quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Personagens Esquecidos 5: Estrelinha Mágica


Estrelinha Mágica foi uma personagem criada em 1970 que, inicialmente, seria para aparecer apenas em 1 história, mas com as circunstâncias, acabou virando personagem-fixo que marcou época.

Sua estreia foi na história "A Estrelinha Perdida", publicada em 'Mônica nº 8' (Ed. Abril, 1970). Nessa trama, uma estrela sofreu acidente e foi parar na casa da Mônica. Ela estava dormindo e acorda com uma iluminação muito forte no seu quarto e então descobre que tem uma estrela debaixo da sua cama.

Trecho da HQ "A Estrelinha perdida" (1970)

Ela fala com a estrelinha para apagar a luz e ela não podia porque senão morreria. Então, a Mônica guarda a estrela dentro da gaveta do criado-mudo para poder dormir. Quando Mônica acorda de manhã pensa que foi um sonho, mas quando vê a gaveta, a estrela estava lá. Ela leva o criado-mudo para o Cebolinha vê e a estrela fala que fracassou na missão e promete contar sua história à noite.

Trecho da HQ "A Estrelinha perdida" (1970)

Quando anoitece, com a turma toda na casa da Mônica, a estrela revela que era a Estrela de Belém que ficou brincando com outras estrelas e acabou não anunciado a chegada do Menino Jesus, fracassando em sua missão. E a turma resolve ajudá-la a levar a estrela até o dia do nascimento de Menino Jesus.

Trecho da HQ "A Estrelinha perdida" (1970)

Para voltar ela precisaria de uma super-energia superior à velocidade da luz e a solução foi um arremesso forte da Mônica, que conseguiu levá-la ao seu tempo. Mônica ainda pergunta ao Franjinha se ela conseguiu voltar ao seu tempo, e ele fala que sim, senão eles não estariam se preparando pra festejar o Natal e pegar os presentes debaixo da árvore.

Trecho da HQ "A Estrelinha perdida" (1970)

Só não ficou muito claro como ela chegou a Terra no atual ano 1970, ficando a critério do leitor usar a imaginação de como ela chegou lá. Essa história, foi republicada no Almanaque da Mônica nº 7 (Ed. Abril, 1980), e, com isso, a personagem voltou a ficar em evidência. Sendo que nessa republicação o tempo inteiro alteraram o ano "1970" da original para "1980" no almanaque para ficar atual.

Anos mais tarde, essa história virou filme que foi adaptado para o cinema. Foi o filme "Estrelinha Mágica", produzido em 1987, e indo em cartaz aos cinemas em 1988, que teve ainda mais 3 historinhas, e esse desenho da Estrelinha Mágica foi o último desenho do filme. Na verdade, foi apenas baseada na história de 1970, porque de semelhante mesmo apenas o fato dela ser Estrela de Belém, aparecer no quarto da Mônica e ela ter que ajudá-la a voltar ao Céu. Fora isso, tiveram muitas diferenças da história original, como só o cebolinha ajudar a Mônica e , não a turminha toda, eles precisarem ir ao alto de uma igreja para esperar Papai Noel para levá-la, dentre outras. 

Propaganda tirada de 'Cascão nº 24' (Ed. Globo, 1987)

A partir desse filme, ela passou a ser chamada de "Estrelinha Mágica" (na história de 1970, era somente estrelinha) e caiu no encanto da garotada. Com o grande sucesso do filme, foi lançado o brinquedo da Estrelinha Mágica em 1989. Ela cabia na palma da mão e acendia uma luzinha e fazia um pequeno barulho como se estivesse cantando. Também foi um grande sucesso comercial, virando febre com as crianças e marcou época esse brinquedo.

