segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Capa da Semana: Mônica Nº 14

Mostro uma capa engraçada com a Mônica com o bambolê entalado na cintura de tão gorda que estava e os meninos só de longe, dando gargalhada com a situação. A Mônica fazendo força para tirar o bambolê preso é sensacional. Quando eles chamam a Mônica de gorducha, não é à toa. 

A capa dessa semana é de 'Mônica Nº 14' (Ed. Globo, Fevereiro/ 1988).


14 comentários:

  1. Eu tive essa revista. E hoje me arrependo de ter dado fim a ela.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma pena mesmo vc ter se desfeito dessa. Hqs muito boas. Abraços

      Excluir
  2. Linda capa rsrs. Tenho essa revista que consegui resgatar em um sebo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm achei q ficou muito bonita. Cores bacanas e os desenhos maravilhosos.

      Excluir
  3. Nem precisamos dizer que uma capa assim, hoje, "pegaria mal"...

    ResponderExcluir
  4. Adoro essa capa... a cara dos meninos XD E nunca tive essa revista, quem sabe um dia :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma capa sensacional, sem dúvida. Não só pela piada, mas os desenhos bem caprichados. Tomara q vc encontre algum dia essa revista.

      Excluir
  5. A arte daquela época era interessante. Ainda acho mais bonitos os desenhos traçados e colorizados manualmente do que os de computador. Detalhe para o cabelo do Cascão, esse efeito borrado a dedo era muito bacana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, eu adorava esse efeito no cabelo do Cascão e realmente é uma impressão digital de um cara q trabalha lá, mas q não é desenhista. Muito bom.

      Os traços antigos eram bem caprichados, tudo artesanal q davam gosto de ver.

      Excluir
  6. Na moda do bambolê..kkk..pena não ter essa na coleção!! xD

    http://blogdoxandro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk... pena vc não ter esse gibi. Quem sabe um dia.

      Excluir
  7. Muito legal essa capa, Marcos! Os desenhos estão ótimos e as cores caprichadas! E realmente, não é á toa que os meninos xingam a Mônica de gorducha.

    Falando nisso, essa capa representa o quanto que as piadas envolvendo o peso gorducho da Mônica são muito boas, não é?

    Eu só acho uma pena não ter essa edição na minha coleção, assim como todo mundo que comentou nessa postagem. Quem sabe eu consigo esse gibi se ele tiver lá no sebo aqui de casa.

    Mas agora, vamos falar sério: É verdade que os primeiros números da Editora Globo entre 1987 e 1989 são um pouco assim difíceis e raros de se procurar?

    Por exemplo, eu consegui comprar a Mônica nº 5 de 1987 do sebo aqui perto, porém está um pouquinho detonada e colada com muita fita durex. Mas apesar do estado, me orgulhei bastante de finalmente ter um gibi assim desse tempo.

    Mesmo se não tiver esse Mônica nº 14 e outros gibis da Globo dessa época, me deseje boa sorte na procura, pois eu vou precisar.

    Pra terminar o comentário, que tal um dia você falar da HQ Armação no Shopping Center, que abre essa edição? Nela vemos Cebolinha e Cascão azucrinarem - o mesmo que encher o saco - a Mônica num shopping, com direito a muitos corres-corres. Ao ver essa história, ela me parece ser idêntica á Chico no Shopping (CHB # 215, 1995), mas só pelo fato dos personagens estarem visitando um shopping e vivendo várias encrencas, que nem como o Chico fez.

    Agora quanto á republicação, eu tenho a história na republicação da Panini no Almanaque da Mônica nº 32 de 2012, mas eu não sei se ela já foi republicada antes na Globo. Ou seja, é bem capaz de você saber, não é?

    Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa essa capa, gosto quando mexiam com o peso da Mônica. Os primeiros números da Globo estão mais difíceis de encontrar e ainda em bom estado. mas que bom q vc conseguiu a nº 5, mesmo não estando em bom estado. Como tem sebo perto da sua casa, quem sabe não encontra essa nº 14 também. Boa sorte pra vc.

      A HQ Armação no Shopping é essa mesma q vc falou Cebolinha e Cascão azucrinarem a Mônica num shopping com muita correria. Mas não acho idêntica a do Chico no shopping. Ela foi republicada primeiro em Almanaque da Mônica nº 38, de 1993.

      Abraços

      Excluir