quinta-feira, 14 de abril de 2016

Mônica Nº 29 - Editora Globo


Em maio de 1989 foi lançado pela Editora Globo o gibi 'Mônica Nº 29'. Um gibi muito divertido e nessa postagem comento como foi essa edição.

A capa foi um desenho bonito com Mônica, Cebolinha e Bidu na Arábia comprando tapete e, marcando, assim uma série de capas da Mônica em sequência com ela e o Cebolinha como turistas viajando em diversos países. Em 'Mônica Nº 30', eles estiveram no Japão, na 'Nº 31', na França e na 'Nº 32', na Inglaterra. Sem contar que em 'Cascão Nº 63' eles estiveram na Itália. Curiosamente, essas capas foram aproveitadas de cadernos que estavam vendendo na época. Como tinham muitas capas para produzir, as vezes eles colocavam capas com desenhos já existentes.

O gibi teve 13 histórias no total, contando com a tirinha final. Abre com a história "O irmão mais velho". Nela, Mônica pede um irmão mais velho aos seus pais, depois que ver um grandalhão defendendo o seu irmão mais novo de outro grandalhão que havia roubado o pirulito do menino. Os pais da Mônica dizem que é impossível porque todo irmão que ela tiver seria mais novo que ela.

Trecho da HQ "O irmão mais velho"

Mônica fica inconformada e conta tudo para o Titi, que com pena diz que a partir de agora, ele é o seu irmão mais velho, pensando que a Mônica só ia querer conselhos dele. Mônica fica feliz e e caminha pelo bairro, quando Cebolinha e Cascão começam a xingá-la. Ela diz que vai chamar o irmão mais velho e os meninos não entendem nada. Ela volta com o Titi mandando bater neles, Titi resiste, mas quando eles o chamam de dentuço que nem a Mônica, Titi parte pra cima deles.

Depois, um grandalhão provoca a Mônica, chamando de baixinha. Mônica diz que tem o seu irmão mais velho pra defendê-la  e então Titi e o grandalhão brigam, com Titi vencendo depois de dar um peteleco no nariz do grandalhão. Em seguida, outros dois meninos a xingam novamente de bobona, feia e escamosa e Mônica joga o Titi neles pra brigar de novo. Titi fica uma fera e fala que desiste de ser irmão dela, dizendo que ela quer é um saco de pancadas e vai embora.

Em seguida, o grandalhão que o Titi havia dado um peteleco no nariz volta trazendo dois irmãos mais velhos e maiores ainda para dar uma surra no Titi. Mônica ouve o pedido de socorro dele e vai lá para ajudá-lo e bate nos 2 grandalhões de uma vez só. Titi pede desculpas por ter falado daquele jeito com ela e Mônica diz que ele tinha razão, que ela sabe se defender sozinha. os dois se abraçam e fazem as pazes e Mônica volta para casa. No final, ela diz para mãe que adoraria ter um irmão mais novo para defendê-lo das provocações.

Trecho da HQ "O irmão mais velho"

Depois dessa,  vem "Uma história dramática" com Bidu e Bugu. Nela, o Bidu como ator, está contracenando com a cachorrinha Anastácia que na cena estava muito doente e com os dias contados, quando aparece o Bugu querendo mostrar as suas imitações para estragar o drama que o Bidu estava representando. Bugu faz imitações de veterinário, Pajé e vovozinha para ver se cura a Anastácia. Bidu fica uma fera e dá um chute no Bugu, expulsando da história. Depois, Anastácia vai embora, alegando que está atrasada compromisso urgente e que sua participação deveria ter sido até na 2ª página. Bidu reclama que só queria fazer os leitores chorarem e é ele quem acaba chorando no final por causa da história arruinada, com o Bugu no canto esquerdo do quadrinho, dizendo "Tchau, Mamãe!".

