domingo, 2 de novembro de 2014

Capa da Semana: Cebolinha Nº 58

Uma capa bem engraçada com o Cebolinha desesperado porque deixou o cabelo crescer e ficou tão grande que formou uma jaula e ficou preso. Precisou a Dona Cebola, mãe dele, ter que cortar. Muita loucura.

A capa dessa semana é de 'Cebolinha Nº 58' (Ed. Globo, Outubro/ 1991).


14 comentários:

  1. Capa bonita e inteligente.

    Criatividade do MSP, onde você foi parar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era uma criatividade incrível, difícil mesmo saber aonde foi parar. Era muito bom.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Rsrs...Como o cebolinha sofria com o cabelo. Acontecia de tudo rs.

      Excluir
  3. Oi, Marcos! Que bom que você tem essas revista do começo da Globo. Cuide bem delas.
    Fico imaginando essa capa nos dias de hoje com efeitos diversos nas cores do cenário. Ou ficaria muito linda mesmo, ou ficaria uma poluição visual só.
    Abraços. Boa semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza eu cuido delas rs. São hqs maravilhosas dessa época.

      Mesmo se hj fossem capas com piadinhas, colocariam esses efeitos. Ficariam parecidas com as primeiras edições da Panini q algumas tinham ainda piadinhas.

      Eu não gosto muito dessas sombras, mas as crianças gostam aí eles colocam assim. É uma nova tendência esses efeitos, v~e q até na Disney tem...

      Boa semana. Abraços

      Excluir
  4. Tá faltando um fio ai não? eu contei quatro e é cinco...enfim, que loucura...o que foi isso? Um xampu do Franjinha ou será alguma do Louco mesmo? kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, eu tbm contei 4. Mesmo com esse pequeno erro ficou ótima. Pode ter sido uma fórmula do Franjinha, coisa do Louco ou simplesmente o Cebolinha deixou crescer e aconteceu isso. Típica capa daquelas q fica a imaginação do leitor. Muito bom.

      Excluir
  5. Puxa, Marcos! Sempre quando eu vejo essa capa, fico com muito dó do Cebolinha. Como ele sofre com o cabelo dele, hein?

    Aliás, nessa edição, ela abre a antológica HQ Bem Vinda, Maria Cebolinha, em que conta a história do nascimento de Maria Cebolinha na família do Cebolinha.

    Realmente, Marcos, é uma clássica e inesquecível HQ, não tem como esquecer dela. Incrivelmente, essa história é dividia em capítulos e muito longa pra um gibi de 64 páginas, o mesmo aconteceu com a história O Ovocausto, de CHB # 64, de 1989.

    Já eu, eu já conhecia a história quando a lia no antigo site da Mônica e quando ela foi republicada no Almanaque do Cebolinha # 86, de 2005. E isso é mesmo incrível, já que, como nessa época, os almanaques dele republicavam histórias de 1997 e 1998, eles resolveram voltar pra 1991, o mesmo aconteceu com a história Uma Estrelinha Chamada Mariana, de CHB # 87, de 1990, quando foi republicada no Almanaque do Chico Bento # 77, de 2003.

    E pelo fato dessa história ser considerada clássica, ela bem que podia ter sido republicada no livro Cebolinha 50 Anos, de 2010, mas infelizmente, não foi republicada. Revoltante! Essa história merecia estar nesse livro.

    E claro, quero muito que um dia, você fale da história, ela é mesmo excelente. Uma das melhores histórias do Cebolinha com a Maria Cebolinha. Isso é, se você conhecer, né? Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No Cebolinha 50 Anos achei mais revoltante é não ter hq do Cebolinha contracenando com a Maria cebolinha. Eu gosto muito dessa hq desse gibi, mas eu não a colocaria lá por ser muito grande, a não ser q o livro tivesse mais páginas. Só por isso. Mesmo assim, nada impedia de colocar qualquer outra com a Maria Cebolinha.

      Quando der, falo dela. Abraços

      Excluir
    2. Pois é, Marcos. Não só essa HQ do nascimento da Maria Cebolinha deveria estar em Cebolinha 50 Anos, mas também Babá? Bolas!, de CB # 42, de 1990, e Uma Questão de Tempo/Questão de Muitos Anos..., de CB # 110, de 1996. Duas HQs que eu acho sensacionais, uma melhor do que a outra.

      Em Babá? Bolas!, Cebolinha não pode ir à um jogo de futebol no campinho, porque tem que cuidar da Maria Cebolinha. Mas mesmo assim, ele a leva pra ela assistir e cuidar dela ao mesmo tempo. Só que no final do jogo, a Maria Cebolinha some de repente e o Cebolinha fica desesperado. Depois, ele descobre que Maria Cebolinha já estava em casa, porque achou o jogo chato. Mas para tristeza dele, a mãe dele, Dona Cebola, resolveu fazer um curso que ela fez todos os dias, e pede pro Cebolinha cuidar da sua irmã todas as tardes. Assim, ele chora e Maria Cebolinha fica pensando que ele dá trabalho, terminando a história.

      Sério, essa história é sem dúvida muito legal! Não sei quem fez a história, provavelmente foi a Rosana Munhoz, mas se não for ela, não importa, porque até os traços são excelentes. E eu tive a oportunidade de conhecer a história quando ela foi republicada no Almanaque do Cebolinha # 44, de 1998.

      Já Uma Questão do Tempo é excelente. Eu não sei se fala Uma Questão do Tempo mesmo, porque quando eu vi o gibi, tava escrito Questão de Alguns Anos..., mas não tem problema. Nela, Cebolinha, cansado da sua irmã, leva para o laboratório do Franjinha para beber uma fórmula, e aí ela cresce mesmo. Mas mesmo assim, ela crescida não tem limites. Tipo assim, ela usa um vestido novo e dá adeus às fraldas, dá girafada no Cebolinha e o Cascão fica apaixonado por ela. No final, ela volta a ser bebê, e o final é engraçado, ela pede pro Cebolinha pra pegar o chocalho dela e ela rasga o plano infalível dele. Muito bom!

      Então é isso, essas são duas HQs boas do Cebolinha contracenando com a Maria Cebolinha que deveriam estar no livro. Até agora, eu sei que a HQ Babá? Bolas! já foi republicada, mas Uma Questão de Tempo não sei se foi republicada, e acho que nem você sabe também.

      Então, me diga se você conhece essas duas HQs, se os enredos de cada uma que eu disse são esses e fale se elas mereciam estar no Cebolinha 50 Anos. Ah, quando der você fale delas. Abraços!

      Excluir
    3. Vc sabe q eu conheço, até por ter visto minha postagem do Cebolinha 50 Anos, aí fica parecendo q quer perturbar. Se der, algum dia falo delas.

      Excluir
  6. Marcos, essa HQ começa com a historia "Bem vinda Maria Cebolinha ne? Perdi esse gibi e nunca mais li.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi essa história mesmo... muito legal essa. Tomara que vc consiga recuperar esse gibi.

      Excluir