quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Personagens Esquecidos 9: Bernardão


Bernardão foi um personagem criado nos anos 60 nas tiras de jornais e que hoje está na galeria de personagens esquecidos. Nessa postagem, falo sobre esse personagem.

Bernardão foi criado em 1963, nas tiras do  do Cebolinha do jornal "Folha de São Paulo". Sempre vestido todo de preto e com sardas no rosto  e olhos fechados, ele trazia o azar para os outros sempre que se aproximava. Ou seja, quando ele aparecia, acontecia alguma coisa desagradável com quem estava perto, como de repente cair um balde de tinta ou um asteroide na cabeça, cair em um buraco, fazer cair uma pedra gigante, que estava há centenas de anos parada, entre outras.

Primeira tirinha do Bernardão em 1963, tirada de 'As Tiras Clássicas da Turma da Mônica' volume 1 (2007)

Vale lembrar que o Bernardão não tinha azar e as coisas ruins não aconteciam com ele, apenas com os outros. Por causa do seu azar, ninguém queria se aproximar dele, por isso ele sempre estava triste e sentia complexado, porque ele achava que não trazia azar e as tragédias eram só coincidências.

Tirinha tirada de 'As Tiras Clássicas da Turma da Mônica' volume 1 (2007)
Ele aparecia para qualquer um e, com isso, todos os personagens o conhecia, mas quem mais sofria mesmo com suas aparições era o Cebolinha, que ficava desesperado só em saber que o Bernardão estava se aproximando. As vezes, o Cebolinha estava com um dia de sorte, só coisas boas estavam acontecendo, mas era só o Bernardão chegar, que passava a ter azar.

O Bernardão torcia par ao Santos e, então, era comum também tirinhas fazendo piadas com o mau desempenho do time e jogadores de futebol nos campeonatos da época. Normalmente, ele aparecia com olhos fechados, mas as vezes aparecia de olhos abertos, como nessa tirinha abaixo:

Tirinha tirada de "As Tiras Clássicas da Turma da Mônica" volume 1 (2007)

Apesar do Bernardão trazer azar, o Cebolinha ainda preferia a sua companhia do que a da Mônica braba. Para ele, era mais seguro ficar com o Bernardão do que apanhar dela. 

Tirinha tirada de 'As Tiras Clássicas da Turma da Mônica' volume 2 (2008)
Por curiosidade, o Bernardão foi baseado em um jornalista amigo do Mauricio de Sousa, que provocava também azar quando se aproximava. E o Mauricio levava essas situações reais para as tirinhas, mas, claro, que a maioria das vezes com certos absurdos, tão característicos da época.

Bernardão apareceu com frequência entre 1963 e 1966, quando infelizmente, o personagem foi para o limbo do esquecimento, ainda na fase de tirinhas de jornais, provavelmente por causa da sua característica de trazer azar par aos outros, não foi muito bem aceita pelo público.

Suas tirinhas foram republicadas na Editora Panini nos volumes 1 e 2 dos livros "As Tiras Clássicas da Turma da Mônica". Abaixo, a sua última tirinha em que apareceu:

Última tirinha do Bernardão, ttirada de 'As Tiras Clássicas da Turma da Mônica' volume 2 (2008)

Desde então, ele não foi mais sequer lembrado, até voltar a surgir em 2005, participando da história "O Arrependiz", uma paródia ao programa de TV "O Aprendiz" da Record, de Cebolinha # 229, da Editora Globo, só no quadrinho final, junto com outros personagens esquecidos dos anos 60, como o Garotão e o Nico Demo, para dar graça na história. Interessante que os personagens que só apareceram em tiras de jornais, apareceram em preto e branco, e ele foi um deles.

Trecho da HQ "O Arrependiz", de 'Cebolinha # 229' (Ed. Globo, 2005)

Depois dessa, foi lembrado também em na Editora Panini em 2011, na história "Mistério Cinquentão", de Mônica # 50, em que a Mônica vai atrás do Cebolinha, visitando todos os núcleos de personagens à procura dele. Quando a Mônica visita a ilha dos personagens do limbo, o Bernardão aparece, mais uma vez, junto com outros personagens que estão no limbo do esquecimento e, mais uma vez, fazendo referência que é um personagem esquecido. Uma coisa que notei agora, que Rubão e Mariazinha nunca são lembrados nesses encontros de personagens do limbo. Uma pena.

