sábado, 29 de março de 2014

Uma história do Astronauta com os Bitounianos

A história que eu compartilho é de quando o Astronauta foi confundido por um ser Bitouniano, causando muita confusão para ele. Ela tem 8 páginas e foi publicada originalmente por volta de 1983 e que eu li pela primeira vez quando foi republicada no 'Almanaque do Cebolinha nº 13' (Ed. Globo, 1991).

Capa de 'Almanaque do Cebolinha Nº 13' (Ed. Globo, 1991).

Nela, o Astronauta em mais uma de suas viagens espaciais, atravessa uma galáxia desconhecida e se depara com uma nave estranha vinda em sua direção. Preocupado, ele afirma que precisa fazer alguma coisa e começa a rezar um Pai-Nosso.


Nessa hora, o computador começa a dar um sinal como se os tripulantes da outra nave quisessem falar com o Astronauta. Ele ajusta o sinal da tela de comunicação e primeiro recebe o sinal da novela da Terra, mas depois consegue ajustar o da nave inimiga.

Então, o Capitão da nave Metamorfose Ambulante manda que o Astronauta se renda ou serão obrigados a forçá-lo a isso. É que ele foi confundido com um ser Bitouniano. O Astronauta fala que não era um deles e o Capitão Zoff manda que os seus guardas entrem na nave para averiguação. Lá, os ETs o mandam ir para a nave deles, e Astronauta resiste, dizendo que iam só fazer averiguação. Então, eles usam a força, que era uma disputa de quebra de braços. Astronauta perde e é levado para a nave Metamorfose Ambulante.


Astronauta reafirma que não é um Bitouniano e o Capitão Zoff diz que consegue identificar muito bem um e o manda prender, sendo chutado para o calabouço. Lá, ele encontra os tais seres Bitounianos e fala que foi preso porque pensaram que ele era um deles. Então, os Bitounianos contam ao Astronauta que no sistema deles era só felicidade até que quando o Capitão Zoff queria ser o Capitão de toda a galáxia, começou a guerrear com eles. Como era um povo de paz e não tinham necessidade de produzirem armas, não puderam enfrentar o capitão e foram presos.


Enquanto isso, um guarda leva o almoço deles, que era sopa de alho. Então, Astronauta tem uma ideia e manda encher o prato. O guarda até comenta que tem que mudar o cardápio que já estão começando a gostar daquilo. Astronauta toma a sopa e lança um bafo de alho na cara do guarda e consegue desnorteá-lo. Logo, essa era a arma que eles têm para poder acabar com a tripulação e fugir de lá.


Eles comem a sopa toda e fogem, encontrando vários guardas pelo caminho e lançam o bafo de alho em todos e conseguem derrubá-los, mas o Capitão Zoff consegue fugir, através de uma nave de salvamento. Os Bitounianos sabem que deve voltar, mas aí sabem como se proteger. 

Tudo resolvido, Astronauta volta para a sua nave e trata logo de sair daquela galáxia. No caminho, encontra outra nave, e, pensando que era de invasores, camufla a nave de alho para afastá-lo. Afinal, o alho foi um grande trauma para eles. Só que na verdade, era a nave Entrerprise com a tripulação da "Jornada nas estrelas", terminando assim a história com outra grande referência.


Uma história bacana, ainda da Editora Abril, mostrando várias tiradas boas. Interessante o nome da nave dos invasores ser chamada de "Metamorfose Ambulante", fazendo uma clara referência à música do Raul Seixas, além dos extraterrestres sendo chamados de "Bitounianos", se referindo aos Beatles e a Enterprise da "Jornada nas Estrelas".


Ela foi muito bem desenhada e na postagem a coloquei completa. Tem seus absurdos como receber sinal de transmissão da novela e a sopa de alho também em pleno espaço sideral, sendo, inclusive o ponto fundamental, e são essas coisas que a torna engraçada e especial. Mais uma vez o título sendo apenas "O Astronauta", muito comum nas histórias do personagem e dessa vez teve um prólogo antes do título, também normal na época.

