sábado, 31 de agosto de 2013

Uma história do Astronauta de 1994

A história que eu compartilho é do Astronauta e mostra o sufoco que ele passou ao visitar o planeta Estela, sua nova missão espacial. Ela tem 10 páginas e foi publicada em Cebolinha nº 90 (Ed. Globo, 1994).

Capa de Cebolinha nº 90 (Ed. Globo, 1994)

A história começa com o Astronauta jantando frango com milho verde, através de suas pílulas concentradas. Ele reclama que está emagrecendo muito só tomando aquelas pílulas e não vê a hora para voltar para o seu sítio para comer a comida da sua mãe, só que antes tem que cumprir missão de visitar o planeta Estela e verificar se há vida lá.


Chegando lá, ele começa a fazer seu relatório sobre o tal planeta. Descobre que é um rochoso, com atmosfera densa, presença de rios e corredeiras e ar irrespirável para os seres humanos. Ele pega uma mostra da água e do ar do planeta e coloca dentro do seu traje e comenta que a roupa está tão larga que poderia levar a metade do planeta dentro do traje.


Em seguida, Astronauta vê uma planta e quando vai pegar uma amostra, surge a surpresa: era um habitante do planeta e que trata logo de entrar dentro do traje dele. O plano do extraterrestre é que o Astronauta o levasse a outro planeta, já que toda sua fonte de alimentação, que era oxigênio, tinha acabado. 



Astronauta não aceita levá-lo para outro planeta e, com isso, eles começam a brigar dentro do traje do Astronauta mesmo, com direito a soco, chutes e rolamento. Astronauta sai perdendo e é obrigado a levar o ET para outro planeta. Quando estão indo em direção à nave, Astronauta pergunta o que ele respira, que responde que é gás carbônico. Então, foi a deixa para o Astronauta executar seu plano: ele prende a respiração e deixa o ET sufocado, que acaba saindo da sua roupa.


Astronauta explica que quando parou de respirar, o ET não tinha dentro do traje o gás carbônico que precisava para respirar e por isso ficou com falta de ar. O ET ainda tenta conversar com o Astronauta e enrolá-lo para entrar no traje de novo, mas ele não se deixa levar e vai embora, e o ET teve que se contentar a procurar outra fonte de alimentação.

No final, Astronauta termina o relatório sobre o planeta Estela e sai de férias indo direto ao seu sítio. Lá, come muito a comida da sua mãe para que seu traje não fique mais folgado e não passar aquele sufoco de novo. Só que ele acaba comendo demais e acaba engordando mais do que deveria.


Uma aventura muito boa do Astronauta, muito bem escrita e com traços bons também. Com começo, meio e fim bem elaborados, tudo na medida certa.  Eu gosto das histórias dele assim, enfrentando ETs, monstros espaciais e vários perigos.

Interessante mostrar o conhecimento que os astronautas se alimentam de pílulas e tirar graça com isso. Tem alguns absurdos que fazem parte de suas histórias e que são o encanto das histórias em quadrinhos. Curiosamente, a maioria das histórias dele não costumavam ter título, colocando apenas "Astronauta", nunca entendi por que isso. Na postagem, essa história está completa.

32 comentários:

  1. Marcos, engraçado que essa história deve ter sido republicada não faz muito tempo, pois eu me lembro de ter lido ela há coisa de alguns anos, não muitos. Ou será que minha memória é que resolveu ficar muito boa....

    Abraços.

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiano, pelo certo essa hq foi permitida ser republicada por volta de 99/2000 e acredito q foi republicada nessa época.

      Porém, os almanaques da panini estão com muitas re-republicações, então acho q vc deve ter visto sim. Eu nunca a vi republicada, tenho apenas a original.

      Abraços

      Excluir
  2. Têm razão Marcos, esta é uma história muito bem bolada! Esse personagem é legal, e por falar nisso, você comprou a GRAPHIC MARVEL dele que foi a primeira da MSP? Valeu por compartilhar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Heri, a história é muito legal sim. Quanto ao Graphic MSP do Astronauta eu não tenho. Não gosto desse título e com a decepção de Laços, não vou comprar os outros e só vou ficar com essa Laços mesmo pra ter um na coleção.

