sábado, 10 de janeiro de 2015

Personagens Esquecidos 11: Manezinho


Manezinho foi um dos primeiros personagens criados pelo Maurício de Sousa e que foi esquecido, mas retornou anos depois. Nessa postagem, falo sobre esse personagem.

Criado em 1959, como o amigo do Franjinha nas tiras de jornais do "Bidu e  Franjinha", Manezinho não tinha personalidade definida, apenas foi um personagem secundário, por volta de 10, 11 anos de idade, para contracenar com o Franjinha. Nessa época foram criados também o Titi, Jeremias e Humberto, todos com essa finalidade e nenhum com característica própria, nem o Franjinha tinha, por sinal. Apenas o Humberto que já era mudo, só falando "Hum!"Hum!". O nome Manezinho provavelmente foi em homenagem ao jogador de futebol Mané Garrincha. 

Quando foi lançado o gibi do Bidu pela Editora Continental em 1960, os personagens também apareceriam nos gibis em peso, inclusive o Manezinho, mas sempre servindo apenas para contracenar com o Franjinha, como a gente pode ver na história "O Cachorro falante", que foi a de abertura de 'Bidu Nº 1', de 1960. Nela, um mágico tenta fazer o Bidu falar, mas a mágica dá errada e acaba o mágico trocando de corpo com o Bidu, fazendo com que o Franjinha pense que o Bidu está realmente falando.

Trecho da HQ "O cachorro falante" ('Bidu Nº 1' - Ed. Continental, 1960)

Dá para notar que o Manezinho apenas fez participação nela e que os traços, tanto dele como de todos os personagens, eram completamente diferentes do que a gente vê hoje e até mesmo nos anos 70. Afinal, eram os primórdios dos trabalhos do Mauricio e nem estúdio tinha ainda.

Já na história "O ovo da discórdia", em que o Bidu e os meninos encontram um ovo gigante perto do campinho e cada um faz planos para tirar proveito do ovo, já que pensavam que era de dinossauro, Manezinho teve uma participação maior, com uma página só dele, mostrando o que ele faria com o tal ovo de dinossauro.

Trecho da HQ "O ovo da discórdia" ('Bidu Nº 1' - Ed. Continental, 1960)

Manezinho apareceu também em outros gibis do Bidu da Editora Continental e nas tiras de jornais e quando o gibi foi cancelado apenas nas tiras. Em 1970, com o lançamento do gibi da Mônica pela Editora Abril, ele continuou aparecendo. Como os gibis passaram a ser coloridos, o Manezinho passou a ser colorido com camisa branca e bermuda vermelha. Logo na história de estreia de 'Mônica Nº 1', "A Mônica é daltônica?", ele faz participação no plano infalível criado pelo Zé Luís, para que a Mônica pense que é daltônica.

Nesse mesmo gibi, a história "O cachorro falante" foi relançada, só que sendo redesenhada, colorida e adaptada para o estilo dos gibis do final dos anos 60. Ou seja, tinha o mesmo roteiro, só que com mais falas, tanto que na história original de 1960 tinha 4 páginas no total, enquanto que na de 1970, passou a ter 8 páginas. Logicamente o Manezinho não podia ficar de fora nela.

Trecho da HQ "O cachorro falante" ('Mônica Nº 1 '- Ed. Abril, 1970)

Em "Quem conta um conto", de 'Mônica Nº 2', de 1970,  também teve participação do Manezinho. Nela, o Franjinha ouve um comentário que sua barriga é supérflua e ele achando que é coisa boa espalha a novidade a seus amigos, que espalham também para todo mundo só que mudando a palavra para superfluor e superfuro, causando muitas confusões.

Trecho da HQ "Quem conta um conto" ('Mônica Nº 2' - Ed. Abril, 1970)
Manezinho continuou aparecendo no início dos anos 70, até porque muitas histórias eram adaptadas dos gibis do Bidu da Editora Continental e também de tiras de jornais, já que muitas delas eram histórias que saíam diariamente de forma seriada, mostrando 3 quadrinhos por dia, ficando meses circulando. Depois, o Mauricio adaptava essas tiras dos anos 60 para serem aproveitadas em uma única história para os gibis.

