quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Rei Leonino: HQ "A Árvore Universal"

A história que eu compartilho é de Natal com o Rei Leonino, que por se sentir sozinho, é construída uma "Árvore de Natal Universal" para passar o Natal junto com seus súditos. Tem 11 páginas e foi publicada no 'Almanaque da Mônica nº 20' (Ed. Abril, 1983).

Capa do 'Almanaque da Mônica nº 20' (Ed. Abril, 1983)

Começa com o Rei Leonino se lamentando que está chegando o Natal e todos os súditos estarão comemorando juntos e que passará sozinho porque ele é um rei soberano e não pode demonstrar fraqueza e passar Natal junto com os plebeus.

O ministro Luís Caxeiro Praxedes ouve tudo escondido e sai para tomar providência, do seu jeito e aproveitar para tirar proveito disso. Então, quando o Rei Leonino volta ao seu trono, Luís Caxeiro aparece com um engenheiro de construção, anunciando sua nova ideia. Rei Leonino ainda cobra que ele estava ouvindo suas indagações escondido, mas deixa o ministro contar o seu projeto.



Trata-se de uma "Árvore de Natal Universal". Com a aprovação do Rei Leonino, será construída uma árvore gigante em frente ao palácio para que o rei e os súditos possam passar o Natal juntos. Só que com essa construção, o povo da mata teria que pagar impostos para o material e eles teriam que trabalhar na construção da árvore.

Rei Leonino assina, então, a autorização para a construção da Árvore de Natal Universal, sem saber que estava sendo enganado pelo Luís Caxeiro e o engenheiro para atender a interesses próprios e arrecadar dinheiro a custa do povo da mata.



Autorizada a construção, ao mesmo tempo que o Rei Leonino fica contente e se prepara para comemorar o Natal harmoniosamente junto com seus súditos, Luís Caxeiro obriga os súditos a pagar altos impostos e a trabalharem forçados contra a vontade, sendo ameaçados o tempo inteiro por guardas reais, para que a árvore fique pronta até aquela noite de Natal. Trabalham feito escravos e excessivamente, mas o Rei Leonino não sabe da tal exploração.



Chega a noite, assim que o Rei Leonino sai do palácio, os guardas ordenam para o Raposão ligar a árvore, através do projeto de tirar uma pedra da cachoeira para jorrar água até o aparelho e gerar a eletricidade na árvore. E então, ela é ligada. Rei Leonino fica contente e deseja um feliz Natal a todos os seus súditos e nota que eles estavam exaustos. Ao mesmo tempo, ele tropeça em um fio e acaba dando curto-circuito na árvore.



Com isso, o rei fica triste com o ocorrido e conta que deixou construir a árvore só pra passar o Natal junto com os súditos. Eles, então, falam que nunca convidavam porque pensava que não queria passar junto com os plebeus e que não precisava os guardas forçá-los a trabalhar só por causa disso. Então cai a ficha e descobre a tramoia do Ministro Luís Caxeiro.

No final, enquanto todos comemoram o Natal dentro do palácio, o Luís Caxeiro e o engenheiro são obrigados a limpar toda a sujeira da árvore na mata, mas o Rei Leonino, ainda sai da festa para cobrar o ministro para acabar logo e também para desejar um feliz Natal a ele, afinal um rei nunca perde a majestade.



Uma história de Natal muito legal, mostrando a vida solitária do Rei Leonino e a má índole do ministro Luís Caxeiro Praxedes, que além de ser puxa-saco, demonstrou ser interesseiro, ganacioso e tirar proveito próprio para o seu bolso à custa dos súditos. Nessa história, o Rei Leonino é retratado como um rei solitário e amigo de todos os súditos, mas existem histórias que ele é um rei ranzinza e autoritário. 

Nessa postagem não coloquei a história completa. Curiosamente, ela era inédita até então, e, assim como as outras desse almanaque, nunca foi republicada.



Falando brevemente desse 'Almanaque da Mônica nº 20', ele é completamente diferente dos outros. Tem formato canoa maior que os outros, com 15,5 x 23 cm e com 68 páginas. Foi uma edição especial, só que seguindo a numeração do Almanaque da Mônica. Foram 8 histórias no total, só que em vez de republicações, tem apenas histórias natalinas inéditas e que nunca foram republicadas.