Propaganda tirada de 'Mônica nº 36 (Ed. Globo, 1989)

Então, em 1989, passou a surgir histórias da Estrelinha Mágica nos gibis, até para promover o brinquedo, e, com isso, marcando a sua volta aos gibis. Já com o nome de Estrelinha Mágica, suas histórias sempre envolvia o seu alto brilho, sua principal característica, e de preferência a Mônica ajudando a livrar dos perigos. A primeira foi uma história de 1 página, publicada em Mônica nº 35, de 1989. Nela, a Estrelinha Mágica quer dormir com a Mônica porque no espaço estava muito escuro. Mônica deixa, mas por causa do seu brilho intenso, ela pega o seu travesseiro e vai dormir no lado de fora da casa, sendo solidária à Estrelinha.

HQ publicada em 'Mônica nº 35 (1989)

Já em 'Mônica nº 36', ela aparece na antológica história de abertura "A Estrelinha apagada". Na trama, Mônica está dormindo e é acordada com a Estrelinha Mágica sem luz batendo na janela do quarto. Sua luz e de todas as estrelas foi apagada misteriosamente enquanto estava dormindo e ela resolveu pedir ajuda à Mônica.

Trecho da HQ "A Estrelinha Apagada" (1989)

Quando vão à rua percebem uma luz saindo de um bueiro e elas entram nele para desvendar o mistério. Chegando no esgoto, descobrem que foi o Capitão Feio quem sugou as luzes de todas as Estrelas e do Sol para que todos os habitantes da Terra se rendam e que ele possa transformar o mundo todo em um verdadeiro depósito de lixo.

Trecho da HQ "A Estrelinha Apagada" (1989)

Mônica tenta impedir, mas Capitão Feio abre o vidro com os raios do Sol e acaba sendo presa. A Estrelinha sai do calabouço e paga um óculos escuros para a Mônica e elas saem de lá, dando um soco no ser do esgoto que estava como guarda. Ao sair elas tentam roubar o vidro enquanto o capitão Feio está distraído. Ele vê e chama os guardas. Na mesma hora, Mônica abre o vidro, faz cegar os seres do esgoto e o Capitão Feio e consegue bater em todos e vencê-los.

Trecho da HQ "A Estrelinha Apagada" (1989)

Então, a Estrelinha leva o vidro ao Céu para devolver a luz às estrelas e ao Sol e Mônica volta pra casa. Ao amanhecer, tudo volta ao normal e Mônica fica feliz que a Terra não virou um depósito de lixo, mas ao ver poluição, rios poluídos, fábricas soltando fumaça, ela fala que temos muita coisa pra fazer pra mudar.

Trecho da HQ "A Estrelinha Apagada" (1989)

Após essa história, Estrelinha Mágica voltou em Mônica nº 44, de 1990, na história "Perigo no Céu". Nela, Estrelinha avisa a Mônica que um meteoro está prestes a cair na Terra e ela tem que ir ao Céu para impedir. 

Trecho da HQ "Perigo no Céu" (1990)

Chegando lá, depois de algumas lutas, Mônica descobre que o meteoro estava apaixonado pela Estrelinha e com isso fica tudo resolvido. Ao chegar em casa, Cebolinha a chama de novo, pensando que a estrelinha estava em perigo, e Mônica fala que está tudo bem,e que tudo é tão bonito e romântico. Essa, então, foi a última história inédita da Estrelinha Mágica, ficando no limbo do esquecimento.

Trecho da HQ "Perigo no Céu" (1990)

Porém, depois de muitos anos, em Mônica nº 60, de 2011, saiu uma história de 2 páginas com ela, em que a Estrelinha Mágica, triste, estava sem brilho vendo muita poluição e desmatamentos na Terra e ao ver a Mônica plantando uma flor, ela volta a brilhar feliz. 

Curiosamente, essa história não era nova e foi produzida em 1989 mesmo, o que dá pra perceber pelos traços bem diferentes e bem melhores em comparação com os atuais, e a colocaram para ocupar falta de material inédito. Às vezes acontece de colocarem tabloides de jornais antigos na falta de produção de material inédito para poder finalizar o gibi. Só que essa história apesar de antiga, nunca havia saído em gibi. Eu conhecia essa história, provavelmente do antigo site da Turma da Mônica.