Trecho da HQ "Uma história dramática"

Rolo tem uma história muito engraçada, com o título "Uma namorada cheia de confusão". Nela, Rolo encontra a garota que está namorando, mas ela dá um tapa nele, falando que não o conhece. Ela vai embora e logo depois volta beijando e falando que o Rolo é o amor da vida dela. Rolo não entende nada porque ela tinha acabado de dar um desprezo nele. 

A garota sai para pegar sorvete e volta depois ao lado de um cara musculoso. Rolo quer saber quem é aquele cara e o grandalhão dá uma surra nele. A garota volta e quando ele explica tudo, ela sai um pouco e vai buscar a sua irmã gêmea, que se veste com a mesma roupa. Explicada a confusão, Rolo fica aliviado, mas se confunde e acaba beijando a irmã da sua namorada por engano. Interessante que não colocaram o nome das gêmeas, apenas o Rolo referindo à sua namorada de "gatinha".

Trecho da HQ "Uma namorada cheia de confusão"

Em "Cisco no olho", Mônica está caminhando em uma ventania e acaba caindo cisco no olho dela. Cascão a encontra e como ela não enxerga nada, passa a fazer caretas para ela em vez de assoprar o cisco e depois sai pra buscar os meninos. Então, surge a Magali e assopra o cisco para Mônica. Em seguida, Cascão, Cebolinha e Xaveco voltam e fazem caretas para ela, sem perceber que ela já estava enxergando tudo. Quando eles se dão conta, ela dá surra nos olhos deles, que acabam no chão, reclamando que não estão enxergando nada.

Trecho da HQ "Cisco no olho"

Magali teve a sua história solo, já que antes de ela ter seu gibi próprio, era comum ela ter histórias nos gibis da Mônica e mesmo depois de ter sido lançado, em fevereiro de 1989, continuou a ter histórias nos gibis da Mônica de 1989 para poder divulgar o gibi dela recém-lançado, o que os leitores podiam esperar de um gibi da Magali. 

Em "Estou com fome", Magali toma uma fórmula do Franjinha e a partir daí, o estômago passa a falar e interagir com ela, deixando a Magali em situações constrangedoras. O estômago chega a chamar o Robertinho de bolo de chocolate, fazendo com que ela não consiga mais paquerá-lo, ronca alto, deixando passar vergonha quando uma velhinha passa na hora e se passa por maluca pelo vendedor da lanchonete quando ela fica conversando com o estômago. Franjinha descobre que ela tomou a fórmula do laboratório dele que era para fazer o Bidu falar e faz ela tomar o antídoto. No final, Magali come cachorro-quente e se convence que o problema de comer não era por causa do estômago dela.

Trecho da HQ "Estou com fome"

Em "Os parceiros falíveis do Cebolinha", cada um dos meninos aparece para Mônica, colocando em prática planos infalíveis para tentar convencê-la a não bater mais neles. Cascão vem disfarçado de vidente Elia-Kaza;  Titi, de Doutor K.Roço; Zé Luis, de fada; Humberto de mágico Mandrake. Um a um apanha da Mônica. Cebolinha, então ,aparece e tenta bater nela, mas apanha também. 

Cebolinha tenta bolar outro plano infalível, mas os meninos desistem de ser parceiros dele e aí o Cebolinha vai procurar outro parceiro de planos, terminando com Deus falando que nem pensar que ele vai parcitipar de um plano contra a Mônica. Era comum temas religiosos com os personagens falando com Deus e santos, como São Pedro e Santo Antonio. No caso, Deus não apareceu o rosto dele, apenas a voz e luzes saindo do céu.

Trecho da HQ "Os parceiros falíveis do Cebolinha"

Em "O profeta" com a Turma do Piteco, um profeta transmite uma mensagem ao povo de Lem e logo depois ele é chamado para salvar o pessoal de perigos. O profeta, então, salva o Piteco de cair de um abismo, um homem de dinossauro e outro homem que estava se afogando. Depois o Profeta vai embora e no alto da montanha comenta com Deus que o povo de Lem não compreendeu a mensagem de buscarem um Salvador. Mais uma vez um tema religioso no mesmo gibi e referência a Deus. Dessa vez o profeta só falou olhando par ao céu estrelado.

