quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Propagandas Alimentícias (Parte 10)

Nessa última postagem de propagandas alimentícias mostro anúncios de alimentos da Turma da Mônica recentes que saíram nos gibis da Editora Panini a partir de 2012 até o presente momento.

Nessa fase cada vez mais com um visual tecnológico, cheio de efeitos e cores, além da maioria das imagens dos personagens ao fundo serem apenas inseridas nas propagandas através de desenhos já existentes em vez de criarem as próprias ilustrações a mão. Outro detalhe que nos anúncios a partir de 2012, todos passaram a ter um texto "Informe Publicitário" bem grande, para frisar bem que aquilo não é história e sim uma propaganda, como se as crianças não conseguem distinguir uma história de uma propaganda.

Em 2012 anunciaram nos gibis as goiabas da Turma do Chico Bento da marca "Val Frutas". Vinham em uma embalagem com 4 goiabas e é como se fossem as goiabas do Nhô Lau que o Chico roubava. Ajuda para incentivar as crianças a comer goiabas. A propaganda foi ilustrada com o Chico mostrando a embalagem das goiabas para o Nhô Lau.

Propaganda tirada de 'Cascão Nº 63' (2012)

As bananinhas da Turma da Mônica, da marca "Perrotta" tiveram anúncio nos gibis de 2012. Em cada embalagem de 30 gramas vinha uma bananada. Ao fundo, ilustrações dos personagens junto com a embalagem do produto.

Propaganda tirada de 'Cebolinha Nº 68' (2012)

O Requeijão da Turma da Mônica deixaram de ser fabricados pela "Nestlé" e agora são pela marca "Roseli". Outra grande diferença é que os copos agora são de plástico em vez de ser de vidro, como eram na 2ª metade dos anos 90,  colecionáveis com imagens dos personagens. Os potes de plástico são uma tendência agora pelos fabricantes de requeijão (não só os da Turma da Mônica), já que reduzem custo, além de não ter perigo de criança se machucar, caso derrube o copo no chão. Na propaganda, de 2012, mostra uma mão tentando pegar o pote de requeijão e o texto falando que de tão gostoso, não fica difícil saber de quem era aquela mão.

Propaganda tirada de 'Turma da Mônica Nº 71' (2012)

Em 2013 a Mônica completou 50 anos de sua criação. Como parte das homenagens, a "Jundiá Sorvetes" lançou um sorvete com edição limitada no sabor de morango com chocolate, com uma embalagem especial em comemoração aos 50 anos da Mônica.

Propaganda tirada de 'Chico Bento Nº 79' (2013)

A linha de produtos "fast-food" não são mais produzidos pela "Perdigão", onde ficaram por muitos anos, e agora são produzidos pela "Seara". Para anunciar a novidade, fizeram uma propaganda em 2013 mostrando as embalagens de todos os produtos da Turma da Mônica na "Seara", com a Magali com língua de fora ao fundo, querendo comer tudo. Mostraram salsicha, mortadela, hambúrguer, nuggets (chamados de chikenitos), entre outros.

Propaganda tirada de 'Mônica Nº 81' (2013)

Os iorgurtes "Danone" voltaram a ter propaganda nos gibis em 2013, mostrando além dos iogurtes de colher, também iogurtes de garrafinhas individuais e leite fermentado, tipo "Yakult". A propaganda nada lembra às clássicas dos anos 80 e 90, só mostrando as embalagens e os personagens ao fundo, inseridos por computador através de imagens já existentes. O desenho do Cebolinha, por exemplo, eles tiraram da capa do gibi do 'Cebolinha Nº 209', de 2003.

Propaganda tirada de 'Mônica Nº 82' (2013)

As sopas com macarrão da Turma da Mônica da "Vono" foram lançadas em 3 sabores diferentes: carne, galinha e legumes. Tiveram propagandas nos gibis em 2013, mostrando as embalagens e uma ilustração da Magali como mestre-cuca, além de destacar que as sopas têm teor de sódio reduzido em comparação à versão tradicional. 

Propaganda tirada de 'As Melhores Histórias do Pelezinho Nº 5' (2013)

Em 2014 fizeram uma nova propaganda das sopas com macarrão "Vono", agora com uma ilustração da Magali pensando nas sopas. Foram as mesmas embalagens e sabores da propaganda anterior.

Propaganda tirada de 'Magali Nº 96' (2014)

Seguindo a linha de produtos inusitados, foram lançados os melões da Turma da Mônica pela "Itaueira Agropecuária S/A", com propaganda circulando em 2015 mostrando cada melão dos personagens personalizado: o melão do Cebolinha com um cartaz com caricatura da Mônica estampado; o melão da Mônica com o Sansão ao lado; o do Cascão com um guarda-chuva em cima; e o da Magali só migalhas.

Propaganda tirada de 'Magali Nº 1' (2ª série- 2015)

Como deu pra perceber, as propagandas recentes da Panini são poucas criativas, chama a atenção só pelo visual tecnológico. O texto "Informe Publicitário" bem grande no alto e as imagens dos personagens inseridas em vez de criarem ilustrações novas estragam mais ainda. Antes colocassem só as embalagens dos produtos. Tomara que não vingue o projeto do governo de proibir propagandas direcionadas para as crianças, para não estimular o consumo infantil só por causa da imagens dos personagens nas embalagens. Sempre é bom ter alimentos específicos para as crianças, adequados para o paladar delas, com menos açúcar e sal do que as versões tradicionais. 

Com isso, essa foi a última postagem com propagandas de alimentos com a Turma da Mônica. Claro que em todas as épocas existem outras que não foram mostradas, já que o meu foco foi  colocar apenas os que encontrei na minha coleção ou encontrados pesquisados na internet e que achei mais interessantes. As principais eu postei. Continuarei a mostrar propagandas antigas no blog, só que de outros temas.