HQ publicada em 'Mônica nº 60' (Ed. Panini, 2011)

A Estrelinha Mágica ainda foi lembrada mais uma vez pela MSP nas celebrações dos 50 anos da Mônica, não em história, mas, sim, relançando o brinquedo de 1989. Quem sabe, façam novas histórias por conta disso.

Acredito que Estrelinha Mágica foi esquecida, além das circunstâncias de novos personagens surgirem, e também porque já não tinha mais necessidade de marketing do brinquedo. Já estava saindo das lojas e não tinha mais sentido de fazer histórias com ela.

Termino com algumas capas dos gibis que tem as histórias citadas na postagem.

Capas: Mônica nº 8 (1970), Almanaque da Mônica nº 7 (1980), Mônica nº 35 (1989), Mônica nº 36 (1989), Mônica nº 44 (1990), Mônica nº 60 (2011)

50 comentários:

  1. HQ "A Estrelinha Apagada" (1989)...poxá nunca li essa HQ...bem que podia sair num almanaque atual! xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, podia ser republicada mesmo. Ela podia ser lida no antigo site da Turma da Mônica...

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Existe uma cópia do antigo site da Turma da Mônica no Internet Archive. A relação de todas as histórias publicadas aparece lá, mas, na hora de abrir para leitura, vários trechos estão faltando. Penso que ao menos algumas, no entanto, estejam completas. Para quem quiser conferir, segue link: http://web.archive.org/web/20120909111338/http://www.monica.com.br/index.htm

      Excluir
    5. Excelente informação Felipe. Não sabia disso. Fui ver e a hq "A Estrelinha Apagada" dá pra ler normalmente. Bom saber pra poder ler as hqs enquanto nao colocam no site novo.

      Excluir
    6. Eu tenho esse numero 36 eu comecei a procurar pra reler e achei

      Excluir
    7. Q bom q vc tem esse gibi da Mônica 36... ele é ótimo.

      Excluir
  2. Tive essa revista da Mônica 44 e me lembro vagamente dessa HQ da estrelinha.

    Seu avatar não aparece pra mim, nem no meu blogue, e nem aqui. Será que é aí contigo ou é aqui comigo? não fiz nada demais.... o que será que houve?

    Abraços.

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse gibi da Mônica 44 é muito bom.

      Sobre avatar não entendi muito bem. É a imagem dos X-Men q ficava? Se é isso, não sei o q aconteceu.

      Excluir
  3. Comparando os traços vemos o capricho q tinham com as historias, na HQ A estrelinha perdida vemos a riqueza de detalhes nas cores, tudo cheio de contraste.Os traços da Estrelinha apagada, com o Capitao Feio, tambem sao muito bons, da pra ver q da uma queda à partir de 1990, quando os cenarios ficam cada vez mais simples, bem perto do carimbo atual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A arte era fantástica sim, tinham todo um cuidado pra fazer as hqs. Atualmente, tudo não passa de carimbos. Uma pena.

      Excluir
  4. Só eu que notei a mudança nos traços de 89 pra 90? Isso variava do roteirista,desenhista e tals?. Agora, sobre a Estrelinha Mágica, confesso que quase chorei vendo a postagem. Putz, marcou muito minha infância. Lembro como se fosse hoje que vi pela primeira vez o filme da Estrelinha Mágica.

    Boa postagem,
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Pedro. era de acordo com o desenhista e o tipo de roteiro. Cada hq tinham traços diferentes. Essa hq de 1990 era a q fechou o gibi da Mônica 44, e as de abertura costumavam ter mais detalhes, daí a diferença nos traços.

      A personagem realmente marcou a infância de muitos. Sempre é bom lembrar.

      Excluir
  5. Você fez um ótimo levantamento sobre as histórias com a estrelinha. Perdi a CHTM n.º 08 e, assim, fiquei sem essa HQ. Um dia, talvez encontre o box a um preço acessível por aí. Ainda penso em ter toda essa Coleção.
    Quanto ao relançamento do brinquedo, taí algo que nunca vi à venda. Não acho a estrela nem tampouco os "toys" ou a boneca comemorativa. Que trabalho de distribuição péssimo, o dessas peças.
    Gostei das capas ao final da postagem!
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kleiton, tomara q vc consiga todos CHTM na coleção. Aos poucos vc consegue, por um preço acessível.

