quarta-feira, 29 de abril de 2015

Capas Semelhantes (Parte 8)

Nessa postagem mostro 5 capas semelhantes curiosas em que a mesma piada foi usada em um outro título diferente em vez de ser no mesmo. Isso acontecia porque o personagem não tinha revista própria e, quando passou a ter, colocaram a piada na revista dele ou senão simplesmente a piada servia tanto pra um personagem quanto pra o outro, que não influenciaria nada.

Então, capas assim até que não ficavam visualmente muito parecidas, salvo exceções, mas as piadas eram iguais. Nas capas que mostro nessa postagem, as duas primeiras da Mônica envolvem a Editora Abril e as demais são da Editora Globo.

Mônica Nº 42 X Cascão Nº 124

Cascão pedindo carona ao lixeiro como se a lata de lixo fosse um táxi. Saiu primeiro em 'Mônica Nº 42', de 1973, quando o Cascão não tinha gibi próprio. Naquela época colocavam muitas piadas envolvendo Cascão e Magali nos gibis da Mônica. Normalmente, em capas assim mostrando piada com outro personagem, colocavam a Mônica ao lado com cara de surpresa, espantada com a loucura, mas que não faria diferença nenhuma se ela não estivesse ali. Como o gibi era da Mônica, ela tinha que estar presente de alguma forma.

Depois quando Cascão já tinha seu gibi, em 'Cascão Nº 124', de 1991, fizeram uma nova versão com essa mesma piada, só que aí sem precisar colocar a Mônica ao fundo. Afinal, o gibi era do Cascão.



Mônica Nº 55 X Magali Nº 21

Magali comeu a maçã antes do personagem fazer o tiro ao alvo. Foi publicada em 'Mônica nº 55', de 1975, quando a Magali não tinha gibi próprio, com a Mônica atirando o alvo e a Magali com roupa normal e detalhe de outras maçãs comidas no chão. Já na nova versão, de Magali nº 21' teve um ar medieval, com castelo ao fundo e Magali com roupa de época e dessa vez foi o Cebolinha que atirou o alvo em vez da Mônica.



Cascão Nº 19 X Cebolinha Nº 54

A pipa se enrosca no logotipo do personagem, que faz força para tentar tirá-la. Essa piada foi um exemplo de que a mesma piada serve para personagens diferentes. Se quisessem colocar o Chico Bento ou qualquer outro menino também encaixaria perfeitamente. Publicaram primeiro em 'Cascão Nº 19, de 1987, e depois fizeram outra versão com o Cebolinha, sem grandes diferenças significativas, publicada em 'Cebolinha Nº 54', de 1991. 



Cebolinha Nº 38 X Mônica Nº 191

Cebolinha dá um nó no Sansão enquanto estava no túnel do amor com a Mônica e faz cara de santinho, como se não fosse ele quem deu o nó. Também como um caso de que a mesma piada serve tanto para a Mônica quanto para o Cebolinha. Muitas capas com o Cebolinha aprontando com a Mônica que saíram nos gibis da Mônica, dava perfeitamente para sair nos do Cebolinha e vice-versa.

Até que essas ficaram visualmente bem parecidas. A diferença maior é que na versão original, de 'Cebolinha Nº 38', de 1990, colocaram o Sansão olhando para cima e na 2ª versão, de 'Mônica Nº 191', de 2002, o Sansão ficou com jeito de coelho de pelúcia de verdade e a Mônica desenhada em ângulo diferente. 



Cebolinha Nº 99 X Cascão Nº 421

A onda do mar se revolta quando o personagem coloca a concha no ouvido. Primeiro fizeram com o Cebolinha, colocando a Mônica, Magali e um caranguejo fugindo assustados para dar uma graça maior, publicada em 'Cebolinha Nº 99', de 1995. Depois fizeram outra versão com o Cascão, publicada em 'Cascão Nº 421', de 2003.

Eu não gostei dessa versão com o Cascão, principalmente, porque ele não estaria em uma praia tão perto do mar e também fica difícil de imaginar como ele conseguiu escapar do banho nessa situação. Pelo jeito naquela época já estavam querendo limpar o Cascão a todo custo. De curiosidade, essa foi a última edição quinzenal de 36 páginas do personagem.



Dessas mostradas, nas 3 primeiras, preferi a 2ª versão, enquanto que as 2 últimas preferi a versão original. Não gosto muito dos traços da Mônica nas capas entre 1974 e 1976. Eles a deixavam com dentes enormes, um olhar estranho.  Engraçado que por dentro, os desenhos eram diferentes e gostava das histórias desenhadas daquele jeito. Eram só as capas que eram feias nesse período.

