sábado, 19 de setembro de 2015

Livro L&PM: As Melhores Histórias do Bidu


Nessa postagem mostro como foi o livro "As Melhores Histórias do Bidu", da coleção da Editora L&PM lançado em 1991.

Esse livro tem formato de 21 X 28 cm, 52 páginas e papel de miolo off-set, tanto na versão capa cartonada quanto capa dura. Na capa, sempre com o personagem em uma situação ou com um objeto que tem a ver com sua personalidade, o Bidu correndo atrás de uma borboleta, representando o cotidiano de um simples cachorrinho.

Começa com o frontispício com o título "Divertido pra cachorro" mostrando as características do Bidu. O texto não foi escrito pelo Mauricio de Sousa, assim como os demais livros da coleção, mas nesse do Bidu cita um trecho do Mauricio contando como surgiu inspiração para criar o Bidu, seu primeiro personagem, e como ele conseguiu esse nome.

Frontispício da edição

Na tradicional página de evolução, mostra 2 imagens do Bidu, com uma de quando ele foi criado em 1959 e outra atual até então.

Evolução do Bidu

Em seguida, as histórias republicadas. Foram 9 histórias no total entre 1971 a 1983, sem ordem cronológica. O Bidu é um personagem que tem vários universos diferentes, como um cachorro que conversa com objetos, um cachorro personagem de história em quadrinhos e suas metalinguagens, um cachorro-ator e um cachorro normal do Franjinha. E todos esses universos foram explorados nas histórias desse livro.

A relação de histórias republicadas (todas da Editora Abril), com número da edição e ano foram essas:

  1. Dia de banho (MN # 27, de 1972)
  2. Bidu  (MN # 1, de 1971)
  3. Ah, doce mistério da vida  (MN # 10, de 1971)
  4. Bidu  (MN # 13, de 1971)
  5. Olha eu aqui minha gente  (MN # 32, de 1972)
  6. A volta do velho Rinti  (MN # 164, de 1983)
  7. Cão se compra com osso  (MN # 128, de 1981)
  8. A tia Bernardete  (MN # 144, de 1982)
  9. O cão mais poderoso do mundo  (MN # 149, de 1982)

Começa com a história "Dia de banho", o Franjinha passa sufoco para dar banho no Bidu, com direito à participação do Seu Cebola, pai do Cebolinha, tentando dar banho nele, sem sucesso. Representa história do Bidu como o cãozinho do Franjinha.

Trecho da HQ "Dia de banho" (1972)

Em seguida vem uma história sem título chamada apenas "Bidu" em que ele conversa com uma minhoca metida e pretensiosa. Representa tipo de história com Bidu conversando com objetos ou outros animais. Já em "Ah, doce mistério da vida", Bidu tenta conversar com o Floquinho, que não responde nada a ele e, então, o Bidu fica com várias dúvidas como o mistério de qual é o lado da cabeça dele e até mesmo se ele é um cachorro. Foi a estreia do Floquinho nos gibis e representa história do Bidu contracenando com outros cachorros.

Trecho da HQ "Ah, doce mistério da vida" (1971)

Depois tem outra história sem título, mais uma vez apenas "Bidu" em que ele quer mijar, mas o poste, a árvore e os tijolos do muro o conhece e conversam com ele, e fica com vergonha de mijar por causa disso. Era muito comum nas histórias antigas do Bidu o título ser só "Bidu" ou "Bidu-Bugu", quando este aparecia. Essa história é incorreta e impublicável atualmente porque a MSP alega que têm países que dão multa para os cachorros que mijam nos postes.

Teve também a clássica história "Olha eu aqui minha gente", que foi a de estreia do Bugu, com ele tentando ter um espaço na história do Bidu. Do tempo que o Bugu andava em 4 patas como os demais cachorros. Essa história, foi republicada de novo anos mais tarde no livro "Bidu 50 Anos" da Editora Panini.

Em seguida começam as histórias dos anos 80. Em "A volta do velho Rinti", o cachorro Rinti já velho (paródia do Rin Tin Tin), pede ao Bidu um papel na história do Bidu e então os dois vivem uma aventura de faroeste, mas Rinti não consegue acompanhar o ritmo de aventura por estar velho demais. Representa história do Bidu ator. 

A partir dessa história mostra os códigos exatamente como sairam nos gibis originais. Devia ser história de encerramento já que é a mais recente desse livro. Ela foi republicada também no livro "Bidu 50 Anos", onde lamentavelmente teve alteração em que tiraram o charuto da boca do cachorro, além de mudanças de cores como a do Rinti e a do cachorro azul no piano, que eu havia mostrado comparação na resenha daquele livro. Então, quem tem esse livro da Editora L&PM é a chance de ver a história com seus desenhos originais sem essa alteração ridícula que fizeram em "Bidu 50 Anos".

Trecho da HQ "A volta do velho Rinti" (1983)

Em "Cão se compra com osso" , uma história muda em que o Bidu tem que se livrar de um bandido que está querendo assaltar a casa do Franjinha. Apesar de fazer referência a 1980 no código, ela é uma história publicada em 1981, já que nos gibis de janeiro a março colocavam o ano anterior nesses códigos.

Em "A tia Bernardete", Bugu se fantasia de uma tia dele para dar em cima do Bidu e ficar com a história dele, mas acaba todos os cachorros apaixonados por ele. Foi a 2ª história com o Bugu no livro e então pôde conferir a diferença dos seus traços como era nos anos 70 e depois nos anos 80. Eu dorava os traços do Bidu quando aprecia assim nesse ângulo de frente, como apareceu no 2º quadrinho dessa história. Muito bom.

Trecho da HQ "A tia Bernardete" (1982)

Na última história "O cão mais poderoso do mundo", o Bidu cai no esconderijo do Mago Shazum, que manda a nuvem do poder acompanhá-lo porque achou que o Bidu fosse o Shazum e a nuvem tinha que dar os poderes do super-herói para o Bidu toda vez que gritasse Shazum". Uma paródia do super-herói "Shazam". E em como todos dessa coleção, esse livro termina com uma biografia do Mauricio, com foto dele e contando sua trajetória até 1991.

Então, esse livro do Bidu é muito legal e vale a pena. De desvantagem, pelo fato do livro ter só 52 páginas, não teve uma historia da 2ª metade dos anos 70 e, com isso, a gente não viu os traços da fase superfofinha, e também não apareceram o Manfredo, Dona Pedra e Duque, mas histórias metalinguísticas foram bem exploradas e deram pra suprir a ausência deles. mesmo assim é muito bom e recomendo esse livro.

6 comentários:

  1. Respostas
    1. Verdade, foi muito legal. Gosto até pelas histórias muito caprichadas e bem selecionadas, a ver com as características dos personagens..

      Excluir
  2. Mais um livro da sonhada coleção! Muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida uma excelente coleção. Quando vc tiver não vai se arrepender

      Excluir
    2. Estou morrendo de vontade pra conseguir ela!

      Excluir
    3. Algumas tem no Mercado Livre e Estante Virtual, aí tem q ver preço e estado se valem a pena.

      Excluir