domingo, 12 de março de 2017

Histórias Semelhantes 4: "Uma situação difícil"

A história semelhante que mostro é de quando o Cebolinha teve o seu cabelo crescendo sem parar. Foi publicada originalmente em 'Cebolinha Nº 124' (Ed. Globo, 1997) e fizeram outra em 'Cebolinha Nº 140' (Ed. Globo, 1998).

Capas: 'Cebolinha Nº 124' (Ed. Globo, 1997) e 'Cebolinha Nº 140' (Ed. Globo, 1998)

É bem curioso que fizeram a história e depois saiu outra de um ano para o outro, depois de exato 1 ano e 2 meses, já que a edição "Nº 124" foi de abril de 1997 e a "Nº 140" foi de junho de 1998. Trata-se da mesma história, com as mesmas situações e mesmos diálogos e até mesmo título, só que redesenharam na versão de 1998. Alguns trechos forma adaptados, mas de resto tudo igual.

Na trama, Cascão vê uma linha no seu caminho e pergunta para o leitor explicar o que é aquilo. Ele vai seguindo a linha, seguindo e descobre que era o cabelo do Cebolinha que cresceu. Cascão rir e Cebolinha deseja que o desenhista faça que o Cascão acorde em uma piscina.

Comparação das HQs "Uma situação difícil"

Cascão, então, pergunta o que aconteceu para o cabelo do Cebolinha ficar assim. Cebolinha explica que pediu um shampoo para o Franjinha e assim que passou no banho já começou a perceber o cabelo crescendo e foi crescendo cada vez mais que precisou sair de casa e ficar no campinho para não destruir nada, já que não para de crescer a ponto de enroscar pipas no cabelo dele.

Comparação das HQs "Uma situação difícil"
Cascão sai para pegar uma tesoura e enquanto isso passarinhos pousam no cabelo, mulher pendura roupas e Mônica pensa que está vendendo passarinhos. Cebolinha diz que não está vendendo passarinhos e a chama de gorducha. Mônica manda repetir se for homem e Cebolinha diz que é só um garotinho infeliz com um cabelo virando poleiro, varal e antena. Mônica pergunta por que não vai a um barbeiro e ele diz se conhece algum gigante.

Comparação das HQs "Uma situação difícil"
Cascão chega com um alicate já que tesoura não iria resolver e acaba o alicate entortando quando ele tenta cortar, de tão duro que estava. Cascão diz que não tem jeito de cortar e Cebolinha chora porque vai ficar assim para o resto da vida. No final, Franjinha aparece dizendo que o efeito é temporário e esperar que o efeito vai passar até amanhã. Cebolinha diz um "enquanto isso", com ideia de que seu cabelo vai continuar crescendo até lá, aparecendo o planeta Terra coberto com o cabelo, já se estendendo pelo espaço sideral.

Comparação das HQs "Uma situação difícil"

A história é boa, mostra absurdos do cabelo do Cebolinha não parando de crescer a todo o  momento. Não é muito histórias de absurdos assim hoje em dia. Só é estranho colocarem 2 histórias iguais em tão pouco tempo, um pouco mais de 1 ano de intervalo entre uma e outra. Na postagem coloquei as 2 completas, uma ao lado da outra para comparar. Assim, dá para ver que as diferenças entre elas foram nos desenhos, que ficaram mais detalhados, melhoraram expressões, ajustes de alguns quadrinhos. Mesmo com esses ajustes, as duas tiveram 7 páginas no total.

Comparação das HQs "Uma situação difícil"

Diferenças mais significativas foram expressões como na parte que o Cascão pergunta para os leitores o que era aquilo, que em 1997 ele faz uma expressão de triste e em 1998 faz cara de raiva, além do Franjinha aparecer de jaleco de cientista em 1998 e ajustes de quadrinhos como as pipas enroscadas no cabelo do Cebolinha e a visão do espaço sideral e o planeta Terra coberto com o cabelo dele no final da história. 

Comparação das HQs "Uma situação difícil"

Alguns trechos de diálogos foram mudados, como o Cebolinha manda o Cascão seguir o fio na primeira página em 1998 enquanto que em 1997 não diz isso; a Mônica chama o Cebolinha quando pergunta quanto custa o passarinho na primeira versão enquanto que em 1998 não chama; o Cebolinha não fala "Não demola" para o Cascão quando sai pra pegar o alicate em 1998. Crédito no título na história de 1997 foi como história do Cascão e na de 1998 como do Cebolinha e apareceu reticências no título da nova versão.

