terça-feira, 17 de março de 2015

Magali: HQ "A Magali não gosta do quê?"

Mostro uma história muito divertida com o Cebolinha fazendo plano infalível para tentar descobrir qual comida a Magali não gosta. Ela tem 10 páginas no total e foi publicada em 'Magali Nº 140' (Ed. Globo, 1994).

Capa de 'Magali Nº 140' (Ed. Globo, 1994)

Começa com o Cebolinha encontrando um sorveteiro na rua e quando vai pedir um sorvete de morango, descobre que a Magali já tinha levado todos, quando havia pedido 10 bolas de uma vez só. Cebolinha fica furioso, achando que ela mereceria uma lição para deixar de ser tão esganada.


Então, Cebolinha pensa em um plano infalível para tirar apetite da Magali, quando aparece o Cascão perguntando se pode almoçar na casa do Cebolinha porque na casa dele ia ter dobradinha, comida que ele detesta. Com isso, surgiu a ideia do Cebolinha para o plano infalível contra a Magali. O plano era oferecer para ela várias comidas que muita gente não gosta e quando descobrir o que ela não gosta, sempre vai aparecer com aquilo na frente dela para que perca o apetite.


Ao perceber o olhar de plano infalível do Cebolinha, Cascão pensa em fugir, mas fica quando vê que era um plano contra a Magali, e não contra a Mônica. Cebolinha não explica direito o plano para o Cascão, só fala que deixa almoçar na casa dele, mas era para levar a dobradinha da mãe dele e entregar o que sobrou da mesada. Cascão não gosta, mas entrega a mesada para  o Cebolinha.


Depois, Cebolinha vai ao mercado comprar os ingredientes para o almoço e pede para sua mãe, Dona Cebola, preparar. Em seguida, vai na rua convidar a Magali para almoçar na sua casa. Como ele chega com muito agrado a chamando de linda, gracinha, Magali pensa que quer filar o pirulito dela, mas depois que fala do convite, Magali aceita, ainda mais que será às uma da tarde e ainda dá tempo de almoçar na casa dela antes. Cebolinha fica feliz que terá a oportunidade de saber de que comida ela não gosta.


Faltando quinze minutos para o almoço, Cascão vai à casa do Cebolinha levando a dobradinha, não suportando o cheiro, e passa mal quando chega lá, mandando o Cebolinha segurar a marmita. Depois do Cebolinha pôr no forno, Cascão pergunta quando eles vão almoçar e Cebolinha responde quando a outra convidada chegar. A campainha toca nesse momento e o Cascão descobre que era a Magali. Cascão estranha ter chamado a Magali porque vai acabar com a comida toda e o Cebolinha garante que dessa vez não.


Com todos na mesa, a Dona Cebola vai levando os pratos, assim que o Cebolinha pede. Primeiro foi uma salada de pimentão com rabanete bem ardido. Cascão fala que não gosta disso, Cebolinha também não e a Magali traça tudo, para a sua surpresa. Depois foi servido purê de alho e ensopado de jiló. Cascão também não gosta, mas a Magali não pensa duas vezes e come tudo, falando que eles são bobos porque jiló tem muitas vitaminas e alho faz bem para saúde.


Nessa hora, Cascão já está desesperado de fome, quando vem o próximo prato, que foi fígado ao molho de miúdos de frango. Cascão fala ao Cebolinha que adivinhou tudo que ele não gosta e Magali não perde tempo, come tudo e pergunta se tem mais uma coisa pra comer. Então, é servido a dobradinha da mãe do Cascão. Nessa hora, Cascão não aguenta e desmaia e a Magali, para variar, adora dobradinha, para surpresa do Cebolinha. Afinal, ele pensava que era a pior comida que seria servida, já que o Cascão não suportava.


Cebolinha fica com raiva e reclama com a Magali que serviu coisas que muita gente não gosta e ela comeu tudo. Magali diz que não é enjoada para comer. Cebolinha a xinga de magricela e ainda insiste em perguntar do que ela não gosta. Magali responde que não gosta é dele, que é mau educado e vai embora. Na rua, Magali conversa com o leitor, falando que não falou mentira, porque ela detesta qualquer comida temperada com cebolinha, revelando o seu segredo.