Além dessa do Rei Leonino e a tirinha final de Natal, tem também as histórias: "Mônica e o presentão", Oh, Oh, Oh Louco", "A grande surpresa de Natal", "Presente errado" e "O Gorro rasgado", todas essas com a Turma da Mônica, além de ter uma também com o Astronauta. Uma melhor que a outra e nenhuma delas republicadas até hoje.



Alguns almanaques da Mônica na Abril entre 1980 e 1983 tinham histórias inéditas, ou apenas uma, ou até o gibi inteiro, como no Almanaque da Mônica de Natal nº 11 e esse nº 20. O nº 7 tinha algumas inéditas de uma página. E, dentre essas histórias inéditas de todos eles, jamais republicadas até hoje, sendo esquecidas completamente pela MSP. 

Além desses de Natal, os de números 9, 10, 12 e 14 também tiveram inéditas. Quem sabe um dia, eu consiga esses almanaques da Mônica com histórias inéditas. E também, quem sabe um dia republiquem essas histórias inéditas.

39 comentários:

  1. O Rei Leonino sempre rende otimas historias na turma da mata mas atualmente ele anda um pouco esquecido pela MSP

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da Turma da Mata eu gosto mais do Rei Leonino. É o meu preferido. Eram ótimas suas hqs, a hierarquia do povo da mata.

      Uma pena eles não colocarem mais hqs com ele com tanta frequência como era. Espero q não fique no limbo do esquecimento.

      Excluir
  2. Muito legal a HQ...pena que ele anda sumido mesmo..hoje nas Hqs atuais da Turma da Mata é só as com tarugo e os coelhinhos filhos do Coelho Caolho(pq todos eles usam óculos? xD)! :p

    E que droga pq eles não republicam essa Hqs no especial de natal anual da turma? é só as mesmíssimas HQs todo ano! :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Xandro, só tem Tarugo e filhos do Coelho Caolho pra ver como andam as mesmices atualmente. Uma pena.

      Eles usam óculos pra ficar parecido com o pai e também pra dizer q são caolhos tbm rsrs.

      Esses especiais de Natal sempre são as mesmas hqs mesmo. Inúmeras republicações das hqs, já deu o q falar. Até quando republicam as da Ed. Abril tbm são as mesmas.

      Excluir
  3. Em minha opinião, acho que esses almanaques vinham com histórias inéditas porque não haviam histórias de Natal o suficiente para um almanaque inteiro :p

    Não gosto da Turma da Mata, então, nem vou pedir pra botar a história completa hehe

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pedro, tbm acho isso. Naquela época eram poucas histórias de Natal q existiam, até porque não era todo ano q tinha hqs de natal nos gibis.

      Eu acharia melhor se fosse uma revista especial com inéditas, e não seguir a numeração do Almanaque da Mônica. O termo "almanaque" na MSP são pra reedições e isso de ter inéditas confunde os colecionadores.

      Sobre a Turma da Mata eu gosto, pelo menos as antigas. Acho boas, principalmente com o Rei Leonino.

      Excluir
  4. Acho que a MSP deveria fazer um especial de Natal com as melhores historias de natal ja lançadas, como o Natal de Ouro Disney, com papel especial e capa cartonada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, na Globo as capas eram cartonadas nesse especial até o nº 5, depois mudaram isso, e com preço mais caro. Seria bom q voltassem as capas cartonadas, assim como os Almanaques Temáticos.

      Excluir
  5. História interessante essa. O Rei Leoniino é retratado como diz ser o signo de Leão - vaidoso, amigo de todos, porém ingênuo e autoritário quando é contrariado.

    Eu sou de leão. Cansei de ler isso no meu signo. Uma bobagem, mas que numa HQ combinou bem.

    Bons tempos esses!

    Abraços.

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, as características do Rei leonino são exatamente essas. E essa hq é muito legal, ótimos tempos da MSP.

      Abraços

      Excluir
  6. Oi, Marcos. Confesso que nunca tive interesse por gibis de Natal da TM. Porém, sempre que tenho oportunidade dou uma olhada.

    Pena que a Turma da Mata, ultimamente, está bem esquecida pela MSP :(. As histórias eram boas.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O chato dos gibis de Natal é q são sempre as mesmas hqs... elas são boas, mas cansou de ver tantas vezes republicadas,

      Sobre a turma da mata, as antigas eram muito boas, gostava tbm da Rita najura em cima do Jotalhão. Hj, quando colocam são hqs bobinhas e encheção de linguiça..