Uma das últimas aparições do Manezinho em sequência foi na história "Bidu e o mágico", de 'Cebolinha Nº 15', de 1974. Nela, Bidu foge de casa depois do Franjinha reclamar que ele não sabe fazer nenhum truque que os outros cachorros fazem, e acaba virando atração de circo. Franjinha e Manezinho veem o Bidu na plateia e tentam salvá-lo de lá. Nessa, o Manezinho até estava com uma camisa azul, e, com isso, uma roupa diferente da tradicional camisa branca e bermuda vermelha.

Trecho da HQ "Bidu e o mágico" ('Cebolinha Nº 15' - Ed. Abril, 1974)

A partir daí, Manezinho aparecia só de vez em quando no decorrer dos anos 70 e depois de algum tempo mais sumido, retornou participando na história "Zé Luis, o antiatleta", por volta de 1983 e republicada em 'Almanacão de Férias Nº 5', de 1989, em que o Zé Luís dá um chute na bunda do Manezinho jogando futebol e é expulso da partida. Com isso, o Anjinho tenta ajudar o Zé Luís a escolher o melhor esporte para ele praticar, só que nenhum dá certo. Nela, o Manezinho participa só na primeira página, e já com os traços adaptados para os anos 80.

Trecho da HQ "Zé Luís, o Antiatleta" (republicada em 'Almanacão de Férias Nº 5')

Após essa aparição-relâmpago, Manezinho ficou sumido de vez, não participando mais de nada, ficando no limbo do esquecimento. Ficou sumido pelas circunstâncias de novas coisas surgindo e acabou ficando esquecido pela MSP. E ficou assim até em 2004, quando o personagem volta a aparecer nos gibis. 

Com a criação da Turma do Bermudão, o Manezinho foi lembrado e resolveram colocá-lo como integrante do grupo, junto com Franjinha, Titi e Jeremias. A Turma do Bermudão, um núcleo com personagens por volta de 10, 11 anos de idade (fase de pré-adolescência) e com histórias mostrando dilemas dessa faixa de idade de transição da infância para adolescência. Viviam de calças compridas até altura da canela cheias de bolso, denominadas "bermudões" e nas suas histórias, eles andavam juntos, falavam gírias, procuravam namoro e não aceitavam brincar com as crianças menores porque eles já se sentiam como adultos, além de querer que os outros seguissem o estilo de vida deles.

Turma do Bermudão

Em algumas histórias, um deles ficaram de fora, só mostrando 3 personagens. De vez em quando, Cebolinha, Cascão, Xaveco e outros meninos menores queriam entrar para turma deles, mas sem sucesso, até por causa da idade.

Ao invés de criarem personagens novos para esse núcleo, preferiram colocar personagens já existentes. Por coincidência, os integrantes foram os mesmos da época dos gibis do Bidu da Editora Continental, só o Humberto ficando de fora, já que a partir dos anos 70, ele passou a ter a idade de 6 anos, as mesmas do Cebolinha e do Cascão, diferente nos anos 60, quando o Humberto era mais velho, com a mesma idade do Franjinha.

Uma história de destaque foi a "Turma do Bermudão no Parque, não", de 'Parque da Mônica Nº 144', de 2004. Nela, a Turma do Bermudão vai ao Parque e os meninos estranham a presença deles lá. Cada vez que eram vistos nos brinquedos, eles disfarçam, dando desculpas que não estão brincando, apenas vendo se estão funcionando e coisas semelhantes. No final, eles aceitam que ainda são crianças e vão brincar juntos com os meninos, com uma bonita mensagem  que não se deve privar de coisas que você gosta só porque cresceu e que a sociedade acha errado.

Nessa história tem até uma curiosidade do Jeremias não aparecer junto com eles,  só que aparece nela mais crescido que a Turma do Bermudão, aparentando ter a mesma idade do Zé Luís, que tem 16 anos.