      Abraços

      Excluir
  3. O que mais me chama a atenção, de início, é a capa do gibi!

    Nunca vi a história. Estava lendo a postagem e ampliando os scans, até que vi que ela não estava na íntegra, ao final da matéria. Completa aí!

    Abç!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kleiton, as capas antigas eram maravilhosas sim.

      Quanto a hq eu evitei de colocar completa para evitar confusão de mandarem tirar, mas acho q essa não tem problema. Atendendo seu pedido reatualizei colocando completa.

      Abraços

      Excluir
    2. Como faço pra ter acesso a historia do astronauta que ele fala sobre o tempo?....Acho que é o gibi da monica numero 40

      Excluir
    3. Unknown, eu narrei a história aqui nessa postagem, mas de imagem coloquei só uma porque na postagem tava falando do gibi completo.

      http://arquivosturmadamonica.blogspot.com.br/2017/02/monica-n-40-editora-globo.html

      Excluir
  4. Gosto quando o Astronauta volta para a Terra. Também gosto quando a história diz explicitamente que ele é um "Astronauta Brasileiro". São pontos altos do personagem para mim. Já as hqs em que ele visita planetinhas com seres esquisitos (muitas hqs dele são assim) já não me atraem tanto. O que acho que faltam nas histórias do personagem, são combates de naves, como em Star Wars. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, esses pontos q vc destacou são os mewlhores mesmo. Tem muitas hqs dele q são bobas sim, mas as q encaixam com aventura são as melhores. E parece q são poucas assim atualmente, é tudo muito simples.

      Excluir
    2. eu lembro de já ter lido muitas histórias dele com aventura e ação em gibis antigos, quando eu era criança, mas as histórias atuais são bem simples.

      Excluir
    3. Sim, além das hqs do Astronauta serem mais de aventuras, as da Turma tbm as veze se passavam em outras épocas, como a medieval, faroeste, etc, fora q enfrentavam bandidos, monstros, e por isso tinham muitas aventuras. Atualmente, as hqs só se passam no bairro do Limoeiro.

      Excluir
  5. Eu já li essa história, acho que saiu num "Almanaque Turma do Astronauta". É bem legal mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, legal saber q foi republicada recentemente. É uma boa hq sim.

      Excluir
  6. Sempre gostei das historias do Astronauta e principalmente desse traço dessa historia, bem tipico dos anos 90, pena que hj não saem mais historias com esse estilo de desenho.

    Só eu acho a mãe do Astronauta a irmã gêmea da tia Nena? rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses traços são ótimos, hj os traços são tudo digital. No caso do Astronauta, os traços quando não é digital, são do estilo da Tina de 2004 a 2007 q tbm não curto.

      Eu tbm acho a mãe dele e a tia Nena muito parecidas. Só q a tia Nena acho um pouco mais gorda. Parecem irmãs, até a roupa vermelha rsrs.

      Excluir
  7. É, Marcos, também nunca entendi o fato de as histórias dele se chamarem, quase sempre, "Astronauta" - tanto que até o desenho animado se chamou "Astronauta".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, podia ser pelo menos "Astronauta no planeta tal". Fica muito limitado só Astronauta. As do Horácio até justificam porque eram tiradas páginas semanais dos jornais, já as do Astronauta não vejo razão, porém se tornou sua marca registrada os títulos assim.

      Excluir
  8. Gosto mto desse personagem! Marcos, acabei de ler os 7 livros "As tiras clássicas da turma da Mônica) e gostei muito! Vai rolar postagem deles? sabe quando sai o número 8? bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Natália, vai ter postagem sobre as Tiras Clássicas. Não sei quando vão lançar o nº 8, só sei q será lançado agora o nº 2 do Pelezinho. Bjs

      Excluir
  9. Não lembro de ler essa HQ antes..muito boa! :D

    Vale lembra que o Almanaque Turma do Astronauta N°13 esta nas bancas com ostras HQs muito boa..confira depois! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi, tem algumas antigas. Uma boa mistura. mesmo assim não vou comprar rsrs

      Excluir
  10. Nunca tinha visto essa história do Astronauta... a comida da mãe dele deveria ser muito boa, porque ele engordou a beça no final...kkkkk

    ResponderExcluir
  11. kkkk.... comida caseira do interior é muito boa, mas ele engordou mesmo porque deu uma de Magali. Hq muito legal.

