a ir quando a Mônica fala que ninguém queria que ele fosse.

Trecho da HQ "Novos amigos... novas confusões!"

Chegando lá, eles vão aos brinquedos e o Do Contra faz tudo ao contrário, para variar. Na "Casa da Mônica", ele entra pela porta da saída, não põe os óculos 3D no "Cinema 3D" e fala ao Louco que a "Casa do Louco" é tudo comum e que ele não é louco. O Nimbus some da turma e é encontrado junto aos balões, pensando que eram de meteorologia.

O Cascão se revolta por não achar ninguém normal, nem os novos e nem os seus velhos amigos. Ao falarem que ele não é normal também por ter medo de chuva, ele se toca e pede desculpas a todos. Ele ainda diz que ainda bem que não falou da Mônica, um elefante vermelho do coelho azul e dá gargalhada com o Cebolinha. ela fica furiosa e corre atrás deles pelo Parque e a Magali diz ao Nimbus e ao Do Contra que são bem vindos à turma, terminando assim.

Trecho da HQ "Novos amigos... novas confusões!"

Além dessa história, na seção "Notícias do Parque" dessa revista também foi especial, com uma entrevista com o Mauricio de Sousa, com 4  páginas, falando sobre os personagens, de como ele se inspirou para criá-los, além de mostrar fotos dos filhos verdadeiros, Mauro e Mauricinho, e uma minientrevista com o Mauro.

Duas páginas da seção "Notícias do Parque" de 'Parque da Mônica # 20'

Depois dessas histórias, eles passaram a ter histórias solo nos gibis, além de participar nas da turma. Nos primeiros anos, o Nimbus, com a característica de medo de raios e trovões, teve histórias memoráveis, como: "Amizade... ou interesse?" (Cascão # 206, de 1994), "Aquela nuvem que passa lá em cima sou eu" (Cascão # 212, de 1995), "Nimbus, voz de trovão" (Cascão # 225, de 1995), "Fechou o tempo!" (Cascão # 239, de 1996), "A fúria 'do menino'" (Cascão # 288, de 1998), entre outras.

O Do Contra, por sua vez, já teve histórias hilárias, como: "Nem tão diferente assim" (Cebolinha # 95, de 1994), "Mundo ao contrário" (Cebolinha # 99, de 1995), "Do Contra analisado" (Mônica # 100, de 1995), "Do Contra no Parque" (Parque da Mônica # 40, de 1996), "Aniversario do Do Contra" (Cebolinha # 115, de 1996), etc.

Até em histórias da turma em que o Do Contra só participava, ele roubava a cena, com suas ótimas tiradas, como em "A porta" (Mônica # 134, de 1998), com seus homens-nádegas.

Algo curioso que quando a turma chamava o Do Contra, o texto sempre aparece em negrito, para não confundir com  a expressão "do contra". Os traços até que não foram muito mudados durante esses anos, mudam de acordo com o desenhista, já que antigamente era normal cada história ter traços diferentes. Uma mudança mais significativa que acontecia de vez em quando era no nariz deles, que em vez de formar um acento circunflexo, apareciam igual ao do Cebolinha. Abaixo, imagens deles com nariz mudados:

Nimbus e Do Contra com narizes redondos

De diferente, é que atualmente, o Do Contra aparece com olhos brancos, que nem os outros personagens, como mostro abaixo:

Capa de 'Mônica #234' (2005), com o Do Contra com olhos brancos

Como podem ver, Nimbus e Do Contra são personagens bacanas e conseguiram espaço na turma. Uma pena que o Nimbus se perdeu ao longo dos anos, ficou muito sem graça se tornando mágico oficial da turma. Achava muito melhor quando ele tinha medo de raios e trovões e, de quebra, ainda dava para aprender alguma coisa, sem tornar tudo tão didático.

Sem dúvida, o Do Contra sempre foi mais engraçado, afinal conseguiu ótimas tiradas de discordar de tudo e de todos e, de certa forma até dá para tirar lição dele, como ser você mesmo, seguir a sua intuição e não fazer alguma coisa só para agradar alguém. Valeu a pena relembrar os personagens com exatos 20 anos de criação.

51 comentários:

  1. E, enquanto isso, na Turma Jovem... Do Contra e Mônica estão namorando...

    Mas, parabéns para os dois personagens, que merecem muito! Aliás, em "Mônica 100" também teve outra história de apresentação dos personagens, uma do Anjinho, em que ele conhece os dois e tem de protegê-los, aumentando o número de protegidos por ele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e compartilhei a postagem dos 20 anos na página do Facebook do Espaço Mauricio de Sousa, ok?

