quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Propagandas formando histórias (Parte 2)

Continuando a falar sobre as propagandas que formam história, nessa postagem mostro a segunda e última parte, com as que circularam nos gibis da Editora Globo e Panini. 

Enquanto que na Editora Abril, as propagandas assim foram só no setor alimentício, agora tiveram algumas de outros setores. Em 1987, circulava a propaganda do Relógio da Mônica, da "Champy", com o título "Elogio fora de hora". Nela, o Cebolinha assovia e fala "Glacinha" e a Mônica pensa que ele está a elogiando, mas ele diz que estava falando era do reloginho que ela estava usando. Resultado: levou uma surra. Muito legal.

Propaganda tirada de 'Cebolinha Nº 12 ' (Ed. Globo, 1987)


Em 1988, circulava um anúncio com campanha educativa sobre coleta de lixo da prefeitura do município de Cornélio Procópio, no Paraná, com a presença do Cascão e da Mônica. Bem interessante.

Propaganda tirada de 'Cascão Nº 27' (Ed. Globo, 1988)

O "Estatuto da Criança e do Adolescente" (ECA) foi criado em 1990. Então, a MSP criou várias historinhas que circulavam nos gibis de outubro daquele ano, mostrando os principais direitos do Estatuto recém lançado. Um direito em cada história, do tipo "Toda criança tem direito de opinião e expressão", "de brincar", "à saúde", "à alimentação", entre outros.

Nas capas mostravam um direito da criança, com ilustração fazendo ou não referência ao tal direito, e a história se referia ao direito anunciado na capa. Nos gibis da Mônica e do Cebolinha esses anúncios vinham em 2 páginas, por terem mais páginas, e os do Chico Bento, Magali e Cascão eram de 1 página. E como eram quinzenais, aconteceram em 2 edições, cada uma mostrando direito diferente. 

Então, as revistas 'Mônica Nº 46', 'Cebolinha Nº 46', 'Chico Bento Nº 98' e 'Nº 99', 'Cascão Nº 98' e 'Nº 99' e 'Magali Nº 34' e 'Nº 35' tiveram essas propagandas-histórias do ECA. Abaixo, uma dessas, com o Cascão mostrando "Toda criança tem o direito de ir e vir", para ilustrar como eram:

Propaganda tirada de 'Cascão Nº 99 ' (Ed. Globo, 1990)

Em 1991, o Estatuto da Criança e do Adolescente completou 1 ano e nos gibis mostravam esse anúncio, com o título "Primeiro aniversário", com a Mônica festejando o aniversário do ECA e alertando que ele ainda não havia chegado a todas as casas, escolas e hospitais e era para os leitores se informarem melhor e lutarem pelos seus direitos.

Propaganda tirada de 'Almanaque do Cascão Nº 15' (Ed. Globo, 1991)

Em 1995, a "Cica" anunciou a geleia da Turma da Mônica com propaganda-história seguindo o mesmo estilo que saíam nos anos 70, com a diferença que agora com os traços dos anos 90, não passava na televisão e a geleia tinha a Turma da Mônica na embalagem (nos anos 70, os personagens eram só garotos-propagandas). 

O título foi "Surpresas da Turma". Nela, o Cebolinha encontra dificuldade de abrir o pote de geleia e a Mônica avisa que para abrir não precisava de força, era só tirar o selinho e levantar a tampa. O Cebolinha diz que ela entende de abrir o vidro, mas antes de dizer que ele entende de comer, a Magali rouba o vidro de geleia dele, falando que é ela que entende de comer e a Mônica e o Cebolinha correm atrás dela por causa da geleia. Ficou ótima essa propaganda, uma grande homenagem aos anos 70.

Propaganda tirada de 'Cebolinha Nº 107' (Ed. Globo, 1995)

Para anunciar as meias da Turma da Mônica da "Pulligan" em 1996, fizeram uma tirinha com o Cebolinha tentando pegar o Sansão enquanto a Mônica dormia. Ele ficou descalço para não fazer barulho, mas a Mônica acorda e em vez de ela bater nele, elogia as suas meias novas. Detalhe que ela estava de sapato nessa tirinha-propaganda, para destacar que ela também usava meias "Pulligan".

Propaganda tirada de 'Cebolinha Nº 123' (Ed. Globo, 1997)

Em 1997, anunciaram a bisnaguinha vitaminada Turma da Mônica, da "SevenBoys" com uma historinha. Eles estavam brincando de pique-pega, até que a Dona Luisa, mãe da Mônica, chega com as bisnaguinhas para eles comerem. A Magali pega todas e eles precisam brincar de novo para correr atrás da Magali.

Essa não teve título e, apesar de na Editora Globo, não ter o "Informe Publicitário" como está acontecendo nos anúncios da Panini atualmente, nessa colocaram, para não confundir com uma história. Pelo menos, foi bem pequeno o informativo, diferente dos da Panini, que são muito chamativos.