    ResponderExcluir
  12. kkk... Fiquei surpreso ao saber que alguém lê as histórias do astronauta. Na minha opinião só servem pra gastar papel! Assim como Horácio, Bidu, Piteco, Tina e Turma da Mata! Ressalto que respeito o valor histórico dos personagens, sei que o Bidu é anterior à turma e tudo mais, mas fico meio frustrado todas as vezes que pego revistinhas que tem muitas páginas consumidas por estes personagens que considero meros "fillers".

    Reparem que até a própria Mônica, na história do Sobrado Assombrado do Senhor Samir, em Cascão n.20/2008 fica surpresa em saber que alguém lê as histórias do Bidu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, os personagens mais odiados são Astronauta, Bidu e Horácio, conheço muita gente q pula hqs deles. Como sou fã da Turma, gosto de todos, mas o q menos gosto é do Bidu. Mesmo assim leio suas hqs.

      Boa sacada do Bidu nessa da hq do cascão, essa não li. Só Emerson mesmo pra fazer essas piadas rsrs.

      Excluir
    2. eu gosto deles, por que são diferentes, a gente fica enjoado de só ver histórinhas da turma da mônica, tem que ver de outros também com papa -capim, turma da mata, astronauta, zum e bum, bidu, tina, as mais ruinzinhas são do orácio e piteco que a maioria das vezes são mudas
      .

      Excluir
    3. Pois é, personagens de outros núcleos são bons pra variar, e não ficar apenas com histórias com a Turma da Mônica. Eu gosto de todos.

      Excluir
  13. Marcos, além dessa HQ do Astronauta, recomendo muito falar da história Ritinha e Bonifácio, publicada originalmente em Cebolinha # 70 (Ed. Globo, 1992). É uma história bem curtinha, mas é boa. Nela, Ritinha, a namorada do Astronauta, diz ao seu casado marido Bonifácio que quando estava olhando no céu ela pensava no Astronauta, e Bonifácio dizendo que o Astronauta é uma celebridade e um herói mundial e diz que seu filho Junior o preferia como pai e Ritinha nem imaginaria como seria o Astronauta lavando pratos, fazendo feira, trocar fralda e pergunta como ele está, e num planeta distante, o Astronauta, todo arrebentado pelo aliens do planeta, diz que tem horas em que ele daria tudo pra ter uma vida pacata na Terra. Sem dúvida, uma HQ bem emocionante do Astronauta, uma das poucas em que sua namorado Ritinha aparece. Seja ela com vontade de namorá-lo ou seja ela casada. E por curiosidade, acho que os personagens Bonifácio e Junior só apareceram nessa HQ mesmo. O triste disso é que como é uma história do Astronauta, ele só aparece no final. Revoltante! A HQ foi até republicada no Almanaque do Cebolinha # 42 (Ed. Globo, 1997) que também republicaram O Lei da Voz e no Almanaque Turma do Astronauta # 1 (Ed. Panini, 2007). Sério, você tem que falar dessa história, é muito linda e uma das obras primas do Astronauta. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu conheço essa hq do Astronauta q vc citou. Bonita, sim. Se der, falo dela. Abraços

      Excluir
  14. Historinha magnífica, você aprende bastante com ela sobre oxigênio e gás carbônico. Curioso para o preço de capa do gibi: 1,20 URV. Um dos poucos que circulou com o preço em "Unidade Real de Valor", moeda que serviu de transição para o advento do Plano Real.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Só nos gibis de junho /94 q tiveram o URV estampado na capa. Aliás, o Real fez 20 anos agora em julho e a mídia nem falou nada.

      E tbm gosto de hqs q dá pra aprender algo, sem ser didático.

      Excluir