segunda-feira, 30 de junho de 2014

Capa da Semana: Magali Nº 26

Mostro uma capa com a Magali exibindo a sua sanfona bem criativa na Festa Junina, que é nada mais que um supersanduíche, do jeito que ela gosta. 

Curiosamente, o sanfoneiro ficou parecendo com o Nhô Lau, só diferencia o tamanho do nariz e aí fica a interpretação do leitor se é ou não.

A capa dessa semana é de 'Magali Nº 26' (Ed. Globo, Junho/ 1990).


20 comentários:

  1. Vai ver o Nhô Lau estava fazendo uns bicos como sanfoneiro XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como é festa junina, ele quis ser o sanfoneiro da festa.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Por que não né? já tiveram hqs com a Magali na Vila Abobrinha.

      Excluir
  3. Hahaha...muito boa essa...pq será que as capas da Magali nesta época sempre me da uma fome? xD

    ResponderExcluir
  4. rsrs... as capas e as hqs dela davam fome mesmo, o ideal é comer antes de ler o gibis da Magali.

    ResponderExcluir
  5. Lembro dessa capa na CHTM # 26! achava que era o Nhô Lau, mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, esse gibi já foi reeditado na CHTM. Eu tbm acho q é o Nhô Lau nessa capa.

      Excluir
  6. Eu tinha esse gibi *-*
    Eu sempre achei que fosse o Nhô Lau...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm Nanda, apesar das leves mudanças na aparência.

      Excluir
  7. Nessa época as capas dela sempre faziam referência à comida. Muito raro uma que não faça. Vc lembra de alguma? ts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era raríssimo mesmo ter alguma capa sem referência a comida. Quando não tinha, era quando fazia referência a história de abertura ou fazer alguma piada com o mingau.

      De cabeça agora, da minha época, só lembro q apenas as capas nº 46, 48, 186 e 190 (piadas com o o mingau) e a nº 143 e 206 (hqs de abertura) q não tem referência a comida. Tiveram outras tbm da Globo, mas pouquíssimas.

      Excluir
  8. Tenho a reedição da CHTM. Eu também penso que é o Nhô Lau, de vez em quando tem essas HQs crossover de personagens. Me lembro até de uma em que o Dudu está acampando, se perde e vai parar na aldeia do Papa-Capim e outra em que a Denise e o Zeca vão pro sítio do Chico Bento. Acho legal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, eu tbm gostava muito de hqs com crossover de personagens. Já tiveram várias assim.

      Excluir
    2. Ana, você deve estar falando das HQs "Olha Só Quem Foi Parar na Aldeia do Rio" de Chico Bento # 465 (Globo, 2006) e "Causando na Roça" de Chico Bento # 32 (Panini, 2009), mas foi na época em que as HQs da turma perderam a graça. Será que tinha algum crossover na época da Ed. Globo? Se tiver, eu fico orgulhoso.

      Excluir
  9. O Nhô Lau é mais gordo e tem cabelo atrás (pelo menos pra mim), mas talvez a idéia é que fosse ele mesmo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm acho q a intenção deles era para ser o Nhô Lau, mas tem esses detalhes q vc falou q ficam na dúvida, além do nariz. Talvez quem desenhou não se ligou aos detalhes e aí a diferença e a dúvida.

      Excluir
  10. Hahaha... Boa, Marcos! Também acho que é o Nhô Lau mesmo. Magali visitando a Vila Abobrinha, que viagem, hein? É o mesmo que o Seu Juca aparecer nas capas de Cebolinha # 23 (Globo, 1988) e # 30 (Globo, 1989), mesmo eu não sabendo se são os dois mesmo. O problema é que não tem nenhuma HQ de festa junina nesse gibi, o mesmo que uma capa de Carnaval e de Natal de um gibi da turma não ter HQ relacionada à data. Pra mim, HQs de festa junina a maioria só tinha nos gibis do Chico Bento.

    Mas enfim, deixando essa revoltação (LOL!) de lado, nesse gibi só tem história boa, como uma HQ da Maria Cebolinha aparecendo num gibi da Magali e a do Ga(ro)to, em que Mingau se transforma em menino, mas que continua agindo como gato. Muito boa essa.

    Mas a melhor mesmo foi a do Se O Meu Gatinho Falasse, que abre o gibi, em que Mingau toma uma pílula do Franjinha que deixa a pessoa falar à vontade. No começo, a família da Magali achou isso muito assombroso, mas como Seu Carlito gostou da idéia do Mingau falar, resolveu levá-lo pra uma equipe de rádio pois ele tá a fim de dinheiro. No final, Mingau volta à miar como gato, e descobrimos que aquela pílula que ele tomou era uma pílula que o Franjinha tava testando para o Humberto finalmente falar.

    É, tomara que o enredo é mesmo esse. Espero mesmo que você conheça as HQs citadas, até a da Maria Cebolinha e a do Mingau falando. E detalhe, eu baixei esse gibi online, só que foi a versão da Coleção Histórica de 2011, o gibi original não foi. Outro detalhe é que ela foi republicada no Almanaque da Magali # 19 (Globo, 1998). Aliás, tinha uma época em que o almanaque dela era trimensal, ou seja, era lançado nas bancas de três em três meses. Acho que foi a partir da edição 39 (dez/2003) que o almanaque passou a ser bimestral (2 em 2 meses), você sabe se foi mesmo?

    Então, você provavelmente conhece as HQs citadas, né? E claro que elas devem ser boas, mas a do Mingau falando é uma obra-prima. Diga também se você já conhecia a republicação dessa HQ do Mingau. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro q eu conheço se eu mostrei a capa do gibi aí né? Eu conheço as hqs da Globo, não precisa ficar perguntando toda hora se conheço ou não. E pelo visto vc adora almanaques né?

      O almanaque da Magali foi semestral até o nº 11, sendo anual entre o nº 4 e nº 5 e não foi publicado em 1993... e depois foi trimestral do nº 12 até o nº 39, quando passou a ser bimestral.

      Excluir