Propaganda tirada de 'Cebolinha Nº 128 ' (Ed. Globo, 1997)

Na Editora Panini, também fizeram propagandas assim. A primeira não foi com a turma clássica, e, sim, com a Turma da Mônica Jovem, em 2013, anunciando os produtos de beleza da "Linha TMJ". Foram duas e ambas sem título. Uma propaganda foi envolvendo a Mônica Jovem em que a Magali faz maquiagem nela para sair com o Cebola, que fica com ciúmes dela.

Propaganda tirada de 'Turma da Mônica Extra Nº 12 ' (Ed. Panini, 2013)

A outra foi com o Cebola Jovem, que fala sobre amizade, mas fica furioso quando o Cascão e  o Titi usam gel para ficar com cabelo igual ao dele e impressionarem as garotas. Essas duas achei fracas, sem criatividade, o que é normal de encontrar na Panini mesmo. Para piorar o "Informe Publicitário" bem grande em todas as propagandas da Panini, para frisar que aquilo é uma propaganda. E sempre lamentável o Cebolinha falando certo na Turma da Mônica Jovem. Sem necessidade e não dá para aceitar isso.

Propaganda tirada de 'Cebolinha Nº 86 ' (Ed. Panini, 2014)

A partir de 2014, vem circulando propagandas "Meu bolso feliz" em parceria com o SPC e o governo, para ensinar sobre o consumismo infantil e dicas de como economizar. Lembram um pouco, as propagandas do ECA de 1990. Em cada mês circulam em média 2 propagandas diferentes, e já tiveram várias assim.

Sempre protagonizada por um personagem diferente em várias situações de consumismo e como driblar isso. Acho essas fracas e os traços as letras horríveis de PC, que também saem nos gibis atuais, estragam também. Dentre todas, destaquei duas. Uma com o Cebolinha para economizar nas compras de brinquedos:

Propaganda tirada de 'Coleção Histórica Nº 40 - Chico Bento Nº 40 ' (Ed. Panini, 2014)

A outra com a Mônica mostrando como poupar a sua "semanada". Achei meio estranho  isso, porque no meu tempo os pais davam "mesada", e não, "semanada".

Propaganda tirada de 'Almanaque Piteco & Horácio Nº 11'' (Ed. Panini, 2014)

Muito boas essas propagandas dessa postagem, de uma criatividade sem tamanho, sobretudo as da Editora Globo, que ficaram mais criativas, como de esperar. Quando postar novamente sobre propagandas antigas, serão de outros tipos variados.

Para ver as propagandas-histórias que circularam nos gibis da Editora Abril, entre aqui:

10 comentários:

  1. As primeiras/digo antigas muitos boas! xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. E as da Panini fracas.

      Excluir
    2. Concordo!!
      Essas antigas eram bem legais, conseguiam fazer realmente uma mini-história/tirinha para a propaganda.

      Excluir
    3. Sim Thiago, as vezes dava até pra confundir q era uma propaganda.

      Excluir
  2. Hahahaha! Lendo o post lembrei que comprei as bisnaguinhas para comer no cinema. Não lembro por quê fiz isso, mas estava muito bom. Gosto muito dos seus posts sobre propagandas, remete muita a minha infância. Parabéns.
    (bisnaguinha+guaraná=fonte saudável de alimentação ;-)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk... se fossem as da Turma da Mônica iam ser vitaminadas rsrs. Mas até q não acho q bisnaguinha faz mal, só se exagerar.

      Essas propagandas antigas eram ótimas. Nostalgia boa sim. Q bom q gostou.

      Excluir
  3. Olha Marcos, eu vou te dizer. As melhores propagandas dessa postagem são as da Globo, claro, porque as da Panini são uma porcaria. E dentre todas, as que eu acho as melhores são:

    - Elogio Fora de Hora (1987)
    - As propagandas do Estatuto da Criança e do Adolescente (1990)
    - Primeiro Aniversário (1991)
    - Surpresas da Turma (1995)
    - Meias Turma da Mônica (1996/1997)
    - A propaganda das bisnaguinhas (1997)

    E é isso, pra mim, as propagandas da Ed. Globo eu acho as melhores. Na Globo, eles tinham muita criatividade ao criar as propagandas, já as da Panini são tudo sem sentido. Agora eu acho que a criatividade foi embora. Por isso que as antigas propagandas são e sempre serão as melhores. Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Excelente materia,só não sei porque esse odio com a turma jovem,acho que agora está bem mais descente de ler do que a clássica,mas é ae explicado porque a maioria que critica só viu as primeiras edições que realmente estão um nojo,só imitando coisas de manga e falhando miseravelmente,mas hoje esta mais legalzinho,,tem até personagem mais caracterizado e sem o miseravel do politicamente correto,coisa que reclamam muito nos site da turma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu por ter gostado da postagem. Já TMJ não ligo, só o fato dos personagens crescerem não gosto. Não acompanho, aí não sei de mudanças significativas, fora os traços. Se vc gosta, tudo bem, continue comprando.

      Excluir