      Eu tbm não vi nenhum relançamento desses brinquedos nas lojas, mas tbm não entro em lojas de brinquedos, porém eu podia encontrar nas Lojas Americanas, por exemplo, ou até pela internet, mas mesmo assim nada. Distribuição péssima mesmo.

      Legal q gostou da postagem. Abraços

      Excluir
    2. Procurei em internet, em vários sites. Como vc, nada. Fui a lojas físicas em Recife, nada tb.
      Quanto a adquirir a CHTM, vou esperar uma republicação dos primeiros números. A Comix, por exemplo, está vendendo alguns boxs por até R$ 100,00 (aprox.).

      Excluir
    3. Lamentável essa distribuição dos brinquedos... e da CHTM tbm.

      Sobre republicação dos primeiros números da CHTM, será q vai ter mesmo? Não acredito muito, mas até q seria uma ótima ideia. Na Comix é inviável mesmo, mas acho q dá pra encontrar em outros sites com preço mais em conta.



      Excluir
    4. Ah, as capas eram maravilhosas mesmo. Se reparar bem, até quando fazia referência à hq de abertura, procuravam fazer uma piadinha em cima disso, como na Mônica 44. E a Monica como Monalisa na nº 35. Espetacular.

      Excluir
  6. Os histórias: "A estrelinha apagada" e aquela de duas páginas eu já havia visto no antigo site da Mônica (que nunca mais será o mesmo) e "Perigo no céu" eu lembro de ter essa revista (mas como alguns gibis meus,está desaparecido).
    Ah! Isso sem falar do filme.Eu tenho em VHS, é lindo,como muitas coisas belas que marcaram a nossa infância. É capaz de eu chorar se eu ouvi aquela músiquinha dos créditos. Ótima lembrança.

    Vc deveria fazer uma postagem sobre "A princesa e o robô",alguns personagens do filme já apareceram em HQ. E outros filmes também.

    Adoro essas postagens de personagens esquecidos. Nem conhecia Os souzas, nem aquele casal e o garotão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, eu vi essas hqs no antigo site. Até agora não as colocaram de volta lá.

      O filme era ótimo mesmo. Tenho boas lembranças tbm. Quando der, falo alguma coisa sobre "A princesa e o robô".

      Sempre é bom relembrar esses personagens esquecidos e ainda procura os q estão bem no fundo do baú. Eu gostava muito do casal Rubão e Mariazinha.

      Excluir
    2. Pois é, Marcos! Eu também que você deveria falar do filme A Princesa e o Robô, de 1983. Como o segundo filme da turma, ele é com certeza muito bom, uma obra-prima da MSP.

      Sobre a aparição dos personagens do filme nas HQs, lembro que o Lorde Coelhão participou na antológica história de Natal Um Natal Empacotado, da Mônica # 200 (Ed. Abril, 1986). Além dele, também apareceu um coelho que era parecido com o Robôzinho, sabe, aquele coelho robô que usava uma camiseta com um coração. Realmente, essa história marcou época. E vale lembrar que ela já foi republicada na Edição Especial de Natal # 1, de 1995. Mas não sei se já republicada de novo.

      Porém além dessa história de Natal, lembro que o Lorde Coelhão já apareceu em duas HQs do Parque da Mônica: 2001: Uma Odisseia no Parque, de PQMN # 102 (2001) e O Império Contra A Vaca, de PQMN # 117 (2002).

      E essas três HQs com o Lorde Coelhão eu já conhecia no antigo site da Mônica. A do Natal Empacotado é muito boa, já as do Parque, boas até que são, mas acho que você não conhece essas.

      Então, se der, fale do filme da Princesa e o Robô. Eu mesmo já conhecia o filme, quando eu o vi em VHS na minha antiga escola. E fale dessas HQs em que os personagens do filme, não os personagens comuns, aparecem. Inclusive, quando chegar a época do Natal, tomara que você fale da HQ Um Natal Empacotado. E me diga se você já assistiu o filme e essa HQ de Natal, porque as do Parque você nem deve conhecer.