      Excluir
  7. Vcs viram que MUDARAM o traço do Pelezinho no almanaque 8? Não só na capa como nas histórias! HORRÍVEL!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Horrível é pouco, avacalhou demais com o Pelezinho e sua turma. Aguarde uma postagem minha falando sobre isso.

      Excluir
  8. http://blogturminhadamonica.blogspot.com.br/2013/12/msp-muda-o-visual-do-pelezinho-depois.html

    Perdi até o gosto de comentar esta postagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, quando me foi repassada essa informação :'(

      Excluir
    2. Ficaram horrorosos... é revoltante fazerem isso com eles. Tudo tem limite.

      Excluir
  9. Nossa, nem lembrava direito a turma da mata. O rei Leonino era muito legal =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rei Leonino era bom demais, uma pena q anda sumido.

      Excluir
  10. No meu blog, tem uma postagem sobre o Pelezinho novo (bolada fora): http://espacomauriciodesousa.blogspot.com.br/2013/12/bolada-fora-msp-muda-o-visual-do.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vi lá... tbm detestei. Mudaram todos os personagens negros, e os lábios da Bonga ficaram ligeiramente menores. Revoltante.

      Excluir
  11. Essa MSP tá passando dos limites!!!! Pra quê mudar o traço do Pelezinho meu deus?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo q entendi é pra tirar preconceito... sinceramente nada a ver, fora q descaracterizou totalmente.... perdeu a graça.

      Excluir
  12. Marcos, vc vai fazer uma postagem comentando a CHTM #38

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. André, eu vou fazer, só q vai ser só depois do Natal ou em janeiro.

      Excluir
  13. Bela história. Tem gente que pula as histórias da Turma da Mata, mas eu gosto.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Eu gosto tbm das hqs da Turma da Mata, eram bacanas. (as antigas, logicamente)

      Excluir
  14. Marcos, vamos ver se te ajudo.

    Também tiveram histórias inéditas os Almanaques da Mônica nºs:

    9 - Festas Juninas (dez inéditas de um total de 17, contando com a tira da última página)
    10 - Dia da Criança (duas inéditas; a primeira e a tira da última página, de um total de 15)
    12 - Férias (todas foram inéditas)
    14 - Dia da Criança (as 3 primeiras e a tira da última página, de um total de 12)

    Vou ficar te devendo o nº 16 - Natal (que, inclusive, tem o mesmo formato do nº 20), que infelizmente não tenho mais. Não lembro se tem hqs inéditas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah valeu mesmoAndré... bom saber q aí se der eu procuro essas.

      A nº 7 tbm tinha hqs de 1 página inéditas (umas 6 inéditas assim no total), mas prevaleciam reedições.

      A nº 16 tem cara q são inéditas tbm, na época não tinham muitas hqs de Natal pra republicações... pensava q vc tinha esse.

      Excluir
    2. Com certeza todas essas nunca foram republicadas até hj

      Excluir
    3. Não tenho o 16... é um dos poucos que me faltam. Tinha um no ML, mas tava meio detonadinho e não quis comprar.

      Esqueci de ver o nº 7. Nem sabia que tinham inéditas também. Vou dar uma olhada nele.

      Sim. Ao que me consta, nenhuma dessas foi republicada.

      Excluir
    4. Muito detonado não dá vontade de comprar, ainda mais no ML q costuma custar caro demais. Valeu pelas informações.

      Excluir
    5. É isso aí. O Almanaque nº 7 tem seis inéditas de uma página (contando com a tira da última página) intercalada com histórias antigas, num total de 13.

      E a detonadinha nem tava cara. Era 8,00, mas achei que não valia a pena, porque ainda tinha o frete.

      Excluir
    6. O frete q estraga. Tinha q procurar outros da lista do vendedor para compensar o frete. E nem sempre o vendedor tem algo q a gente quer.

      Excluir
  15. Marcos, caso você já tenha conseguido todos os Almanaques com histórias inéditas comente as nas respectivas meses que combinam as histórias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não tenho esses almanaques, quando conseguir pode ser.

      Excluir
    2. Ah, se esse ano tiver tempo, fale dos traços dos personagens de sua criação até os atuais.

      Excluir