quinta-feira, 15 de maio de 2014

Seções dos Gibis das Editoras Globo e Panini

Há algum tempo falei sobre as seções divertidas da Editora Abril que vinham no lugar das histórias, incrementando os gibis. Nessa postagem mostro detalhes de como foram as seções das Editora Globo e Panini.

Na Editora Globo, deixaram de publicar todas aquelas seções nas revistas da Mônica e só continuaram os passatempos e as seções de cartas. Acredito que a intenção era dar prioridade às histórias, fora que em algumas delas não deviam ter renovado contrato com a mudança de editora, como a seção do "Mundo Encantado dos Animais", escrita por Jennifer Lagerlöf.

Então, a partir de 1987, as revistas da Mônica e do Cebolinha continuaram com as seções de cartas, só que agora sendo chamadas de "Mônica dá um recado" e "O Plá do Cebolinha", respectivamente. Como as revistas da Mônica tinham 84 páginas, ocupavam 2 páginas com a seção enquanto que a do cebolinha, com 68 páginas no total, ocupava 1 página.

Imagem tirada de 'Cebolinha Nº 45' (Ed. Globo, 1990)

As cartas dos leitores tinham elogios, pedidos e sugestões de histórias. Continuaram com a seção de troca de correspondências e busca de novas amizades entre os leitores, agora chamada de "Na base da amizade". A novidade em relação à Editora Abril foi o espaço "Troca-Troca", que era reservado para os leitores anunciarem que estavam vendendo ou trocando gibis, papéis de cartas, selos, álbuns de figurinhas, entre outros. Na Editora Abril isso era colocado misturado nas cartas.

Imagem tirada de 'Mônica nº 54' (Ed. Globo, 1991)

Interessante ver nessas cartas gente de 14, 15 anos ou mais que ainda liam gibis. Deu pra ver também que essas cartas eram escritas em 3ª pessoa, ou seja, falava que fulano escreveu tal coisa de forma sucinta, e respondiam no mesmo parágrafo. Porém, a partir de 1992, passaram a ser escritas em 1ª pessoa, exatamente como o leitor escreveu e a seguir respondiam em itálico. Achei que ficou melhor assim com as palavras do leitor. Abaixo, o Plá do Cebolinha com essa mudança.

Imagem tirada de 'Cebolinha nº 84' (Ed. Globo, 1993)

Em 2000, depois de 13 anos sem alterações, mudaram os nomes para "Cebolinha Responde" e "Correio da Mônica" e mudaram o layout completamente. A sub-seção "Troca-troca" foi extinta, e a "Na base da Amizade" teve o nome trocado para "Amizade Expressa". Mas, continuou o da Mônica com 2 páginas e o Cebolinha com 1 e escritas em 1ª pessoa. E ficou assim até o final da Editora Globo em 2006. Abaixo, como era o "Cebolinha Responde". "O Correio da Mônica" era semelhante, só que com 2 páginas:

Imagem tirada de 'Cebolinha nº 205' (Ed. Globo, 2003)

Quando as revistas do Cascão, Chico Bento e Magali se tornaram mensais, passaram a colocar também passatempos e seções de cartas nas suas revistas (que se chamavam "Correio do Cascão", "do Chico Bento" e "da Magali"), reservando uma página, tanto para os passatempos, quanto para as cartas, que falavam sobre esses personagens. Não vinham a seção "Amizade Expressa". Abaixo, deixo o design do "Correio do Cascão". As do Chico Bento e Magali eram semelhantes:

Imagem tirada de 'Cascão nº 461' (Ed. Globo, 2006)

Na "Revista Parque da Mônica", tinha 1 página de passatempos e seção de cartas, chamada de "Correio da Turma", com 2 páginas no total, e sem as sub-seções "Troca-Troca" e "Na base da amizade", e nas cartas mostravam elogios e desejo dos leitores irem ao Parque e sugestões de histórias para a revista. Abaixo, uma pagina de "Correio da Turma".

Imagem tirada de 'Revista parque da Mônica nº 40' (Ed. Globo, 1996)

Além dessas tradicionais, tinha também uma seção bem interessante e a única diferente da Globo, que foi a "Notícias do Parque". Era uma espécie de "jornalzinho" encartado, mostravam informações sobre os brinquedos e as novidades do Parque da Mônica. Tudo que era notícia era mostrada nessa seção. Mostravam também entrevistas exclusivas com o Mauricio falando de tais novidades. Ela abria com uma imagem da Mônica, Cebolinha e Cascão como repórteres, anunciando a seção.

Imagem tirada de 'Revista parque da Mônica nº 7' (Ed. Globo, 1993)

E além de informações referentes ao Parque, às vezes vinham também notícias e novidades da MSP em geral. Falaram também sobre o 3D Virtual, eventos internacionais, exposições pelo Brasil, os prêmios que recebiam, como o HQ Mix, entre outros. Quando os personagens Nimbus e Do Contra foram criados mostraram entrevista na edição "Nº 20" (1994) com o Mauricio falando sobre eles e que foram inspirados nos seus filhos Mauro e Mauricinho, respectivamente, além do Mauro  falando o que achava de ter virado personagem. Teve até entrevista com a Marina verdadeira, filha do Maurício, na edição "Nº 21" (1994), um pouco antes da personagem ser criada. 