      Excluir
    2. Eu coloquei só as hqs de estreias deles. Depois, eles foram conhecendo os outros personagens aos poucos. Da Mônica 100, gosto da úktima hq, Do Contra analisado, em q a Magali o leva pra consultar com uma psicóloga. Muito engraçada.

      Valeu por compartilhar, fique á vontade.

      Excluir
  2. Do Contra, o meu personagem preferido da Turma da Mônica! Até na versão Jovem ele não mudou tanto assim como os outros. Putz, A Porta é espetacular! Faz tempo que não leio, mas lembro que me divirto muito sempre que leio! Deve ser de Emerson Abreu, esse gênio. Aliás, tem uma HQ dele na Magali deste mês. :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Do Contra é ótimo. Eu tbm adoro. Sim, "A porta" foi escrita pelo Emerson. Aquelas línguas de fora é característico dele. Ainda no tempo q os traços eram ótimos e de caretas eram só as línguas de fora bem discretas...

      E a hq da Magali desse mês é dele, assim como a do Cascão.

      Excluir
    2. É, mas a da Magali é ótima, a do Cascão, nem tanto... Mesmo assim, acredito que é quem ainda sustenta as mensais.

      Excluir
    3. A "quem" me referi ao Emerson. :P

      Excluir
    4. É, as hqs dele é q costumam ser melhores mesmo.

      Excluir
  3. Muito boa postagem...Deu até vontade de comprar o gibi de estreia deles da Mônica, que infelizmente eu não tenho, mas me pareceu muito boa a primeira historia.

    Gosto muito dos dois (na verdade gosto mesmo do Do Contra), e de fato o Nimbus foi o que mais mudou. Acho que o ideal era dividir sua características com as nuvens e com a mágica...Abriria até um leque maior de HQs pra ele. Aliás, ele é um dos poucos personagens que pode "se gabar" de estrelar um HQ de abertura de um gibi mensal de outro personagem, já que ele já protagonizou sozinho a abertura de um gibi do Cebolinha já na fase Panini.

    Ah, mês passado ou retrasado o Do Contra teve uma história com os olhos pretos....Raridade! Mas enfim, ótima postagem, continue com o bom trabalho...Ah, só pesso que volte com a sessão de personagens esquecido, que era muito boa! Faz do Manezinho (que sumiu por anos), Teveluisão (idém) ou qq outro sumido de fato! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As 2 hqs são bacanas, mas a q saiu da Mônica é melhor. Tomara q vc consiga encontrar em sebos.

      Tbm acho q até poderiam dar as características de mágica para o Nimbus, mas sem deixar de lado as características de nuvens e medo de trovão, q eram muito mais interessantes.

      Sim, ele protagonizou a hq de Cebolinha nº 23, mas o Do Contra tbm já protagonizou recentemente algumas do gibi "Turma da Mônica", como o nº 78 e 86.

      Acho q mês q vem vai ter uma postagem dos personagens esquecidos. O resultado final fica ótimo, mas é q esse tipo de postagem é trabalhosa, e fico sem tempo de pesquisar. Por isso q não tem todo mês uma de personagens esquecidos. Fique ligado q mais cedo ou mais tarde aparece.

      Excluir
    2. É verdade que o Do Contra já protagonizou, mas o "Turma da Mônica" é um título bem mais abrangente...Esse mês mesmo é o Xaveco o protagonista da HQ. Eu me referia mesmo à um título de um personagem solo específico( Mônica, Cebolinha, Cascão etc), isso sim é bem raro. Era mais comum nos anos 70 onde o Bidu e Franjinha, ou mesmo Cascão e Cebolinha protagonizavam as HQs de abertura do gibi da Mônica.

      Sobre "Personagens Esquecidos", obrigado pela informação. Estendo que é bastante demorado agregar várias informações, mas gostei de saber que vc não deixou esses textos de lado. Espero pelo próximo no tempo que vc conseguir então.

      Abçs!

      Excluir
    3. Entendi... realmente é raro isso acontecer atualmente.

      Sobre personagens esquecidos, q bom q vc compreendeu. Fica demorado, mas o resultado final fica bom.

