segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Capa da Semana: Cascão Nº 221

Com o Cascão vale tudo para não se molhar. Nessa capa, quando ele ver a torneira gotejando e a poça d'água formada no chão, foi capaz de escalar a parede do prédio igual ao "Homem-Aranho", que ficou surpreso com a façanha do Cascão.

A colorização do "Homem-Aranho" ficou diferente do verdadeiro Homem-Aranha de propósito para mostrar que foi uma paródia do super-herói e provar que não era o verdadeiro, ainda mais que, por ser uma capa, não teve o nome parodiado.

A capa dessa semana é de 'Cascão Nº 221' (Ed. Globo, Julho/ 1995).


28 comentários:

  1. Nossa! Tá aí uma capa que eu nunca tinha imaginado que existia. Não o fato do Cascão fugir da água, mas de colocarem o homem aranha ao lado. Caramba!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiano, tinham muitas hqs e tirinhas com presença de super-heróis famosos, só q com nomes parodiados e cores de uniformes diferentes. Em capas foram poucas, mas tiveram algumas como essa. Eu gostava quando acontecia essa interação. Essa capa ficou muito legal.

      Excluir
    2. Poxa!!!!! Já vi os personagens vestidos como os super heróis. Mas um super herói numa capa que não seja ninguém da turma fantasiado, eu nunca vi. Foi novidade essa capa pra mim. Rsrsrs...

      Excluir
    3. Legal Fabiano. Era raro, mas tinha as vezes. rs

      Excluir
  2. Marcos, algum sinal da coleção histórica vol. 48? Aqui nas bancas sequer achei e nao foi divulgada a capa dela...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vlad, já chegou aqui sim, no dia 07/08. Realmente não divulgaram capa na internet e pelo visto a distribuição está pior, não chegando em lugares aonde chegava. Tomara q chegue logo aí.

      Excluir
    2. Infelizmente acho que não vai chegar.
      Sou do interior do RS. Cidade de 70k de habitantes.. Não chega desde a 45 se eu não me engano. Garimpo todas as bancas e nada, sou obrigado a comprar da internet.

      Mas tu ja comprastes ela? Estou muito curioso pra saber a capa do box.

      Excluir
    3. Uma pena q a distribuição é tão irregular. Quem é do interior é q mais sofre pra conseguir. Na capa do box é o Manezinho com fundo azul claro. Em breve posto uma matéria mostrando como foi esse box 48.

      Excluir
    4. Algumas revistas estão com distribuição setorizada não sei há quanto tempo. Deve ser recente. Na FNAC costuma ter Coleção Histórica desde o começo da dezena dos 40. Mas daí tem que ver com a loja física ou on line. A divulgação das revistas do mês não está assim tão exemplar. Espero que melhorem isso.

      Excluir
    5. É muito precária a distribuição e só piora. Vamos ver se melhoram isso logo.

      Excluir
  3. Depois que eu descobri que não era o Mauricio que escrevia todas as historias (eu era criança) sempre tive curiosidade sw conhecer os roteiristas das historinhas antigas. Notei até que eles se colocavam nas historias, geralmente no fundo.
    Você já pensou em fazer uma lista ou algo assim?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eles nunca mostravam créditos nas hqs, só algumas raríssimas vezes e agoraq reiniciaram as numerações resolveram colocar. As vezes alguns roteiristas apareciam nas hqs sim, achava legal. Nunca pensei colocar, mas se der eu faço uma postagem sobre isso.

      Excluir
    2. O Reinaldo Weissman e um funcionário que andava aparecendo em umas HQs antigas. Inclusive há uma lenda de que o Anjinho tem algo a ver com ele. O Lupércio também e outro funcionário que até inspirou personagens fixos: o louco e o Frangao, goleiro do Pelezinho. A Denise tem algo a ver com a Rosana. E por aí vai....

      Excluir
    3. No caso do Reinaldo, eles só desenhavam com cabelos encaracolados igual ao Anjinho, mas não teve inspiração pra criar o Anjinho, pois quando o Reinaldo entrou na MSP, o Anjinho já existia.

      De farto, esse Lupércio inspirou esses personagens e a Denise foi criada pela Rosana, sim, mas não foi inspirada nela, era apenas pra ter mais uma menina contracenando com a Mônica e a Magali.

      Excluir
  4. Em alguns lugares aqui em Curitiba, a Coleção Histórica, pelo que notei, não vem em caixa, e sim num pacote de plástico lacrado! E muitos queremos na caixa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O normal é a caixa vir desmontada atrás das revistas. Se não tá vindo as caixas é de estranhar. Pode ser q tiraram as caixas de propósito antes de vender. Uma pena pq essas caixas são muito boas e ajuda a conservar melhor as revistas.

      Excluir
    2. A caixa vai desmontada. Odeio essas caixas.servem pra nada.

      Excluir
    3. Verdade! Eu peguei ela e achei muito esquisito quando vi! Foi numa livrara! Já no Sebo, eles compram as revistas novinhas, mas vendem a coleção avulsa colocando espalhado na prateleira separando por personagem! Por exemplo, as revista da Mônica estão todas juntas! Aí, a gente tem que ir catando a revista pra pegar uma determinada coleção! Vai entender esse pessoal!

      Excluir
    4. Adryz, isso pq eles avisam nas capas q as revistas não podem ser vendidas separadamente rsrsrs. Nos sebos daqui tbm vendem avulsos rs.

      Excluir
    5. Fabiano, eu gosto das caixas, ajuda a conservar, evita dos gibis ficarem amarelados pelo tempo, etc. A maioria do pessoal gosta das caixas. Questão de gosto.

      Excluir
    6. Pois é! Então, aquele aviso nem adianta! Aposto que o Sebo recebe a distribuição certinha nos pacotes e aí separam já que muitos nem sabem!

      Excluir
    7. Aqu já teve edição q vendeu avulsos edições q ainda se encontravam na banca. Avulso é bom pra quem não faz questão de colecionar e quer só ler as hqs e q também não faz questão das caixas.

      Excluir
  5. Respostas
    1. Muito legal mesmo. Engraçada a cara de desespero do Cascão e o Homem-Aranho surpreso.

      Excluir
  6. Engraçado que no Mônica 500 apareceram vários super heróis e ficaram idênticos aos originais, principalmente o Homem Aranha, esse ficou idêntico.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. As vezes acontece de colocarem as mesmas cores dos verdadeiros. Só q a maioria das vezes mudavam as cores.

      Excluir
    2. Acho que dependia da Lua e do humor de alguém do estúdio.

      Excluir