      Ah, e só de bobeira, fale qual foi o primeiro filme da Turma da Mônica que você assistiu, beleza? Abraços!

      Excluir
    3. Dessas 3 hqs com o Lorde Coelhão, só não conheço a última de 2002. Quando der, falo do filme e dele. O primeiro filme da TM q assisti foi da Estrelinha Mágica, depois foi os outros logo depois.

      Excluir
  7. Muito bonitos os cenários e traços da HQ "A estrelinha perdida". O filme da Estrelinha Mágica é muito bom. E que ótima postagem!

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, os traços eram incríveis. Tinham capricho. Muito bom tbm o filme. Legal q gostou da postagem. Valeu!

      Excluir
  8. Ótima postagem. O meteoro é muito parecido com o Bugu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, lembra sim o Bugu, com aquelas imitações deles q infernizava o Bidu rsrs.

      Valeu pelo elogio.

      Excluir
    2. Pô, Marcos! É claro que o meteoro é parecido com o Bugu! Talvez porque ele era amarelo. E até parecia que era mais uma imitação dele pra encher o saco do Bidu.

      E já que eu tô falando do Bugu, eu queria que você falasse da HQ Desejos, de Mônica # 71 (Globo, 1992), em que o Bidu tenta realizar desejos para que o Bugu não aparecesse mais nas suas histórias, mas quando ele realiza, o Bugu tá sempre lá. Com certeza, uma das minhas histórias favoritas do Bugu.

      E tem mais, ela já foi republicada no Um Tema Só # 23 - Bidu Especial 40 Anos, de 1999. E se ela já foi republicada recentemente na Panini, então não sei qual foi o almanaque que republicou a história.

      Mas, e você? Conhece a história que eu citei? O que você acha do Bugu? Você gosta dele ou acha ele uma pedra num sapato (KKKK!)? Quando der, você fale dessa HQ engraçadíssima. Abraços!

      Excluir
    3. Gosto do Bugu... é engraçado. Conheço essa hq e se der falo dela.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  9. Eu tinha essa estrelinha mágica, era muito legal. As histórias eu li uma ou outra, bem legais. E como você disse, realmente a arte era muito melhor antes. Aquelas duas histórias de 1989 então, que traços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os traços eram excelentes, pena q não fazem mais hqs assim. Eu tbm tive esse brinquedo. Adorava ver ela brilhando. Muito bom.

      Excluir
  10. Respostas
    1. Bem memorável. Tbm é da minha época. Adorava essas hqs.

      Excluir
  11. Oi, Marcos! Eu gostei muito do que você disse sobre a Estrelinha Mágica. Realmente, ela marcou a infância de muita gente.

    Mas já que é Estrelinha Mágica, queria te perguntar se você já assistiu o filme da Estrelinha Mágica, de 1988. Além do episódio da estrelinha, também teve mais 3 episódios, que são Super-Heróis, Um Dia de Cão e O Detetive. Dentre estes episódios, só o da estrelinha que eu não conhecia, os outros três eu só acabei conhecendo no raríssimo CD-ROM Super-Heróis, lançado pela Diana Multimídia em 1995. Eu mesmo tenho esse CD. Você aí, Marcos, pode me dizer se tem algum CD-ROM da Turma da Mônica? Falo assim, Mônica Dentuça, Cebolinha e Floquinho, Chico Bento: Um Dia na Roça, Quadrinhos Turma da Mônica, Passatempo Turma da Mônica, etc...

    E já que eu tô falando do filme da Estrelinha, quero saber se você conhece uma propaganda anunciando o filme. Quando o filme foi lançado em VHS pela Transvídeo em 1989/1990, saia nos gibis da época uma propaganda muito legal e muito criativa dos personagens falando dos episódios. Tipo assim, o Cebolinha fala do episódio Super-Heróis, o Cascão fala do episódio Um Dia de Cão, a Magali fala do episódio do Detetive e a Mônica fala do episódio da Estrelinha. Realmente, essa propaganda foi demais.