Trecho da HQ "Mistério Cinquentão", de Mônica # 50 (Ed. Panini, 2011)

A última aparição do Bernardão, foi em 'Clássicos do Cinema # 30 - Peraltas do Caribe', de 2012, e nessa ocasião a sua presença mais notável e fazendo referência à sua característica de trazer azar, e, não só sendo lembrado como personagem esquecido. 

Nessa história, ele contracenava com o Cebolinha e o Cascão e sempre que aproximava acontecia algo ruim, como surgir a Mônica de repente para bater no cebolinha, fazer a borda do convés, deixando o Cebolinha cair no mar e derrubar o Anjinho no mar com um tapa, já que deu câimbra nas asas . Foi apenas uma homenagem, com 3 aparições rápidas, e sua presença não interfere na história que parodia o filme "Piratas do Caribe".

Trecho de 'Clássicos do Cinema # 30 - Peraltas do Caribe' (Ed. Panini, 2012)

Interessante que quando o Bernardão queria pronunciar a palavra "azar", era sempre interrompido pelo Cebolinha ou o Anjinho, que o mandava se calar ou colocavam a mão na boca do Bernardão para não falar. Isso foi uma piada com o politicamente correto, já que nos gibis atuais, por incrível que pareça, a palavra "azar" está proibida, e quando precisam falar, é substituída por "má sorte", "zica" ou coisas do gênero. Chega a ser absurdo e bobo isso, a MSP ser supersticiosa a ponto de tirar essa palavra nos gibis. 

A história dessa edição de 'Clássicos do Cinema # 30' está prevista para ter uma continuação, como é falada na revista, só que sem previsão de quando será lançada. Então, se tiver mesmo, é capaz do Bernardão aparecer também nessa continuação.

Como podem ver, Bernardão era um personagem muito divertido, pena que durou tão pouco. Não merecia ir para o limbo tão rápido. Uma volta frequente sua, protagonizando histórias ou tirinhas, seria impossível. Afinal, se nem a palavra "azar" não pode aparecer nos gibis atuais, imagine um personagem causando azar por onde passa. Nos anos 60, ele já não foi muito aceito e excluído por causa disso, hoje muito menos. A tendência é aparecer apenas em pequenas homenagens como essas que mostrei na postagem, quando precisarem mostrar personagens esquecidos.

Termino mostrando as capas das edições citadas com presença do Bernardão dessa postagem:

Capas: 'As Tiras Clássicas da Turma da Mônica' volumes 1 e 2 (2007/08), 'Cebolinha Nº 229', 'Mônica Nº 50' (2011) e 'Clássicos do Cinema Nº 30' (2012)

18 comentários:

  1. Quanto tive o primeiro contato com as tiras clássicas, gostei do Bernardão. É um personagem com potencial, mas que foi posto mesmo de lado. Mas minha cisma sempre será o desperdício do Nico Demo!!!
    Ótima, completa e bem pesquisada postagem, como sempre.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm passei a conhecê-lo pelas Tiras Clássicas. Foi um personagem legal, pena mesmo q foi par ao limbo. E o Nico Demo merecia algo melhor nos gibis atuais, mas o politicamente correto não deixa.

      Q bom q gostou da postagem. Abraços

      Excluir
  2. Olá! Não conhecia o personagem. não tenho essas tiras clássicas e muito menos essa edição de número 50 da Panini. Portanto, posso dizer que não tenho material nenhum com o personagem. Eu me lembro da tal Mariazinha e o Rubão. Quem sabe, um dia eles voltam...



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Bernardão era um ótimo personagem. Pena vc não ter nenhum material com ele.

      Rubão e Mariazinha eram excelentes, seria bom q voltassem um dia, mas por causa das atitudes machistas do Rubão, não seria a mesma coisa. Queria q pelo menos q eles aparecessem nessas homenagens especiais mostrando personagens do limbo.