12 comentários:

  1. Oi, Marcos! Tenho ido bem pouco ao supermercado. Lembro de já ter visto o chikenitos, o iogurte e o melão. O resto eu não vida, não. Tem aquele biscoito recheado da Triunfo com estampa da Turma da Mônica Jovem na embalagem. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desses aí vejo mais vendendo as linhas fast food, principalmente os chikenitos e os iogurtes Danone. Existem muitos produtos de alimentos com a Turma q a gente nem imagina rs.

      Abraços

      Excluir
  2. Parece que a cada dia a Turma aumenta nas gôndolas de mercados...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida, Kleiton. tanto que na fase da Editora Abril quase não tinha alimentos com a Turma da Mônica e de uns 20 anos pra cá lançaram vários, principalmente a partir dos anos 2000. Muitos surpreendentes até, q nem imaginava q fosse existir.

      Excluir
  3. A MSP é um estúdio muito famoso,mas muito preguiçoso no fator de inventar as propagandas atuais,Eu tenho a nova edição N°1 da Mônica,e a propaganda da ultima "página"(essas aspas é que a propaganda está é na capa",em que,era sobre dia das Mães(estranho eu está falando isso no dia dos Pais)e o desenho da Magali era um reciclado muito conhecido,e eu fiquei criticando essa propaganda feia.Mas,é uma ótima postagem,Tenha um bom dia,Marcos.Tchau.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, eles bem q podiam criar ilustrações novas do q aproveitar imagens já existentes. Fica uma coisa preguiçosa com certeza. Isso tira a graça dos anúncios. Bom dia pra vc.

      Excluir
  4. O que vocês precisam entender é que a MSP não é mais apenas um lugar pra fazer as HQs. Mauricio sempre foi um empreendedor em produtos, isso desde os anos 70, mas seu poder nessa área hoje é muito maior, portanto, os gibis acabaram ficando em segundo plano. Veja bem que as revistas estão sem aumento de preço há dois anos ou mais, e isso se deve ao fato de que os demais produtos cobrem de certa forma essa margem de lucro que não repassaram aos gibis.

    Claro que a MSP devia sim investir em mais desenhistas e repensar seus títulos em banca, pois acho muito título e isso afeta sim o padrão de qualidade das histórias. Mas acredito que não deve ser muito fácil convencer o chefe da empresa de algumas mudanças. Acho que muita coisa poderá mudar um dia, quando ele já não estiver entre nós. Não desejo isso. Mas infelizmente isso é o que acontece normalmente.

    A própria Disney só alavancou com seus personagens após a morte de seus criadores. E hoje está abocanhando uma grande fatia do mercado não só de gibis, mas de filmes, jogos, entretenimento em geral. Mas isso levou um tempo. Tudo leva tempo.

    Disseram que a revista do Parque da Mônica iria voltar e até agora nada. O que será que houve? De repente a receptividade do parque real não está muito boa a ponto de voltar com um título de gibis. Mas poderiam inserir a história do parque em qualquer uma mensal de vez em quando. Não fazem porque? Porque fica difícil convencer o chefe de algo quando ele é o TOP da hierarquia do local e você é apenas um bom funcionário cheio de ideias.

    Abraços.

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só acho q mesmo assim pelo menos os desenhos podiam ser melhores do q estão, inclusive nas propagandas, mas como não tem plano de mudar isso, sem problema rs.

      Realmente não tem previsão para a Revista parque da Mônica voltar. Também acho q podia ter hqs no parque em qualquer gibi, q aí até promoveria.

      Abraços

      Excluir
    2. Concordo contigo. Desenhos melhores nos gibis, historias melhores. Gostaria de ver mais investimento no estúdio da produção dos gibis. A impressão que dá está sendo a de que não estão dando conta. Um abraço.

      Excluir
    3. Por aí mesmo. Tem muitos títulos aí não dão conta de produzir tudo a tempo. Também acho q deviam investir mais nos gibis. Abraço

      Excluir
    4. Eu discordo um pouco em um ponto: Não acho que muitos títulos prejudica a qualidade dos gibis, exceto se tiver poucos roteiristas. Acho que quanto mais títulos melhor, desde que não seja tudo com republicações. A Disney, A Marvel e a DC tem um monte de título e estão ai. O que a MSP tem que fazer é que tirar o foco apenas das crianças pequenas, pois pessoas mais velhas leem gibis também. Fazer mais histórias voltadas para um público mais velhos, com certeza alavancaria as vendas. Mas para isso a MSP tem que ter um pouco mais de rebeldia, mas acho difícil, pois o Maurício cede muito as críticas, por exemplo quando ele compartilhou uma foto de uma criança segurando um cartaz defendendo o direito de ver uma propaganda infantil ou quando ele recebeu um abaixo-assinado de um grupo de meninos reclamando da forma como a Mônica batia nos meninos nas HQs. Se bem que o Maurício não é o culpado disso, pois a sociedade é muito conservadora e vendo respostas no ask da Roteirista Petra Leão, A MSP deixa de lançar várias idéias com medo de perder vendas, pois pessoas mais conservadoras podem deixar de comprar gibis por causa disso.

      Excluir
    5. É q a tendência é essa mesmo de gibis novos serem voltados a crianças até 8 anos de idade. Por isso estão assim, sem contar isso de não querer mudar tanto pra não perder leitores conservadores. Nos gibis antigos, as hqs eram para todas as idades, tanto q não era difícil encontrar nas seções de cartas gente de 15, 16 anos q ainda colecionava gibis.

      Excluir