domingo, 9 de março de 2014

Capa da Semana: Cebolinha Nº 27

Uma capa mostrando que o Cebolinha não consegue colocar fone de ouvido do walkman por causa do seu cabelo. E o Bidu só rindo da cara dele.

Aliás, o curioso que walkman não existe mais e se fizessem uma capa semelhante a essa atualmente, colocariam um smartphone no lugar.

A capa dessa semana é de 'Cebolinha Nº 27' (Ed. Globo, Março/ 1989).


26 comentários:

  1. Legal o fundo em degrade.
    Hoje em dia ainda há esses fones (chamados headphones), mas poriam um celular ou um IPod ou qualquer aparelho atual que reproduza música (Quase todos, he-he :D)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há algum tempo colocariam um MP3 player ou MP4, mas como tbm estão desatualizados, seria um smartphone pra ficar moderno.

      O fundo ficou ótimo mesmo assim desse jeito em degradê.

      Excluir
  2. A evolução da tecnologia nas capas de gibis... esse não tenho...
    Engraçado ver o Bidu ao lado do Cebolinha... o Floquinho ficaria estranho já que ele não tem expressão nenhuma, hehehe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para ver como mudou em pouco tempo. Tinha muitas capas do Bidu com o Cebolinha, era legal.

      Excluir
  3. Provavelmente iriam colocar um MP3, pois segundo a MSP, crianças não podem mexer em celular

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, implicariam com alguma coisa para não ser feita atualmente. Se bem q hj o q mais tem são crianças mexendo com celular e smartphones, nem q seja só pra jogar. E os pais deixam tranquilamente.

      Excluir
  4. Alguns gibis do Cebolinha dessa época aparecia o Bidu nas capas, por que será?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, acho q era pra diferenciar e dar mais graça e não ficar só a Mônica ou o Cascão, por exemplo. Nessa capa podia ter sido qualquer personagem rindo do Cebolinha e preferiram o Bidu. E ficou muito bom o cachorro dando gargalhada.

      Excluir
  5. Saudades do walkman... E, claro, das fitas k7. Ler esse gibis mais antigos é bom por isso: nostalgia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mesmo, Kleiton, isso é muito legal nos gibis antigos. Interessante ver walkman, discos de vinil, fitas K7, câmera fotográfica com filme, máquina de escrever, etc. Nostalgia pura.

      Excluir
  6. Marcos essas capas de antigamente eram engraçadas estou escrevendo e rindo aqui , eu não gostei do fundo ficou muito abusado do laranja , e a tecnologia esta evoluindo nas capas !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, as piadas delas eram engraçadas mesmo. Sobre o fundo eu gostei pq gosto de fundos degradês.

      Excluir
  7. Olá,Marcos!
    Se a MSP fizer isso de substituir o walkman por um smartphone, juro, nunca mais faço post de gibis atuais da turma da monica no lucasquadrinhosa.
    ah, eu mudei um pouco e fiz um post sobre a luluzinha.
    naquela época, muitos animais (um deles, jotalhão) apareciam nas capas. hoje até aparece o bidu, mas o jotalhão.....tsctsc....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fariam caso fizessem outra capa semelhante a essa pra ficar atual. Porém, poucas chances acontecer pq eles gostam agora de mostrar hqs de aberturas nas capas dos convencionais. Quem sabe podia acontecer em algum almanaque.

      Sim, adoravam colocar o Jotalhão e o Bidu nas capas. Hj não. prevalecem hqs de aberturas nas capas.

      Excluir
  8. Olá, pessoal!

    Parabéns pelo trabalho, Marcos! Adoro ver sua postagens semanalmente, e tenho feito isto há um tempinho.

    Gostaria de perguntar a todos como eu faço para conseguir edições antigas dos gibis da Turma da Mônica. Tenho algumas da minha época - de uns 10-12 anos atrás - e gostaria de mais.

    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anderson, q bom q tá gostando do blog. Sobre conseguir revistas antigas vc pode ir em alguma loja de sebo perto da sua casa ou cidade, ou então pode conseguir comprando na internet em sites como Mercado Livre, Estante Virtual, entre outros.

      Excluir
  9. Viu o novo clássico do cinema, King-Gong? Ridículo, sombra e brilho por todos os quadrinhos, desenhos e letras TOTALMENTE digitalizados e nem uma única briguinha entre a Mônica e o Cebolinha, que agora estão até "trabalhando" juntos.
    Deram um jeito de detonar os Clássicos do Cinema!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu vi folheando nas bancas, achei estranho as cores assim, tudo com sombra q nem as capas.

      E as letras horrorosas, q nesse título ainda estavam prevalecendo as tradicionais feitas a mão.. Fora q só olhando achei o roteiro fraco e não me agradou. Logo, não comprei essa edição. Detonaram mesmo.

      Excluir
    2. Ah, mas eu gostei do jogo de cores desta edição, achei legal, como se eles considerassem agora que o Clássicos merece esse cuidado nas ilustrações.

      Sobre a Mônica e o Cebolinha trabalhando juntos, acho legal. Na verdade, eles nunca foram inimigos mortais. Lembro de uma história em que a Mônica precisa de algumas figurinhas para completar um álbum que ela havia dito para o Cebola que tinha completo, mas não conseguiu elas. Então, Mônica confessa que mentiu para ele e o troca-letras dá figurinhas repetidas que ele tinha para a dentuça. E depois, ela dá um beijinho no rosto dele.

      E essa coisa de letras parece ser definitivo. Uma pena. Mas os traços dessa edição são do José Aparecido Cavalcante, que também desenhou aquela outra edição, "Super-Home".

      Mas achei o roteiro bom. Tem roteiro que agrada a alguns, mas não à outros. Mas entendo o ponto de vista de vcs.

      Excluir
    3. Os traços até q não ficaram ruins, o q estragou foi as cores. Não posso afirmar sobre roteiro pq não comprei, mas pelo pouco q vi não vi nada de mais. Mas gosto é gosto né? Cada um tem o seu.

      Excluir
    4. O roteiro é péssimo. Cebolinha só precisa de um carrinho "Speed Rei" pra completar sua coleção e decide que vai conseguir dinheiro com um filme e vencer um concurso. Ele vai até um estúdio de cinema e encontra vparios bonecos (Transfofos, carro do Batman, Titanic, dinossauros), e acabam dando vida a todos, inclusive o King Gong. Daí o macacão pega a Mônica e todos vão salvar.
      O resto eu não sei, não tive cabeça pra continuar lendo. Só sei que até os desenhos do Cebolinha têm sombras e isso está parecendo aqueles gibis educacionais que você encontra gente distribuindo pelas ruas, ou uma screenshot mal feita de um filme e inserida em quadrinhos.

      Excluir
    5. Ou seja, uma edição bem fraca para esse título. Legal saber q tá assim, aí não compro mesmo. Valeu!

      Excluir
  10. OS ALUNOS DO 5º ANO DA ESCOLA MUNDO MÁGICO DE CORUMBIARA - RO, EM AULA SOBRE BLOGS ESTÃO ACESSANDO ESSE BLOG, GOSTARAM MUITO DO QUE VIRAM, PRINCIPALMENTE SOBRE AS MUDANÇAS NAS TECNOLOGIAS POIS POUCOS CONHECEM WALKMAN.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal q eles estão se interessando no blog. Realmente pra uma criança de 10, 11 anos (ou menos) não conhecem mesmo walkman. Foram extintos há uns 10 anos...

      Excluir
  11. Bons e velhos tempos do querido walkman que não voltam mais, Marcos! Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Daniel, walkman não existe mais. Abraços

      Excluir