Abaixo, destaquei um trecho de "Notícias do Parque" da edição "Nº 7", de 1993, com uma entrevista com os personagens falando sobre a peça de teatro chamada "Ser criança é bom" apresentada no Parque na época: 

Imagem tirada de 'Revista parque da Mônica nº 7' (Ed. Globo, 1993)

Tinha também no final, a sub-seção "O que rola no Parque", que mostravam fotos das crianças que visitavam, o cotidiano e bastidores do Parque.

Imagem tirada de 'Revista parque da Mônica nº 7' (Ed. Globo, 1993)

Ou seja, tudo que era notícia do estúdio era falado na seção "Notícias do Parque". Afinal, em uma época que não tinha internet ou estava engatinhado, a única forma de saber notícias da turma eram nos gibis e a "Revista Parque da Mônica" foi uma grande forma de conhecer os bastidores, não só do Parque, mas da MSP como um todo.

Por volta de 2000, tiraram a capa da seção com os personagens como repórteres, e infelizmente a partir de 2003 a seção foi extinta, deixando só as tradicionais passatempos e "Correio da Turma". Nessa época, já dava para saber notícias da MSP na internet e devem ter tirado por causa disso.

Os Passatempos seguiram a mesmo layout consagrado desde o início dos anos 80 e que continuam intactos até hoje, Só curiosamente desde 2002 passaram a colocar também nos almanaques, deixando 4 páginas reservadas, tirando espaço de histórias no lugar. Já que nas convencionais já tinham passatempos, sempre achei desnecessário ter nos almanaques, ainda mais 4 páginas.

Na Panini, tudo continuou a mesma coisa nos gibis convencionais, só com passatempos e seção de cartas. Tudo com o mesmo número de páginas em relação à Globo. Nas cartas, agora o nome passou a ser só "Correio do [personagem]" e passaram a colocar foto das crianças, que passaram a ser menores em relação aos da Abril e Globo. Então, são correspondências bem simples, a intenção maior é ter só a foto publicada em um gibi. 

Imagem tirada de Cebolinha nº 46' (Ed. Panini, 2010)

Na revista do "Ronaldinho Gaúcho", a partir da edição "Nº 35", de 2009,  teve também a seção "Curiosidades RG", que mostrava curiosidades na carreira do Ronaldinho no atual momento. Curioso, que quando o Ronaldinho já não estava mais fazendo nada em campo e as notícias dele eram mais centradas de fofocas fora das quatro linhas, a seção foi extinta 2 anos depois e, com isso, atualmente, só tem passatempos e seção de cartas nela, como os demais gibis.

Imagem tirada de 'Ronaldinho Gaúcho nº 56' (Ed. Panini, 2011)

Em "Tina" (1ª série 2009 - 2011), tiveram algumas seções. Como a personagem faz faculdade de jornalismo, na seção "Tina entrevista", a personagem entrevistava, em 2 páginas,  alguma celebridade do mundo da música, esporte e televisão em evidência e ligada ao universo das meninas adolescentes. Tiveram, então, entrevistas com Neymar, Lucas da banda "Fresno", Pe Lu do "Restart", Mari Moon (ex-MTV), entre outras. Abaixo, destaquei a entrevista com Rafinha Bastos, de "Tina Nº 2", de 2009.

Imagem tirada de 'Tina nº 2' (Ed. Panini, 2009)

As vezes, essa seção era substituída por "Tina Informação", em que a personagem, em 2 páginas,  mostrava notícias e curiosidades sobre algum tema de interesse da população. Mostrou informações sobre a gripe influenza A/H1N1 (gripe suína) e  construção de Brasília. Abaixo, a que fala sobre a gripe suína,de "Tina Nº 5", de 2009.

Imagem tirada de 'Tina nº 5' (Ed. Panini, 2009)

E no final tinha o "Blogue da Tina", onde em 2 páginas, ela mostrava dicas curtas ligadas ao universo das meninas adolescentes. Falava, então, dicas de beleza, moda, dieta, entretenimento, lançamentos de CDs, entre outras.

Imagem tirada de 'Tina nº 8' (Ed. Panini, 2009)

Como puderam ver, na Globo e Panini deram prioridade às histórias e a diversão eram basicamente os passatempos. Mesmo assim, deixaram as do Parque da Mônica a as da Tina (na Panini) para colocar. A opinião dos gibis só ter histórias em quadrinhos ou ter seções também, é muito do ponto de vista de cada um. Para mim, se reservassem umas 5 páginas já estaria bom, com seções muito criativas, semelhantes as da Editora Abril. 