      Excluir
  3. Oi Marcos, bem legal a postagem, com pesquisa e bastante informação. O universo mauriciano é muito rico nos personagens, e ao longo do tempo muitas experiências com personagens foram sendo feitas, algumas foram pra frente, outras ficaram no tempo. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, na época das tiras dos anos 60, faziam experiências e iam vendo o q dava certo ou não, daí o motivo de sumirem de repente. Alguns podiam ter continuado até hj. Abraço

      Excluir
  4. Nunca tinha ouvido falar nesse personagem, valeu por mais essa "descoberta" Marcos! rsrsrrs

    ResponderExcluir
  5. muito boa a postagem, parabéns, gostei dele. Achei desnecessário ele ter sumido só por dar azar, tendo em vista que em outras produções também existem personagens que dão azar. Agora sobre o Caso do Rubão e Mariazinha não aparecerem mais, acho que é porque eles eram bem mais politicamente incorretos que os outros, até mais que o Nico Demo, tendo e vista que muitas feministas protestaram contra o Rubão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm achava q o Bernardão não precisava sumir, era um personagem legal. Quanto ao Rubão e Mariazinha foi isso mesmo, o movimento feminista não permitiu q eles continuassem. Mas podiam aparecer em homenagens como foi na hq de Mônica nº 50.

      Excluir
    2. O engraçado é que ele não tinha azar, pelo contrário, ele era sortudo, os outros é que se davam mal. rsrsrsrs

      Excluir
    3. Verdade, com ele não acontecia nada rsrs

      Excluir
  6. Já conhecia o um pouco sobre o Bernardão. Mais um que não entrou na era do gibis! Uma pena, já que poderiam ter muitas confusões envolvendo o personagem futuramente. Uma vez vi em uma entrevista com o Maurício, ele falando que o personagem era muito pesado....bastante negativo, e por isso resolveu tirá-lo.

    Aliás, seguindo essa linha da temática de personagens esquecidos, o que vc acha de fazer uma série mostrando a evolução e mudanças ao longo dos anos? Tipo, escolhe o Franjinha e faz um resumo desde 1959 até agora 2014, mostrando quando era o principal, falando de algumas das suas HQs, a fase que apareceu mais, a fase que apareceu menos, mudanças de características etc, até os dias atuais. Depois vai escolhendo outros personagens, e assim sucessivamente...Mas enfim, só uma sugestão. Muito boa postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Bernardão tinha um ar meio negativo, mas era engraçado. Podia ter continuado pelo menos nas tiras sem precisar aparecer nos gibis.

      Valeu por ter gostado. Se der, faço algo sobre a sua sugestão.

      Excluir
  7. Adoro saber sobre os personagens esquecidos! bj

    ResponderExcluir
  8. Adorei muito essa postagem do Bernadão, Marcos! Legal é que eu não o conhecia, mas já que você falou sobre ele, agora já fiquei conhecendo.

    Mas sabe o que é? Eu queria que você fizesse uma postagem falando sobre os personagens da Turma da Mata, Zé Fuinha e Zé Furão, mais conhecidos como Os Pilantras da Mata. Esses dois eram dois lunáticos que faziam muitas pilantragens na mata e enchendo o saco do Jotalhão, Raposão, Rei Leonino, Coelho Caolho e muitos outros.

    Posso não ter lido uma história em que eles aparecem, mas sei muito bem como eles são: O Zé Fuinha era o chefe da dupla, ele era baixo, esperto, inteligente e muito estressado, já o Zé Furão era o contrário, ele era alto, bocó, burro, não sabia de nada e sempre estragava os planos do "chefia".

    Sério mesmo, adoro essa dupla, são uns dos personagens da MSP que racho muito de rir. Mas vou dizer de novo, eu nunca li nem sequer uma história em que eles aparecem. Se você conhece essa dupla, diga exemplos de histórias em que eles aparecem e fale se as características que falei deles tão certas. Ah, não se esquece de fazer uma postagem sobre eles, tá? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá legal, quando der falo do Zé Fuinha e Zé Furão, aí mostro esses detalhes. Só não dá pra entender se como vc adora eles, se nunca leu hqs deles rsrs.

      Excluir