Trecho da HQ "Turma do Bermudão no Parque, não" ('Parque da Mônica Nº 144' - Ed. Globo, 2004)

Além da Turma da Bermudão, o Manezinho também a aparecer sozinho às vezes, participando das histórias com a Turma da Mônica. Com a sua volta, ele passou a ter uma característica própria: o seu nome verdadeiro passou a ser Manuel, sendo filho de portugueses e foi falado que ele sumiu porque estava morando em Portugal.

Uma das histórias que ele aparece sem ser na Turma do Bermudão foi a "Conheço você de algum lugar", de 'Cebolinha Nº 232', de 2005. Nela, Dudu encontra o Manezinho na rua e diz que não o conhece, chegando a confundir com um ET e o tenista Guga. Após ver o gibi 'Mônica Nº 1' de 1970 do seu pai, Dudu descobre quem era o Manezinho, só estranhando que tinha cara pontuda. Manezinho revela, então, esse fato que sumiu porque estava morando em Portugal com os pais e que voltou. No final, depois do Manezinho ir embora, o Dudu encontra o Nico Demo, perguntando se  conhece de  algum lugar, começando a confusão novamente. tem umas tiradas engraçadas, o que estraga são as caretas exageradas, já comuns na época.

Trecho da HQ "Conheço voc~e de algum lugar" ('Cebolinha Nº 232' - Ed. Globo, 2005)

Em 2007, Manezinho ganhou um irmão caçula, o António Alfacinha, que veio de Portugal para morar com ele. Estreou em 'Cebolinha Nº 7' na história "António Alfacinha (O miúdo luso)", dividida em 3 partes, em que o Alfacinha ensina a Turma do Bermudão e o Cebolinha palavras curiosas da linguagem portuguesa, como "encarnada" que significa "vermelha", "catita", que é "engraçado", "xaveco", que é "velharia", e assim por diante, e ainda participa de um plano infalível contra a Mônica.

Trecho da HQ "António Alfacinha (O miúdo luso)" ('Cebolinha Nº 7' - Ed. Panini, 2007)

Vale lembrar que nessa história, o Franjinha não pareceu na Turma do Bermudão e o personagem António Alfacinha anda sumido também dos gibis.

Manezinho continuou a aparecer com frequência em outras histórias depois dessa com a Turma do Bermudão até por volta de 2012, mas nos últimos anos, tem aparecido poucas histórias desse grupo e nem histórias do Manezinho sozinho, contracenando com a turma. Acredito que não seja uma volta do personagem ao limbo, mas é que como os gibis novos estão cada vez mais voltados a crianças bem pequenas até por volta de 8 anos, então histórias da Turma do Bermudão não correspondem com a faixa etária do público alvo. Quando algum enredo puder encaixar o Manezinho, ele aparecerá de novo e com certeza quando tiver história da Turma do Bermudão, o Manezinho estará também.

Termino mostrando algumas capas dos gibis citados na postagem com presença do Manezinho:

Capas: 'Bidu Nº 1' (1960), 'Mônica Nº 1' (1970), 'Mônica Nº 2' (1970), 'Cebolinha Nº 15' (1974), 'Almanacão de Férias Nº 5' (1989), 'Parque da Mônica Nº 144' (2004), 'Cebolinha Nº 232' (2005), 'Cebolinha Nº 7' (2007)

33 comentários:

  1. Adorei os traços dele dos anos 80, bem melhores que os de hoje. Eu gosto deste personagem, ele é legal. O Manezinho tem algumas coisas em comum com o Xaveco, pois quando foram criados, eram apenas secundários, só faziam ponta nas histórias e não tinham uma característica marcante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, traços dos anos 80 sempre melhores, sem comparação. De fato, bem semelhante com o Xaveco, sem nada marcante, só participava.

      Excluir
  2. Se colocar um dente...vira primo da mônica!! kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque o Manezinho, quando apareceu na HQ Zé Luís, O Antiatleta, tinha os cabelos parecidos com os da Mônica, não é?