Tem uma cena incorreta do Astronauta sendo chutado pelo guarda, coisa inadmissível nas histórias de hoje. E dá mau exemplo também mostrando que alho tem cheiro ruim, desestimulando os leitores a comerem. O certo é só não se guiarem nisso e comam alho, sim que faz bem. Por causa desses fatos, é uma história que não seria republicada atualmente. 


A propósito capa desse almanaque muito legal também e o melhor que ainda com a faixa clássica com brinquedos na lateral esquerda nos almanaques do Cebolinha que marcou muito.

34 comentários:

  1. Quando bati a cara no post, pensei:"Uma postagem dos beatles!" e como todo "beatleano" fui agorinha. tenho uma notícia boa pra você: o jeremias voltou a ter lábios e o nico demo voltou á ser malvado! tudo isso na Mônica # 87, desse ano. imperdível e ainda tem uma homenagem ao rocky balboa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu Deus, eu achei que fui a única que tinha pensado nos Beatles quando leu o título kkkkkkkkkkkk

      Excluir
    2. Lucas, quando folheei na banca tinha visto isso, só não reparei sobre o rocky balboa. Vou folhear de novo pra reparar melhor, mas comprar essa edição, não.

      Ana, acho q não tem como não pensar nos Beatles ao ver essa palavra, até pq costumam parodiar a banda chamando de "bitous". E repare q o cabelo dos marcianos até se parecem um pouco dos Beatles... lembra um pouco e o roteirista quis fazer uma homenagem a eles..

      Excluir
    3. A do rocky balboa é na última historia, quando a mônica está fazendo exercício. Ela sobe uma longa escada, vira de costas, levanta os braços e pula olhando pra cidade, assim como a cena de treinamento de ROCKY I.

      Excluir
    4. Beatles,Star wars,jornada nas estrelas,E.T. O extraterrestre são sempre parodiados em A turma da Mônica,fora outros filmes de heróis,mas essas que citei de ficção científica é mais nas histórias do Astronauta.

      Excluir
    5. Entendi Lucas, uma boa referência. Talvez seja a melhor hq da revista. Vou folhear, mas comprar não.

      Excluir
    6. Usagi, esses aí apareceram tanto nas hqs do Astronauta quanto a dos outros personagens. Adoram parodiar. O ET, por exemplo, já apareceu em hq do Penadinho da época.

      Excluir
    7. A Mônica (único gibi que compro todo mês) desse mês me surpreendeu positivamente. Os traços estão muito melhores que nos números anteriores, as caretas deformadas e os cabelos saltitantes não são vistos em nenhum quadrinho. Parece que algum desenhista "rodou"... hehe A hq "Pesinho Certo" tem um bom roteiro e bons traços, mas fiquei com impressão que essa historinha estava arquivada há um bom tempo e só agora publicaram. O Ronaldo participou daquele quadro do Fantástico, Medida Certa, há uns dois anos, não?

      E sobre a historinha do Astronauta é muito legal. É um dos personagens que eu gosto desde criança, quando aparece algum almanaque dele na banca eu sempre compro.
      E será que só eu reparei na Enterprise no último quadrinho? A tripulação do Jornada Nas Estrelas se encontrando com a nave do Astronauta! Que espaço sideral pequeno. rs

      Excluir
    8. Eu nem comprei esse gibi da Mônica, por isso nem dá pra comentar. Só sei q as letras daquele jeito desanimam um bocado. Sim, tem quase 2 anos q o Ronaldo participou do Medida Certa.

      Sobre a hq do Astronauta, é mesmo uma Enterprise, nem tinha reparado. Eles gostam de relembrar a Jornada nas Estrelas nas hqs.

      Excluir
  2. Otima hq! Ate pouco tempo atras eu nao ia muito com a cara do Astronauta, mas ultimamente tenho gostado bastante das historias dele, assim como do Horacio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, é normal isso. O Astronauta é um dos personagens mais odiados, junto com Horácio e Bidu. Passam a gostar quando começam a entender as hqs e a essência dos personagens.