Para constar, as capas da Mônica da Editora Abril e de 'Mônica Nº 191' da Globo eu peguei na internet porque eu não tenho. As demais são da minha coleção.

12 comentários:

  1. Todas elas são bem interessantes. As que menos me simpatuzei foram as com o tema da maçã comida como alvo. As minhas preferidas foram as com o tema da linha embaraçada no logotipo e do túnel. As outras também são bacanas, muito bem feitas, mas estas eu achei as mais legais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Fabiano. Talvez vc não tenha gostado das com a maçã como tiro ao alvo por ser passada em uma época medieval em vez da contemporânea. Já eu gostei das piadas de todas, menos na última, especificamente do Cascão estar na praia perto do mar. Valeu pelo comentário.

      Excluir
    2. "Talvez vc não tenha gostado das com a maçã como tiro ao alvo por ser passada em uma época medieval em vez da contemporânea"

      Pode ser. Gosto de vê-los em roupas diferentes. só não curto quando ela se remete a determinadas épocas ou nichos. Provavelmente deve ser isso. Pra você ter ideia, só vi Gladiador depois de muito tempo, quando realmente não tive nada pra fazer.

      Sobre as duas revistas com a onda, eu achei curioso como elas se parecem. Parece até a mesma praia. Eu hein... tô fora! Mas achei legais. rsrsrs.... Só que queria saber que praia é essa, pra não passar perto.

      Um abraço!

      Excluir
    3. Bem interessante sua opinião. Já eu gosto de vez em quando pra diferenciar. Questão de gosto.

      Quem sabe não é a mesma praia né? rsrs; Ficou bem parecidas essas capas, até o fundo. Só colocaram uns prédios ao fundo no gibi do Cascão.

      Abraço

      Excluir
  2. Oi Marcos, ótima postagem comparativa. Capas com piadas são legais, mas, prefiro capas que trazem a chamada para a hq de abertura. Pelo menos no caso de hqs inéditas nos gibis mensais. A piada, para mim, deveria vir somente em tiras no final do gibi.

    Destas capas que você mostrou, essa do pipa enroscado é emblemática. Digo isso, por causa do perigo desta brincadeira próximo da rede elétrica, só isso. Eu não acho legal capas assim, neste sentido. A do arco e flecha a mesma coisa, tipo de brincadeira que não daria muito certo hoje em dia. Abraço.













    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Interessante Paulo, isso varia de cada gosto. Eu gosto mais com piadinhas e as com chamadas com a hq de abertura, só em hqs especiais.

      As da pipa enroscadas, o logotipo não deixa de representar uma rede elétrica. Não sei se seria censurada hj pq é uma brincadeira clássica, mas por causa da ideia de rede elétrica, mesmo q indiretamente, talvez, sim.

      Já as do arco e flecha, em ambas as versões pelo menos não tiveram flecha com ponta,aí talvez seriam publicadas atualmente. Abraços

      Excluir
  3. Patota é uma palavra engraçada, hehehe.
    Eu acho interessante esse ângulo que de vez em quando desenham a cabeça dos personagens, como na Mônica da capa de Cebolinha 38.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É engraçada sim, hj ninguém fala patota da Mônica, mas era comum naquela época.

      Eu tbm adorava os personagens com ângulo assim como nesse Cebolinha 38. Muito bem desenhados assim.

      Excluir
  4. Eu amo essa série sua. Dessas que vc citou, a única que tenho é CC #421, que é bem legal por dentro.

    Gostei. Abç.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm gosto dessa série, são bem divertidas essas comparações. Quanto a esse gibi do Cascão 421 não gostei muito, muitas hqs mudas longas, inclusive a de abertura.

      Excluir
  5. Oi, Marcos, tudo bem? Essa série é muito interessante. Gosto de ver o estilo diferente dos capistas de diferentes épocas. Realmente as capas da Mônica estão com um traço estranho, mas mesmo assim muito melhor que os traços de hoje com aqueles olhos esbugalhados e tudo o mais. Abraços e apesar de estar comentando menos sempre leio suas postagens (virei pai, e o futuro leitor toma um pouco meu tempo) :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achava estranho os traços da Mônica nas capas das revistas entre 1974 a 1976, ficavam diferente das hqs por dentro. Colocavam um dentão nela q parecia as caricaturas do Cebolinha rs. Mas, sem dúvida, ainda assim eram melhores q os desenhos nas hqs dos gibis atuais, sem comparação.

      Valeu por ter gostado e parabéns pelo nascimento do seu filho.

      Excluir