Comparação das HQs "Uma situação difícil"

Difícil saber por que repetiram uma história em tão pouco tempo. Creio que o motivo foi de que eles não gostaram dos traços da versão de 1997 e quiseram consertar isso redesenhando tudo em uma nova versão que saiu em 1998 para se redimirem do erro. Pelo menos deu impressão. Bem capaz de nem terem republicado a primeira versão até hoje e deve ter ficado arquivada. Eu até gostei dos desenhos de 1997, nada de mais, porém os ajustes de 1998 até ficaram bons. Por causa dos desenhos, prefiro a segunda versão, já que roteiros são iguais. Em breve posto outras histórias semelhantes aqui no blog.

24 comentários:

  1. na minha opinião,as duas ficaram ótimas,com apenas algumas diferenças.Se fizessem uma história assim hoje,seria com aqueles péssimos traços e letras de pc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, não vi diferença nelas a não ser certos detalhes. Hoje em dia com certeza os traços seriam muito piores.

      Excluir
  2. https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1390943127595143&id=433726579983474

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas parece o Mauricio, mas não é ele

      Excluir
  3. Muito estranho mesmo isso. Muito próxima a data pra refazer a mesma história. No mínimo intrigante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito estranho mesmo. Se ainda tivessem com falta de material seria melhor republicar do que ter trabalho de redesenhar toda.

      Excluir
  4. Estranho também foi o Cascão ser o protagonista da primeira versão, mesmo tendo saído no gibi do Cebolinha. Mistérios da TM...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, a primeira foi como uma história do cascão em um gibi do Cebolinha. Embora ele teve uma boa presença lá.

      Excluir
  5. é...de fato a versão 98 ficou bem mais caprichada

    ResponderExcluir
  6. Veja se consegue um exemplar chamado "Almanaque mágico da Mônica". Era tematizado e tinha só histórias envolvendo magia. Esse marcou minha infância.
    Adorei a história principal, que se chamava "Os Bruxinhos", na qual, ao caminhar para um pequenique, eles acabam encontrando um santuário de bruxas.
    Curioso que a história foi dividida em duas partes no mesmo almanaque. A primeira parte tinha um traço mais antigo onde eles ainda tinham caras pontudas, já a segunda parte - a última história do alamanaque - foi feita com um traço mais moderno (o que eu havia mencionado em outro post que eu adoro).

    Abraços,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já tinha visto esse almanaque disponível na internet. Até mostrei uma história dele aqui. Eu li essa dos bruxinhos, muito boa mesmo. Agora a versão impressa eu não tenho.

      Excluir
  7. Minha nossa! São tão parecidas... Que dá até pra confundir. Eu já li a 2 versão, acho que eles fizeram um ''remake'' da hq

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso, um remake, só que em pouco tempo de uma para outra

      Excluir
    2. óbvio que foi um remake, gente! é a mesma história

      Excluir
  8. O que mais me agrada na era globo era a criatividade para as hqs,sem contar as capas.Excelentes hqs muito boas,acho q nao veremos mais hqs como essas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As capas eram muito boas, um capricho e tanto. Pena que mudaram isso.

      Excluir
  9. Oi, Marcos. A historinha remake teve um capricho maior em plano de fundo e ângulos. Os traços são diferentes mas pouca coisa se nota sobre eles. Acho que deve ter acontecido isso mais vezes é eles pensaram que ninguém perceberia. E não perceberam mesmo... até agora, quando veio e mostrou.
    Confesso que não gostei nada disso. Mas fica o consolo de saber que tiveram que redesenhar tudo a mão. Pois naquela época não tinha programa de edição de imagens pra facilitar as coisas.
    Podiam ter republicado a primeira versão. Mas fazer isso em uma revista mensal não ia pegar bem. Então fizeram de novo, um pouco diferente, só pra falar que é outra historinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah quem colecionava na época devia lembrar sim da primeira, foi pouco tempo de uma pra outra. Seria melhor ter republicado, na Ed. Abril eles as vezes republicavam histórias quando não dava tempo de fechar os gibis e até mesmo os primeiros números da Mônica e cebolinha da Globo tiveram republicações pra suprir a falta das seções que tinham na Ed. Abril.

      Excluir
  10. Nossa! Bem semelhante mesmo! Mais do que aquela do pó de pirimpimpim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. A do pó de pirlimpim foi a metade da história igual, mas tiveram início e fim diferentes. Essa foi tudo igual.

      Excluir
    2. mas é a mesma história, não são histórias semelhantes. Apenas aperfeiçoaram os traços.

      Excluir
  11. Eu tenho a versão de 98, que apareceu num almanaque.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal. Capaz da primeira versão nunca ter sido republicada.

      Excluir