      Excluir
  3. Muito boa essa HQ, sempre ria dessa história do Astronauta. E pensar que eu já tive esse gibi e me desfiz dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa hq é muito legal. Gosto do Astronauta. Q pena q vc desfez desse gibi. Quem sabe vc encontra novamente em algum sebo.

      Excluir
  4. Poxa, que bacana essa capa, não consigo identificar com clareza o que a torna tao especial quanto as atuais, mas a capa é linda e nostaugica.

    Gosto muito dos anos 80, e os gibis dessa década e de 90 são otimas!

    Abraços
    Andre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é maravilhosa. O efeito do céu em degradê, a piadinha de costume na época (Cebolinha dono da Lua) e fora q não tem aquelas molduras feias a torna mais especial ainda.

      Os gibis até os anos 90 eram muito bons, depois foi só decaindo. Abraços

      Excluir
  5. Cara adorei essa capa,bem diferente das que eu conhecia em almanaques.
    Marcos!! Você sabe a partir de quando que os almanaques passaram a ter esse padrão e estilo que nós conhecemos?
    Também gostei da histórinha,curta e diferente,com pouco ação mas tem seu charme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Usagi, os almanaques com moldura começaram a ficar assim em setembro/ 93, começando junto com os codigos de barras nos gibis.

      Eu tbm preferia os almanaques sem moldura, apenas com essa faixa com detalhes dos personagens. E essa hq tbm é muito boa, como vc falou curta e sem enrolação, por isso q é boa.

      Excluir
  6. Astronauta, Astronauta...

    Não tive esse almanaque, sequer o vi em bancas. Mas essa história tem jeito de ser já das edições do Cebolinha dos anos 80, não é não?

    Abraços. Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, ela foi republicada nesse almanaque, mas originalmente é da Editora Abril, provavelmente de um gibi do Cebolinha. Acredito q seja por volta de 1983 e não passa de 1984.

      Uma boa semana pra vc tbm. Abraços

      Excluir
    2. Já coloquei a resenha da revista da Magali de Março. aproveitei e fiz outra postagem com o filme "uma aventura no Tempo". São postagens diferentes, uma seguida da outra. Abraços.

      Excluir
    3. Valeu Fabiano... já li e comentei lá. Ótimas postagens. Abraços

      Excluir
  7. Faz muito tempo que não leio nada com o astronauta. Muito bom relembrar
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal q vc gostou. Eu tbm gosto do Astronauta. Abraços

      Excluir
  8. Um de meus personagens preferidos nos quadrinhos. Legal a capa fazendo referência à missão espacial, aliás. E mais legal ainda que é um almanaque sem "moldura" na capa, valorizando mais a arte.
    Chamam mesmo atenção as referências musicais. Assim que comei a ler, pensei que ao menos com os Bítous iríamos nos deparar nessa história!
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas eram fantásticas mesmo, e sem a moldura ficou melhor ainda. Essa hq tbm é muito boa e o ponto alto são essas referências. De cara, a gente lembra dos Beatles, mas foi só nome mesmo pra homenagear.

      Excluir
  9. Lembro dessa historinha, eu tinha esse almanaque mas ele estragou em uma caixa que pegou chuva...
    Nunca fui muito fã das histórias do Astronauta, mas foi bom rever essa aqui, pois apesar de não ser minhas preferidas eu lia. Só pulava umas do Bidu às vezes mesmo, hehehe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena q o seu almanaque se estragou. Já eu não pulava hq nenhuma, gostava de todos. O q menos gostava era o Horácio, mas não pulava.

      Excluir
  10. Tanto a capa do almanaque como a historinha são legais. As histórias do Astronauta eu não pulava de jeito nenhum, mesmo que fosse sem palavras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São muito boas mesmo. Eu tbm não pulo hq nenhuma, faço questão de ler todas.

      Excluir
  11. Caraca, hein, Marcos? Essas histórias antigas do Astronauta são muito boas. Bem melhores de que as de hoje em dia. Realmente, essa HQ de '83 nunca seria republicada nem mesmo na Panini, só se eles fizerem aquelas alterações ridículas.