      Excluir
    2. Em vez do Zé Luís, bem q podiam ter colocado o Manezinho como irmão da Mônica. Tudo a ver rsrs.

      Sim, na hq do Zé Luís foi quando o Manezinho ficou mais parecido com a Mônica.

      Excluir
  3. Marcos eu também tenho um blog, mas não é sobre turma da Mônica não, é sobre zoologia. Estava editando e reformulando ele, por isso tem poucas postagens. Pode dar uma olhada nele, se não for incomodar?

    http://brunochavesanimais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ótima postagem!!
    Na primeira vez que vi o Manezinho pensei que ele era algum parente da Mônica, por causa do cabelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q bom q vc gostou da postagem. Valeu.

      Eu tbm pensava isso rsrs. Ainda mais q a primeira vez q o vi foi nessa hq do Almanacão de Férias 5, q ficou com o cabelo mais parecido ao da Mônica.

      Excluir
  5. Essa coluna do blogue é sempre enriquecedora!
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal q vc gosta dessa coluna, Kleiton. Bom saber. Já eu não curto muito rs

      Excluir
  6. A aparição mais recente que eu vi da turma do bermudão foi na Mônica #89 (maio de 2014), na história "Uma bermudinha na turma". Só que o Manezinho não apareceu, sendo só o trio Franjinha, Titi e Jeremias, contracenando com o Dudu. Depois dessa fica evidente que o personagem foi pro limbo mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creio. Acho que vi hq com ele depois disso. Só não é tão comum.

      Excluir
    2. Acho q só o tempo dirá se ele vai voltar para o limbo, pq ainda é muito recente. Tem hqs q não parecem os 4 personagens juntos, as vezes falta 1 e pelo visto nessa aí foi o Manezinho.

      De fato, tem algum tempo q não o vejo nos gibis, dentre os q folheei. Vamos aguardar se ele vai voltar a aparecer ou não.

      Excluir
  7. Bela postagem, até acho bom o Manezinho ter poucas aparições, até porque ele não é muito marcante rs, só não gosto quando abusam de aparições, como o Xaveco, já está cansando esse excesso de piadas por ele ser secundário.

    A Marina completa 20 anos este ano né? Sugiro uma postagem dela, se não for incomodo, até imagino que você já iria fazer.

    E parabéns pelo post, gosto muito dessa coluna de esquecidos também!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bom aparecer naturalmente, sem ficar forçando a barra q é secundário. De vez em quando a piada tudo bem, mas sempre fica cansativo mesmo. Vamos aguardar novas aparições do Manezinho.

      Bom saber q vc gosta dessa coluna. Valeu! Já eu não curto muito. Quanto a Marina, se der eu faço postagem sobre os 20 anos da personagem.

      Excluir
  8. Muito bom. Há muito queria uma "Personagens esquecidos" com ele rs. Deixa eu só fazer uma observação. Tem um almanaque do Cascão (eu tenho mas não recordo o número) da Editora Abril onde ele aparece como sempre pra fazer tamanho. A história é uma onde o Cascão se recusa a participar de mais um plano com o Cebolinha, e com isso o Cebola chama os outros meninos. O plano consiste em os meninos fingirem que desenvolveram uma espécie de síndrome do pânico ao ver a Mônica devido a anos de coelhada..No fim das contas o plano dá certo mas o Cascão estraga tudo. Creio que é do fim dos anos 70 o iniciozinho dos 80.

    No mais...muito bom. Que bom que voltou, afinal, é um dos primeiros personagens. Mas de fato tenho que confessar que não é lá muito marcante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não lembro dessa hq do Cascão, acho q não tenho. Depois de 1974, o Manezinho devia aparecer só de vez em quando, muito raramente, até sumir de vez no início dos anos 80.

      Ele não é muito marcante, só um personagem secundário, mas ele é legal. Tomara q não suma de novo. Vamos aguardar.

      Excluir
    2. Só pra constar. Fui pesquisar e o almanaque é o N°12 da Editora Abril HQ "Um plano sem o Cascão". Se souber dizer o ano original da publicação...