    Mas nessa propaganda, tinha duas coisas engraçadas: A primeira é o Cebolinha dizendo "Dloga!", palavra que não é mais usada nos gibis atuais. E a segunda é o Bidu aparecendo na propaganda, já no filme ele não aparece. É o mesmo que dizer que comparando o filme em si e a capa do VHS do filme, Magali, Cascão e Bidu não aparecem no episódio, só a Mônica e o Cebolinha.

    Então é isso, Turma da Mônica e A Estrelinha Mágica foi um filme que marcou a infância de muita gente. Muitas pessoas riram pra valer, outras choraram muito na cena em que a estrelinha perde o brilho dela e como ela recupera o seu brilho? Com as lágrimas da Mônica, é claro! Ah, você, meu grande amigo Marcos, também chorava nessa triste cena?

    Então é isso, espero que você me responde se já assistiu o filme da Estrelinha Mágica, se chorou na cena em que ela perde o brilho e se você conhece a propaganda que citei dos personagens falando dos episódios, tá bom? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu conheço esse filme, vi em VHS e depois no youtube, e não chorei em nenhum momento. Conheço a propaganda, saía em todos os gibis da época. Já o CD-ROM não tenho nenhum e nunca vi.

      Abraços

      Excluir
    2. Ah, sim, Marcos! Faltou eu falar que Perigo no Céu, de MN # 44 (1990), foi republicada recentemente no Almanaque da Mônica # 40, de 2013. Mesmo que eu conheci a história aqui no blog, pelo menos eu tenho esse almanaque.

      Nesse almanaque, também foi republicada a HQ A Corrida Maluca, de Mônica # 56, de 1991, onde as meninas e os meninos disputam uma corrida pra ver quem é o melhor. O engraçada é que essa história já foi republicada antes. Foi no Almanacão Turma da Mônica # 5, de 1996, mas não tenho esse almanacão.

      Agora, quanto às outras histórias, seria bom se A Estrelinha Apagada seria republicada de novo. Eu só tenho essa história no gibi original, que baixei da Internet.

      Então é só isso mesmo. É só pra lembrar que eu comprei esse Almanaque da Mônica # 40 num sebo, e acho que você não comprou, porque você tem todas as histórias nos gibis originais. Abraços!

      Excluir
    3. Valeu pelas informações das republicações. Abraços

      Excluir
  12. ae,tem como baixar esse Monica 8 da Editora Abril?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho q vai dar pra encontrar em sites de downloads o Almanaque da Mônica nº 7 da Abril q tem essa hq da Estrelinha Mágica. Já a Mônica nº 8 não sei se tem disponível.

      Excluir
  13. olá!
    quando era pequena assistíamos aos VHS da turma da mônica que ia até a época de Jesus, e contava as passagens, milagres, etc.
    Gostaria de mostrar para minha filha mas nunca encontrei esse material.
    Alguma dica de onde posso arrumar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha teve um VHS "O Natal de Todos nós" em q cada personagem contava o que achava do Natal. No Youtube é uma chance de encontrar e se for comprar, talvez no Mercado Livre ou Estante Virtual.

      Não sei se é esse mesmo, separei aqui o link do youtube pra ver se é esse:

      https://www.youtube.com/watch?v=lU0ejLro_1I

      Excluir
  14. Ela também apareceu em Cebolinha N° 46 (Panini)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Procurei e não vi ela aparecendo nesse gibi. Nem na de abertura eu vi.

      Excluir
  15. Impressão de ter visto esse meteoro apaixonado em algum lugar. Essa história foi republicada em algum almanaque da Panini? Se foi, deve ser isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, foi republicada há algum tempo na Panini

      Excluir
    2. Já descobri. Foi no Alm. Monica 40, Dá vontade de chorar só de lembrar, porque não tenho esse gibi mais.(Eu sei que 4 anos é muito pouco, mas fazer oq, ás vezes sou muito emotivo.

      Excluir