    Mas me conta uma coisa: Eu não tenho esse Almanaque do Cebolinha # 13, de 1991. Então, como você tem esse almanaque, qual foi a HQ que abriu ele? E me diga também o enredo dela, porque caso eu procurar o gibi original da HQ em algum sebo, com certeza, eu já tô sabendo dela, mesmo eu nunca a lendo antes. Lembre-se que em 1991, só era permitido republicar HQs até 1986.

    Mas nessa época (1991), foi republicada no Almanaque do Cebolinha # 14 (ago/1991), uma HQ que acho meio engraçada. Ela se chama A Florzinha do Cebolinha, de Cebolinha # 129 (Abril, 1983). Não sei muita coisa dessa HQ, já que nunca li ela. E me diga por que o Cebolinha iria ser uma flor? Em outras palavras, diga o enredo dela, caso a conheça.

    Nesse almanaque, também republicaram a HQ Você Já é um Homenzinho, Cebolinha!, de Cebolinha # 123 (Abril, 1983). Mais uma que também conheço, mas fui folheando em sebos, e conforme eu li, nela parece que os pais do Cebolinha (Seu Cebola e Dona Cebola) avisam que ele já é homenzinho e que não tem mais idade pra coisas de criança. E ó, se esse enredo que inventei tiver incompleto, complete ele. E se não for esse, diga o verdadeiro.

    Falando em almanaque, eu tive o Almanaque do Cebolinha # 18 (Globo, 1992) que acho um dos melhores almanaques, na minha opinião. Nela republicaram boas HQs, como Larga a Minha Mão! (CB # 139, Abril, 1984), em que Cebolinha e Mônica ficam com as mãos presas uma da outras, e também Um Monstro no Quarto (CB # 128, Abril, 1983), em que um monstro aparece do nada no quarto do Cebolinha. Também republicaram as primeiras HQs da turma na Ed. Globo de 1987, como Pajeando um Pterodáctilo (CB # 4, Globo, 1987), A Namoradinha do Lobisomem (CC # 4, Globo, 1987) e O Fim está Próximo com Chico Bento. Tem até Seu Juca é Bom pra Cachorro, em que Seu Juca era um veterinário e tenta ajudar o Cebolinha com o Floquinho, porque ele pensa que o cachorro está parado e não se mexa. Você conhece essa HQ do Seu Juca veterinário?

    Mas eis que vem o problema: Tive que jogá-lo fora, porque começou a se rasgar. Na verdade, eu consegui ele na minha antiga escola, já que nunca tive ele. Mas como ele começou a ficar todo detonado, fui jogar fora, porque nunca aceitaria um gibi detonado (pelo menos estragado) na minha coleção. Então, mesmo eu não tendo esse almanaque, você tem ele? Também conhece as HQs dele?

    Então é isso, espero que você conheça a maioria das HQs citadas e me ajude com a HQ da florzinha do Cebolinha e do Cebolinha homenzinho, beleza? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Almanaque do Cebolinha # 13 republicaram a hq "Cabeça de balão", original de CB # 111, (Ed. Abril, 1982). Enredo não lembro agora.

      Quanto as outras, conheço tbm e não lembro enredo. Mas, se vc esteve com os almanaques em mãos já conhece todas as hqs q tem. E me admira é vc achar em sebo e não ter comprado. Dá pra concluir q quer perturbar e me testar se sei ou não. Quando for lá de novo, vc ler e descobre então o enredo delas.

      Excluir
  12. Como faço pra ter acesso a história do astronauta do Gibi da Mônica numero 40 da editora Abril de 1990?....Onde ele se questiona de qual tempo usar aplicar no espaço?...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu narrei a história aqui nessa postagem, mas de imagem coloquei só uma porque na postagem tava falando do gibi completo.

      http://arquivosturmadamonica.blogspot.com.br/2017/02/monica-n-40-editora-globo.html

      Excluir