Na casa do Cebolinha, ele acorda o Cascão do desmaio e fala que o plano falhou. Cascão diz que a visão da dobradinha foi demais para ele e pede de volta o dinheiro que deu porque estava faminto e ia comprar um lanche. Cebolinha, sem graça, diz que não pode porque gastou todo o dinheiro para comprar as coisas para o plano. Cascão fica revoltado pelo Cebolinha ter gasto todo o dinheiro com aquilo e avança nele. No final, Dona Cebola pergunta se não vai querer a sobremesa e pergunta aonde está o Cebolinha e o Cascão responde que está na sala, "dobradinho, dobradinho", já que ele dobrou o Cebolinha todo.


Acho essa história legal, com tiradas muito engraçadas. De qualquer forma, Cebolinha se deu mal no final, como sempre. De fato, a gente sabe que a Magali gosta de tudo e nunca imaginamos de algo que ela não suporta comer. Nessa história foi comida temperada com cebolinha, mas como na MSP nunca teve cronologia, já tiveram histórias antes e depois dessa com ela comendo cebolinha.

Bem interessante saber que o Cascão odeia dobradinha a ponto de não suportar nem o cheiro. Nisso, ele pode até se colocar no lugar dos seus amigos que não suportam o seu mau cheiro. Na postagem a coloquei completa. Os traços muito bons, típicos dos anos 90, que era comum uma língua ocupando mais da metade da boca. Muito engraçada, por exemplo, a cara do Cebolinha quando foi servida a dobradinha, assim como a cara de nojo do Cascão.


Era comum também nos anos 90 o Cebolinha fazer plano contra todo mundo e não apenas contra a Mônica. Eu adorava quando fazia planos contra o Cascão e a Magali. Normalmente o Cebolinha não apanhava no final, mas seus planos davam errado, como sempre. E não era só o Cebolinha que fazia planos infalíveis nessa época, muitos personagens também faziam os seus para os seus determinados interesses. Até Nimbus e Chico Bento já fizeram os seus planos infalíveis, como já mostrei as histórias aqui. Eu gostava para variar as histórias. 

23 comentários:

  1. Já vi outras histórias dos anos 80 em que o Cebolinha se dá mal por causa da Magali e toma muito prejuízo, como na história Gaaah, onde a Magali começa a ter ataques de fome e o cebolinha gasta todo o dinheiro que ele tem para alimentá-la. kkkkkkkkkkk dava até pena dele.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca, Bruno! Ótima história que você falou! Eu lembro perfeitamente dessa HQ Gaaah!!!, e o enredo é esse mesmo que você citou: A Magali fica com ataques de fome, porque ela não tem dinheiro pra comprar tudo o que vê pela frente, então ela pede pro Cebolinha comprar pra ela.

      Mas eu acho que você esqueceu do final épico! No final, é o Cebolinha que faz ataque, mas não de fome, ele faz isso porque viu a Mônica toda arara da vida. Se você não sabe o que significa, arara é o mesmo que ficar irritado.

      E como eu já disse, eu já conhecia essa HQ e foi quando ela foi republicada no Almanaque da Magali # 45, de 2004, mas de acordo com o Guia dos Quadrinhos, essa história foi originalmente publicada em Magali # 110, de 1993, e foi a HQ que encerrou o gibi original. Ela também foi a HQ que encerrou o almanaque em que ela foi republicada.

      Então, dedico muito a essa HQ que quando eu era criança, quase tinha medo das caretas da Magali, mas era sensacional. Ah, sim! Eu não tenho mais esse almanaque, mas eu o baixei na internet. Mas quando der, sem dúvida, eu vou procurá-lo de novo. Então, você e o Marcos ficam torcendo pra eu encontra o gibi original e o almanaque.

      E Marcos, seria uma boa se você falasse dessa HQ citada, ela é muito boa! Abraços pra vocês dois!

      Excluir
    2. Eu tbm gostava quando o Cebolinha se dava mal com a Magali, tanto nas tirinhas, quanto nas hqs. Eu lembro dessa hq "Gaaah", é muito boa, sim. Quando der, falo dela.

      Excluir
    3. Marcos e Daniel eu cometi um erro, a história é dos anos 90 e não 80. Uma das partes mais engraçadas dela foi quando a magali quebra o cofrinho do cebolinha pensando ser um leitãozinho. kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
    4. kkkk... muito engraçada.

      Excluir
    5. Eu li essa história esses dias nesse Almanaque! Realmente muito boa! Abç.

      Excluir
    6. Muito legal, sim. Qualquer dia mostro aqui.