      Ps: Só outro detalhe. O Teveluizão aparece naquela HQ do Zé Luis que vc postou. Agora que fui ver. Outro que sempre foi seundariozaõ da turma hehe

      Excluir
    3. Ah tah tenho esse almanaque, mas só procurando pra saber a data original. No almanaque mostra o código na hq aí fica fácil saber em qual gibi saiu na original.

      O Teveluisão pelo menos tinha a característica de só ver televisão o tempo todo. O Manezinho não tinha nenhuma característica quando criado.

      Excluir
    4. Amigo, creio que essa HQ que tá falando deve ser Um Plano Sem o Cascão, de CB # 107, de 1981. O enredo eu acho que é esse mesmo que você falou. Só não tenho certeza, porque eu nunca li essa HQ antes, mas sabe se ela foi republicada? Abraços!

      Excluir
    5. Ah, sim! Marcos, essa HQ do Plano Sem o Cascão é originalmente de Cebolinha #107, de 1981, mas acho que você só tem o almanaque, já o gibi original, você não deve ter, né?

      Excluir
    6. Daniel, eu tenho o Cebolinha 107 original e o Almanaque do Cascão 12, mas não lembro mais dessa hq, só procurando aqui...

      Excluir
  9. Marcos, parabéns por você ter falado do Manezinho! Eu ainda não tinha comentado pra você fazer um Personagens Esquecidos, mas já que você postou, tudo bem.

    Eu já sabia que o Manezinho fazia parte da Turma do Franjinha, mas que o Humberto também fazia parte da turma, não sabia. Afinal, eu sempre achei que no gibi original do Bidu 1, de 1960, tava mais parecendo o Xaveco do que o Humberto.

    Essa HQ do Cachorro Falante deve ser ótima, mas não gostei muito da versão original de 1960. Sei lá, é tudo em preto-e-branco e os quadrinhos eram pequenos demais! Prefiro mais o remake feito no gibi Mônica # 1, de 1970, afinal, nessa época, os gibis começaram a ser mais coloridos e os traços eram excelentes. Do tempo dos traços pontudos da turma.

    Essa HQ Quem Conta um Conto eu acho que já conhecia, mas também não lembro se já conhecia ou não. Talvez foi na Coleção Histórica, mas acho que não conhecia.

    Agora falando em Coleção Histórica, vou fazer uma análise: As imagens das páginas das HQ O Cachorro Falante (o original) e O Ovo da Discórdia você pegou do fac-smile do Bidu 1, que veio de brinde com o livro Bidu 50 Anos, o remake do Cachorro Falante você pegou desse mesmo livro do Bidu, e as HQs Quem Conta um Conto e Bidu e o Mágico você pegou da Coleção Histórica. Tô certo?

    Essa HQ Bidu e o Mágico eu já conheci recentemente. Eu até tenho o Cebolinha 15, mas não é a versão original de 1974, e sim o relançamento da CHTM de 2010.

    Agora que vem a parte engraçada: Nessa HQ do Zé Luís de 1983, diz pra mim se é verdade ou mentira: É verdade que nessa HQ do Zé Luís, o Manezinho realmente ficou parecido com a Mônica? Acho que sim, pois o cabelo dele nessa história é parecido com o cabelo da Mônica. E se colocar um dentão nele, fica parecendo o primo dela, mas sério, se ele tivesse um dentão, seria ele o irmão da Mônica, não o Zé Luís.

    Mas apesar disso, esse Almanacão de Férias # 5 deve ser ótimo mesmo! Eu, inclusive, já tive ele, mas até hoje não sei que fim levou esse almanacão. Quem sabe eu procure de novo.

    Eu acho que não lembro de muita coisa desse almanacão, porque não tenho mais, mas lembro que tinha uma reportagem que as crianças dos EUA fizeram caras de abóboras da Turma da Mônica para o Halloween. Só não lembro mesmo se era assim que falava a reportagem. Como você tem ele, será que a reportagem era assim que eu citei?