Trecho da HQ "O Profeta"

Astronauta aparece em "Solidão e companhia". Na trama, ele reclama de solidão a ponto de ter que jogar buraco sozinho. Até que aparece um ET do planeta Megaton do sistema Beta Cruz e o Astronauta dá carona para ele. Logo depois, ele dá carona a esposa do ET. Só que o sistema reprodutivo deles é por ondas telepáticas e os 2 juntos acabam gerando muitos filhos, nascendo em progressão geométrica. Em questão de segundos, já têm vários seres na nave do Astronauta, que precisam ocupar até a parte de fora. Eles chegam ao planeta Megaton par aos ETs povoarem o planeta e agradecem a carona ao Astronauta. Ele volta pra nave e volta a reclamar da solidão. A solução foi ir a uma loja espacial de espelhos e instalar espelhos na sua nave pra dá sensação de estar sendo visto por vários Astronautas.

Trecho da HQ "Solidão e companhia"

O gibi ainda tiveram 2 histórias mudas e simples com a Mônica. Em "Tirando a prova", de 3 páginas, Mônica passa sufoco de acabar com uma mosca que estava perturbando. Ela acaba dando uma coelhada nela mesma e cai no chão e no final e a mosca fala para outra queria tirar a prova se a "dentucinha" era invencível. Já em "O telefonema", de 4 páginas, Mônica deixa uma ficha do orelhão cair no chão e ela faz de tudo para recuperar quando um menino encontra e depois ir atrás de um passarinho. No final, a moeda cai no Floquinho e o Cebolinha a entrega, mas aí ela lembra que queria telefonar para o Cebolinha e fica com raiva porque não ia precisar mais. E teve também uma com Horácio de 2 páginas, em que o Horácio é perseguido por uma nava extraterrestre até que a nave se choica entre 2 árvores e desiste de capturar o Horácio porque ainda estava verde. Era normal histórias curtas de 1 ou 2 páginas do Horácio, aproveitadas de páginas semanais de jornais da época.

A história de encerramento foi "Os cavaleiros da távola quadrada", uma fábula em referência aos cavaleiros da távola redonda. É quadrada pelo fato dos cavaleiros gostarem de jogar pingue-pongue, vindo do futuro, trazido pelo mago Melvin (Cascão) que viajava para o futuro e levava coisas para eles como também bolinhas de gude.

Trecho da HQ "Os cavaleiros da távola quadrada"

Na trama, Rei Arthur (Cebolinha)  e seus cavaleiros são chamados pra salvar a princesa Mônica do terrível Gorok e seus bárbaros. Eles vão pra missão, lutam contra os bárbaros e o mago Melvin transformam em urubu, gambá e lata d elixo. Os bárbaros falam que a princesa está com o Gorok. Mago Melvin faz voltarem ao normal e os cavaleiros ficam tomando conta deles enquanto Rei Arthur e Mago Melvin vão salvar a princesa Mônica.

Chegando lá, eles enfrentam um dragão, com o Mago Melvin fazendo chover em cima do dragão. Como ficou cansado, o mago some , deixando a missão de salvar princesa só para o Rei Arthur. Aparece o Gorok, que dá uma paulada na cabeça do Rei Arthur. Princesa Mônica, então, solta as cordas que ela estava presa e dá coelhado no Gorok, que é derrubado. Rei Arthur estranha porque ela não se livrou antes de Gorok, e ela diz que não era pra perder a chance de ser salva por um cavaleiro.

Depois, o pai da princesa fala que o Rei Arthur tem que se casar com a princesa e vai ter que lavar, passar, cozinhar, não sair com os amigos e várias outras exigências. Rei Arthur corre em disparado e vai se esconder na caverna do Gorok e seu dragão por achar mais seguro do que se casar com a princesa Mônica..