      Excluir
  4. Legal..se não fosse vc pra nos lembrar mais..aff a MSP não faz nem uma edição pra comemorar a data..enfim,tenho essa edição da Mônica da estria, a do parque já tive na época) e a Monica capa rosa...Personagens bastante divertido..principalmente o Do Contra..claro,abçs, Xandro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, não fizeram nada em especial. Uma pena mesmo. Ao menos vc tem esse gibi da Mônica.O Do Contra é mais engraçado, sim, mas o Nimbus também é legal. Abraços

      Excluir
  5. oi macos eu fiz uma pagina no facebook com o nome aquivo turma da monica eu queria saber sua opinião

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.facebook.com/pages/Arquivos-turma-da-monica/286360158220939?hc_location=timeline

      Excluir
  6. E até onde eu sei, o "Do Contra" é o único que não trabalha com o pai, todos os outros filhos trabalham. Ele é músico e faz teatro. A postagem está ótima, mas sou mais fã das filhas do primeiro casamento do Maurício.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se ele já trabalhou e não trabalha mais, só sei q os outros sim. Legal q gostou da postagem, sem dúvida q as filhas são mais marcantes, mas gosto desses 2 tbm.

      Excluir
    2. Verdade, pareceu que eu não gosto de nenhum dos dois, mas gosto sim. Mais o Do Contra, claro, mas isso pelo fato de eu não ter lido muitas coisas deles.

      Excluir
    3. Concordo. Gosto mais do Do Contra.

      Excluir
  7. E em janeiro de 2015 é o aniversario de 20 anos da Marina, outra personagem que tb foi baseada em uma das filhas do Mauricio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, foram criados quase juntos, só com 5 meses de diferença.

      Excluir
    2. Isso mesmo, Marcos, eu tô esperando pra que, quando chegar janeiro de 2015, você faça uma postagem sobre os 20 anos da Marina. Abraços!

      Excluir
  8. Ótima essa postagem, Marcos! Não sabia que o Nimbus tinha perdido o medo dos raios e trovões e virou o "mágico" da turma... achei uma pena isso. Das histórias que li com o personagem, lembro de uma dele explicando para o Cascão como uma pinha reage nas diferenças climáticas. Outra que o pai dele ensina a dupla como saber se o trovão está próximo ou bem longe... enfim. E o Do Contra sempre me divertia nas histórias, personalidade diferente e autêntica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, as hqs do Nimbus envolvendo meteorologia eram boas, dava pra aprender sem ser chato. Foi uma pena terem tirado essa personalidade dele,

      Com certeza o Do contra tinha uma ótima personalidade.

      Excluir
  9. Respostas
    1. É a página de abertura q vem na página 3, antes da história de abertura. É mais normal ter nos almanaques.

      Excluir
  10. eu encontrei o Gibi da Mônica 92 num sebo e comprei, ele é muito bom.

    ResponderExcluir
  11. eu tenho o gibi Mônica 92, ele é muito bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, não só essa hq, as outras são ótimas tbm. O gibi inteiro. Q bom q conseguiu encontrar.

      Excluir
    2. das outras eu também gosto muito da do teveluizão e a do jotalhão e a Rita Najura.

      Excluir
    3. Pois é, teve um retorno do Teveluisão nesse gibi com o Zé Luiz. Muito boa a hq.

      Excluir
    4. Ei, Marcos! Bem que você poderia fazer uma postagem da série Personagens Esquecidos, falando sobre o Teveluisão.

      Aproveite e me diga quando foi a estreia dele nos gibis. Eu lembro de ter lidos algumas histórias dele, mas não tô lembrado quais foram.

      E se o Teveluisão teve um retorno no Mônica # 92, de 1994, então não sei qual o nome dessa história e nem sei o enredo, já que eu não tenho o gibi.

      Então é isso, espero você fazer uma postagem falando do Teveluisão, fazendo parte da série Personagens Esquecidos. E você sabe se ele ainda aparece nos gibis atuais? Abraços!

      Excluir
    5. Muito raro, mas as vezes aparece com o Bloguinho. Se der, faço uma postagem sobre o Teveluisão

      Excluir
  12. Caramba, Marcos, 20 anos? Nossa, ou eu tô ficando velho, ou essas duas HQs de estréia do Nimbus e Do Contra eu não conhecia. Mas foi muito bom você ter falado dos 20 anos deles.

    Aliás, seria bom se você falasse da HQ A Porta, de Mônica # 134 (Globo, 1998). Eu acho ela uma das mais clássicas da turma, e ainda tive sorte de ler pela primeira vez quando ela foi republicada no Almanaque da Mônica # 97 (Globo, 2003). Cara, é bom você falar dela, é muito boa.