Para ver as seções da Editora Abril, entre aqui:

23 comentários:

  1. E olha eu na revista do parque n°40(ALESANDRO SILVA)...kkk, antes as seções tinha opiniões e respostas...hoje é tudo uma merda...pelo menos nos dos gibis Disney continuam a todo vapor e ainda da revistinha de 300 páginas inéditas a melhor carta!! xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ops...já sair em cinco seções de cartas dos gibis Disney! kkkkkkkkkk :D

      Excluir
    2. kkk... pois é, vc saiu nessa do Parque 40. Realmente, as cartas atualmente estão muito fraquinhas, só dizendo q gosta dos personagens e olhe lá. A intenção mesmo é pra ter fotos das crianças publicadas nos gibis, e só.

      Excluir
    3. Eu ainda vou trollar essas revistinha..vou me passar como criança e mandar uma foto pra ver se sai! xD

      Excluir
    4. Então toca aqui xará, meu nome também é Alessandro Silva, rs. Só que eu nunca cheguei a mandar cartas pra editora.

      Excluir
    5. Kkkk..o meu mudou com o tempo..isso ai foi na época o meu agora é Alexandro de Oliveira Silva..ante o tal do alessandro! xD

      Excluir
  2. Eu vivenciei as do Parque e as do começo dos anos 2000.
    Atualmente as cartas são bem mais "bobinhas", e a idade média dos remetentes é 8 anos e olhe lá.
    "Plá" era uma gíria dos anos 80?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Plá" é como se fosse uma gíria pra "papo"

      Excluir
    2. Verdade, são bobas demais. As q saíam no "Plá do Cebolinha" e "Mônica dá o recado" eram muito melhores e mais construtivas. Até hj releio as cartas quando releio gibis antigos.

      Como o Pedro falou, Plá significa papo, no caso queriam dizer que era uma conversa do Cebolinha com os leitores.

      Excluir
  3. Alguém aí quer trocar papel de carta? kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe alguém quer, né kkkk... as crianças da época queriam.

      Excluir
    2. Na época eu era super entusiasta do papel de carta. Tenho duas pastas guardadas até hoje. Tempo bom que não volta mais!

      Excluir
    3. As garotas da época adoravam colecionar papeis de carta... lembro das meninas minhas vizinhas do meu prédio q trocavam entre elas. Legal q vc guarda até hj, é uma relíquia.

      Excluir
  4. Marcos, de todas as seções, penso que a mais interessante e útil foi a Troca-Troca. Será que deu certo????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A proposta do Troca-Troca foi muito boa, mas nao sei se os leitores mandavam cartas para os outros. Eu mesmo nunca mandei correspondência pra ninguém.

      Excluir
  5. Sou um que defende as páginas de passatempos. Acho útil e a pessoa sempre se diverte. Achei ruim a brincadeira com o Horóscopo ter acabado. E a seção de cartas está adequada aos dias de hoje. Quando não se tem nada a dizer, é melhor não dizer nada do que bobagens. Abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os passatempos acho válido, mas podia ser 1 página em cada revista e nos almanaques não devia ter. Se todas as revistas convencionais tem, podiam deixar os almanaques de fora... ou então ser 1 página.

      O Horoscopo da Mônica tbm achava q podia ter continuado. Foi uma pena ter tirado. As cartas andam bobas, mas concordo contigo q segue o padrão q se encontra os gibis e é melhor assim do q criticar.

      Excluir
  6. Eu conheço todos que são dos anos 90 e inicio do século XXI. Menos essas novas,da Tina e do Ronaldinho Gaucho. Eu nunca me lembro de comprar uma revistinha dele,queria muito.
    Agora Marcos,fiquei surpresa,aquela primeira imagem que vc postou do correio da turma, eu conheço bem,eu tenho essa revista! Eu estou certa disso! :D Só volta encontra-la eheheh.
    Alias essa imagem de abertura do "Noticias do Parque" é uma das minhas preferidas.Acho ele muito bonita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tá perdendo grande coisa do Ronaldinho Gaúcho. Eu tenho algumas bem poucas. Só consegue se rum pouco melhor do q do Neymar. Ainda vende nas bancas, aí é só se lembrar de comprar. Ou seria melhor comprar alguma em sebo q ficaria mais barato.

      Essa imagem da Correio da turma tirei da Revista parque da Mônica nº40, q tem a hq do Do Contra no Parque. Tomara q vc encontre aí quando organizar.

      Eu gosto dessa imagem do Notícias do Parque, bem desenhada, só pena q não aparece as sujeirinhas do Cascão, um lado está a câmera e a outra o braço da Mônica na frente da bochecha dele. Acho q davam pra colocar um pouco de risquinhos mesmo assim. De qualquer forma, uma imagem bonita, sim.

      Excluir
  7. Hoje em dia publicar nome e endereço completo em gibis e revistas é muito perigoso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De certa forma, sim, tem gente maliciosa pra tudo. Mas mesmo assim as seções de cartas podiam ser melhores do q estão.

      Excluir