Trecho da HQ "Os cavaleiros da távola quadrada"

A tirinha final com Mônica e Cebolinha jogando bafo e toda vez que a Mônica bate no chão, desmorona pedras do teto do inferno na cabeça do Diabo. Eram bem frequentes também presença dos diabos nos gibis.

Tirinha da edição

Como pode ver, 'Mônica Nº 29' foi um gibi muito bom, seguindo o estilo da época, com histórias atendendo a todas as idades e  todos os gostos. Desde plano infalíveis, passando por temas religiosos e até uma fábula no final. Valeu a pena relembrar essa edição.

35 comentários:

  1. Esse gibi parece ter sido muito especial mesmo. Eu RI com algumas dessas historinhas. Não sabia que teve esse lance de capas seriadas em um tema de viagem.
    Mudando de assunto, folheei com calma as mensais hoje e achei a do Chico e a da Mônica muito boas. Depois, também gostei da Magali e o titulo Turma da Monica, só que o número 11. Não estão tão imperdíveis como a do Chico e da Mônica, mas me agradaram.

    Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito legal esse gibi. Histórias muito boas e engraçadas. Sim, teve uma sequência de capas com Mônica e cebolinha viajando em outros países, mas que foram tiradas originalmente da série de cadernos escolares com esse tema de viagens que vendiam na época.

      Legal q vc gostou desses gibis desse mês. Se vc comprou, uma boa leitura. A Turma da Mônica nº 12 só divulgaram capa, mas aind anão chegou nas bancas.

      Abraço

      Excluir
    2. Até ia comprar ontem, mas só levei o dinheiro pra pagar as contas....mas pretendo adquirir este final de semana a da Mônica e do Chico. Da Magali, levarei se der, pois pretendo comprar alguns Disney.

      Excluir
    3. Deve dar sim. Qualquer coisa leva daqui umas semanas, já que gostou da edição.

      Excluir
  2. Parece ser ótima essa edição. Pena que tem Astronauta. Sério, eu sempre pulava as histórias do astronauta.
    Bons tempos de gibi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto bastante dessa edição, uma história melhor que a outra. Traços maravilhosos também em todas. Até fica como dica esses posts de resenha como dica de procura nos sebos pra ter na coleção pra quem não tem.

      Astronauta tinha história em quase todas as edições da Mônica e cebolinha... nesses gibis difícil escapar dele. Eu gosto do Astronauta, mas sei que muita gente pulava histórias dele. Eu lia tudo. O Bidu o pessoal também pulava muito, até faziam histórias do Bidu com essa temática de leitores pulando histórias dele rsrs.

      Excluir
  3. Quem desenhou essa história do Rolo? Aluir Amâncio??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei, porque eles não informavam os nomes dos desenhistas. mas acho que não foi Aluir Amâncio. Seja lá quem foi, ficaram muito bons esses desenhos.

      Excluir
  4. Essa capa deve ser na bela Istambul... naquela época fizeram capa em Paris, Toquio, Veneza e outras maravilhosas cidades. Teve uma história no mês passado se não me engano que a turma viajou por várias cidades europeias e depois pra lua. Gosto de hqs com viagens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que nessa época de 1988 o Mauricio não tinha feito um tour mundo afora não?

      Excluir
    2. Essa capa ficou muito bacana. Eu também gosto de hqs com viagens. Não sei se o Mauricio fez um tour pelo mundo na época, sei que ele sempre viaja pra divulgar produtos e lançamentos da turma fora do país.