    Aliás, aproveita que 2015 tá chegando, e lá no início do ano, em Janeiro, a Marina vai fazer 20 anos de sua criação. Então, seria muito bom você fazer uma postagem da origem dela e da falar de algumas HQs dela que você mais lembre. Com certeza, uma postagem de 20 anos da Marina iria ser ótima. Então, aguardo esse grande dia, blz? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se der, falo da Marina em 2015.

      Excluir
    2. Ah, sim! Quero que você me deseje muita sorte pra eu procurar Mônica # 92 e Parque da Mônica # 20, porque esses eu não tenho na coleção. Eu procuro muito eles, só por causa da estreia do Nimbus e Do Contra.

      E eu queria muito que você falasse da excelente HQ A Porta, de Mônica # 134, de 1998, aqui no Blog. Uma história muito boa dessa tinha que ser feita pelo Emerson Abreu. É uma história do tempo em que os personagens não faziam careta como nos dias de hoje, só fizeram com a língua pra fora. Quando você falar dela, eu ficarei emocionado, pois eu já conhecia a história.

      Então, me deseja muita sorte e esperança pra eu procurar MN # 92 e Parque da Mônica # 20, depois eu te falo como é que foi. Abraços!

      Excluir
    3. Boa sorte na procura. Quando der, falo da hq A porta

      Excluir
  13. Tu resumiu bem a evolução deles dois. Isso se reflete até na TMJ. O Do Contra sempre se destaca enquanto o Nimbus tá sumido de lá há tempos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nimbus sempre foi mais fraco, tanto q já mudou a personalidade várias vezes. O Do Contra é melhor. Mesmo assim gosto dos 2, com preferência maior pelo Do Contra.

      Excluir
  14. Ia ser legal uma história em que o Do Contra contracena com o Nico Demo e sem o politicamente correto. Ia ser muito hilário, dou risadas só de imaginar. kkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  15. Marcos, eu vim voltar pra essa postagem pra te contar uma coisa inacreditável:

    Eu fui passear no sebo lá de casa, e enquanto eu estava verificando os gibis de lá, descobri que a HQ Dois Novos Amigos, que foi a HQ de estreia de Nimbus e Do Contra, já foi republicada.

    Dois Novos Amigos foi a HQ que abriu o Almanaque da Mônica # 72, de 1999, e essa HQ foi republicada numa época certa. Afinal, como você mesmo sabe, os almanaques de 1999 costumavam republicar HQs até 1994.

    Caso você não tiver esse almanaque na sua coleção, a capa desse almanaque era que a Mônica, fantasiada de Mulher Maravilha, amarra por acidente todo mundo, que também estavam fantasiados, na capa, com sua corda. Nessa capa, Cebolinha estava fantasiado de Batman, Cascão de The Flash, Franjinha de Wolverine do X-Men, Astronauta de Zorro e Jotalhão de Elvis. Já a Marina, o Rolo e o Titi não sei identificar quais fantasias eles estavam usando. E então? Lembrou?

    Se você tiver mesmo esse almanaque, então você já sabia que a HQ foi republicada, não é? Mas será que você não concorda comigo que o pessoal na capa estava numa espécie de festa a fantasia?

    Ou seja, além de Mônica # 92, eu também procuro o Almanaque da Mônica # 72, só por causa da HQ de estreia de Nimbus e Do Contra.

    Pra terminar, se você não tem esse almanaque na coleção, então eu já te ajudei a decifrar a republicação dessa história, não é?

    Pois bem, era só isso mesmo! Ah, sim, espero que você fale de mais HQs de Nimbus e Do Contra em breve, como a extraordinária HQ A Porta, de Mônica # 134, de 1998.

    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não sabia q essa hq de MN # 92 havia sido republicada naquele almanaque. Eu não tenho esse. sabia q foi em algum de 1999, mas não nesse. Valeu por informar.

      Boa sorte na procura das revistas e quando der mostro alguma hq do Nimbus e do Do Contra e essa "A Porta". Abraços

      Excluir
    2. Sou muito fã desse blog, apesar de ler e ser fá da Turma da Mônica desde criança, tem muita informação que obtenho aqui com as postagens fantásticas e cheia de detalhes e os comentários de todos que assim como eu são vidrados no Arquivos Turma Da Mônica, muito obrigado Marcos por essa contribuição sem igual.
      Ivan (colecscans.blogspot.com)

      Excluir
    3. Obrigado Ivan, muito bom saber que o blog tá sendo útil. Continue visitando. Abraço

      Excluir