      Excluir
  2. Adoro essa estória! Uma das melhores da Magali pra mim! Lembro que li pela primeira vez em uma sala de espera, onde se encontrava esse gibi e uns livrinhos infantis de uma coleção em que dois eu tinha (até hoje tenho). A publicação me dá um toque de saudosismo, não sei se é por isso que aprecio tanto essa HQ, mas ela em si tem seu próprio mérito por revelar uma comida que a Magali não gosta, mesmo que por uma estória, e um plano infalível do Cebolinha que não é direcionado à Mônica. Não lembro se comprei a revista depois ou isso só ficou marcado em minha memória, de qualquer jeito, agradeço pelo texto e pelas imagens!

    Outro plano contra a esfomeada que possuo enorme apreço é um que o Cebolinha junto uns dois ou três amigos e exagera sobre os "abocanhamentos" da Magali para a mãe dela, fazendo com que a gulosinha seja castigada e passe a comer com moderação. Aí ela resolve descontar a gula no futebol, onde passa a vencer os meninos! Muito bom!

    Ah, se puder, faça uma análise do novo aplicativo da MSP, o Caixa de Quadrinhos, parece ser promissor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa hq é hilária. Eu adorava hqs com planos do Cebolinha contra a Magali, fugia da mesmice de ser só com a Mônica. Como ele sempre se dava mal do mesmo jeito, ficava ótimo. Essa hq q vc citou é "Magali, a terrível" da Magali nº 159. Muito legal, sim.

      Sobre o aplicativo, eu não baixei. Tem q pagar em torno de R$ 5 a R$13 por mês para ler as hqs, como imaginei. Capaz até de ter alterações nas hqs, já q pelo menos nas capas tem, tirando o selo da editora e o código de barras. E pelas imagens parece q tem mais gibis do final dos anos 90 e inicio dos 2000. Era melhor se fossem antigos.

      Excluir
  3. aaa muito boas essas historias e engraçadas kkkkkkkkkkk sao pequenas mais sao boas. saudades.

    ResponderExcluir
  4. "Magali aceita, ainda mais que será às uma da tarde e ainda dá tempo de almoçar na casa dela antes"

    Eu ri. Acho que muita gente faz isso quando é convidada pra um come e bebe, mas nunca admite.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, esqueci..... não suporto também nem o cheiro dessa bagaça da dobradinha. Dá ânsia de vômito. Abraços.

      Excluir
    2. kkkk... é verdade, só o q mais legal é q a Magali falou isso na cara do Cebolinha, sem vergonha de admitir. Muito engraçada. De fato, dobradinha tem cheiro ruim e não gosto não, Cascão está certo. Dessas comidas aí, o purê de alho e a salada de pimentão eu comia fácil rs.

      Excluir
    3. Minha birra é só pela dobradinha mesmo. As outras desceriam bem.

      Vi pessoas falando do app aqui nos comentários. Até baixei, mas não curti. Tirei logo. Eles colocam uma degustação grátis de uma porção de revistas, mas no meu tablet, parece que a imagem ficou um pouco estranha, pois "teve que caber" na tela (ficou essa impressão). além do mais, não gostei nada de terem ocultado os logotipos das editoras. Achei descabido e chega a soar como ingratidão da parte da MSP.

      E novamente dei uma folheada nas mensais e, adivinha, na do Cebolinha, mais caretas excessivas que nem tem muito a ver... uma pena! Pelo jeito, não há muito o que esperar nas próximas cem edições.

      Abraços.

      Excluir
    4. Tbm achei absurdo tirar o logotipo das editoras no app, tinham q colocar, era o minimo. Dá essa impressão mesmo de ingratidão. Acho q esse app é mais caça niquel, e até o motivo de eles bloquearam sites de scans de gibis. Duvido q não tenham alterações nas hqs, ou senão vão colocar só gibis q não tem nada incorreto.

      Sobre as mensais tbm folheei e estão terríveis. Essas caretas são péssimas. A tendência é piorar e isso bem antes das próximas 100 edições. Por isso q sempre dou foco nos gibis antigos até os anos 90. Valem muito mais.

      Abraços

      Excluir
  5. Kkkkk...legal...está edição tenho na coleção! ;)

    http://blogdoxandro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demais essa hq. Legal q vc tem esse gibi. :)

      Excluir
  6. ah conheço e odeio muito obrigado por responder.

    ResponderExcluir
  7. A Magali não gosta de brioches,segundo uma história que li faz tempo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, ela não gostava por trauma de vidas passadas. Mas, depois tbm teve hqs com ela comendo brioches. Ou seja, nunca teve uma coerência. uma cronologia nos gibis.

      Excluir