      Excluir
  5. Olá Marcos, acompanho sempre seu blog, cresci lendo os gibis da Turma da Mônica nos anos 1990 e sou grande fã até hoje. Gostaria de sugerir um post sobre as edições mais recentes da Turma da Mônica Jovem. As histórias estão muito diferentes em comparação com as primeiras edições. Creio que fugiram completamente da essência da MSP: estão macabras, adultizadas. A maioria dos blogs que comentam essas histórias são de fãs adolescentes, então seria legal ter a opinião de alguém da "velha guarda". Abraços e parabéns pelo trabalho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Felipe. É que eu não compro Turma da Mônica Jovem, aí nem posso opinar nada. Olhando por cima, parece que estão diferentes sim.

      Abraços

      Excluir
  6. Eu tinha esse gibi :/

    Lembro da capa e das histórias por cima.

    Obrigado pela nostalgia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De nada, André. Um gibi nostálgico sem dúvida. Ótimos tempos. Quem sabe vc consiga encontrá-lo de novo em algum sebo.

      Excluir
  7. Esse gibi, está entre aqueles que comprei no sebo, que eu até te contei aquela vez! Esse é o gibi mais antigo da Mônica que tenho! Tive que levar pra casa quando vi! Uma história melhor que a outra! Esse vale muito a pena ter na coleção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena ter sem dúvida. Os gibis dessa época em geral eram maravilhosos. Tomara q vc consiga outros gibis, até mais antigos que esse.

      Excluir
  8. Duas histórias desse gibi eu tenho em almanaques, a do cisco no olho e a do Astronauta sobre a solidão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os primeiros gibis da Globo, os dessa época, quase todas foram republicadas em almanaques variados da própria Globo, pouquíssimas não foram. Legal q vc tem almanaques com essas histórias.

      Excluir
    2. Eu gosto de algumas histórias do Astronauta, apesar de não serem minhas favoritas. As histórias do Astronauta que eu mais gosto são sobre o fim do relacionamento dele com a Ritinha. Teve uma até que ele sem querer voltou ao tempo e se casou e teve filhos com ela, mas quando voltou ao seu tempo normal, devois de desviar um meteoro que vinha em direção a terra, ele não estava mais casado e os filhos não existiam mais, exceto a aliança, só ele se lembrava. Uma ótima história, muito boa, pena que não tem mais histórias desse nível.

      Excluir
    3. Interessante essa história do Astronauta, nunca li. Só ouvi falar. Vc sabe em qual edição ela saiu ou almanaque que foi republicada?

      Excluir
    4. não sei não, pois eu não tenho a revista onde saiu, tive quando criança, mas perdi. Sei que é dos anos 90.

      Excluir
    5. Ah que pena, deve ser então entre 1998 a 2000 então, já que até os de 1997 que eu tenho não vi essa história. Valeu!

      Excluir
  9. Essa edição eu tenho, comprei há uns dois anos num sebo mas li só uma vez, aliás tenho várias que só li uma vez. Gosto muito dos traços dessa época, deve ser porque são da época da Abril e foi republicada em 1988.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, os traços ainda eram parecidos com os últimos gibis da Editora Abril. Muito bom esses desenhos.

      Excluir
  10. Marcos quandos gibis da mônica, do cebolinha, do cascão, da magali, do chico bento você coleciou da editora globo do n 1 até a epoca que você parou de colecionar por causa do politiciamente correto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu colecionei até início de 1998. Parei por causa do politicamente correto que estava começando a aparecer nos gibis.

      Excluir
  11. Falando nessa tirinha, lembrei de uma semelhante, onde a Mônica tava jogando bafo e então a última cena mostrava o planeta Terra com um galo na cabeça.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, lembro dessa. Muito engraçada.

      Excluir
  12. Ótimo gibi...linda capa..pena que não tenho na coleção..mais tenho umas HQs ai! hehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom mesmo. Sim, todas já foram republicadas em almanaques diversos, a partir de 1994. :D

      Excluir
  13. Essa do irmão mais velho era uma das minhas preferidas quando criança, vlw pela lembrança. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pra mim também, eu adoro essa. De nada. :D

      Excluir
  14. Respostas
    1. Que bom. Ele é muito bom, vale a pena ter na coleção.

      Excluir