    E nesse Almanacão, deve ter HQs excelentes dos anos 70 e 80. Mas como não tenho mais, por favor: Como você tem mesmo o almanacão, diga qual foi a HQ que abriu esse almanacão e não se esqueça de falar do enredo dela. Se não lembrar do enredo, quem sabe você fala dela um dia, pra eu ficar sabendo ou relembrando.

    E pelo fato de eu ter tido esse almanacão, creio que eu já conhecia a HQ do Zé Luís, mas chega de falar desse almanacão, acho que você já entendeu que não tenho mais ele. E fique torcendo pra eu procurar esse almanacão de novo. Aliás, fique torcendo pra que eu encontre todos os almanacões dos anos 80 e 90.

    Eu também já sabia que o Manezinho fazia parte da Turma do Bermudão, mas a HQ do Parque da Mônica # 144, juro que eu não conhecia.

    Eu já tive esse gibi do Cebolinha # 232, lembro que até comprei na época. Mas assim como o Almanacão de Férias # 5, é mais um que eu perdi, ou seja, sobre essa HQ do Manezinho, não lembro se eu já conhecia a HQ ou não.

    E sobre esse gibi do Cebolinha # 7, de 2007, eu lembro que na época, eu queria tanto comprar esse gibi, mas não consegui comprar. Quem sabe eu procuro esse gibi.

    Então, esse foi meu comentário. Eu sempre relembrarei o Manezinho, ele é bem antigo, mas até algumas HQs com ele eu até que conhecia. E espero mesmo que você fique torcendo pra que eu procure de novo o Almanacão de Férias # 5, e não se esqueça de falar da HQ que abre esse almanacão e o enredo dela. Aliás, você bem que poderia falar de outras HQs desse almanacão, blz? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel, as imagens eu peguei nessas revistas q vc citou, mas q diferença faz aonde peguei?

      Como vc viu aí, achei o cabelo do Manezinho parecido com a da Mônica na hq do Zé Luís. A hq q abre o Almanacão #5 é "Mônica é um anjinho", de MN #153, de 1983. Quando der, falo dessa hq e de outras desse Almanacão.

      Tem uma reportagem assim como vc falou nesse Almanacão. Boa sorte na sua procura dos gibis. Abraços

      Excluir
  10. eu não lembro absolutamente nada desse personagem, talvez por ele nãoter aparecido na fase Globo, que foi onde eu li as historias da turma. Mas lembro do gibi em que aparece o Alfacinha, o irmão dele, que aliás foi outro personagem que tb foi pro limbo do esquecimento, eu pelo menos não lembro dele ter aparecido mais depois disso. Abç.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, na Globo o Manezinho começou a aparecer a partir de 2004 e eu tbm não acompanhei o personagem. O Alfacinha realmente anda sumido, apareceu em algumas hqs de 2008 e 2009 , mas depois sumiu. Abraços

      Excluir
    2. Marcos, eu também não acompanho o Alfacinha, mas lembro que li a HQ de estreia dele, apesar de não ter tido o gibi, e a última vez que eu o vi foi na HQ Era uma Vez Um Aniversário, de MN # 27, de 2009. E não sei se ainda estão fazendo HQs dele. E você? Sabe? E qual foi a última vez que você viu o Alfacinha? Abraços!

      Excluir
    3. Não sei em qual foi a hq q o Alfacinha apareceu, acho q foi em 2009, no máximo 2010. Ultimamente não apareceu mais, nem em hqs solo, nem participando.

      Excluir
  11. Outros personagens que estão sumidos é o Horácio, nunca mais apareceu e a Maria Cebolinha, irmã do Cebolinha, esta sumida faz um tempo ja. Nunca mais vi histórias em que esses personagens apareçam!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Horácio s´oaparece de vez em quando mesmo, quando resolvem fazer hqs com ele, já q antigamente era só o Mauricio q escrevia hqs dele.

      Já a Maria Cebolinha nem reparei nisso. Não acompanho os gibis novos, aí nem sabia q ela não vem aparecendo. Tomara q voltem a aparecer. Eles são legais.

      Excluir