segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Anjinho: HQ "Aconteceu no Natal"

Mostro uma história do Anjinho que conta a sua chegada ao Céu bem nas proximidades do Natal. Escrita pelo roteirista Flavio Teixeira, é uma história muito bonita que foi publicada no 'Gibizinho do Anjinho Nº 5' (Ed. Globo, 1991).

Capa do 'Gibizinho do Anjinho nº 5' (Ed. Globo, 1991)

Na trama, o próprio Anjinho narra como chegou no céu. Começa com a Dona Morte chegando ao Paraíso com o Anjinho e chamando Moisés para abrir a porta do Céu. Anjinho pergunta quando volta para a Terra e Moisés avisa que o Céu é o seu novo lar.


Então, Anjinho, como estava apertado pra mijar, pergunta a Moisés onde é o banheiro e acaba mijando para fora de uma nuvem, atingindo na Terra o Imperador romano César.


Além disso, enquanto Moisés conversa com a Dona Morte, informando que Pedro o substituirá em breve, Anjinho faz outra travessura e espanta os passarinhos. Moisés avisa que ele vai precisar de um par de asas e uma auréola, e, antes disso, seria preciso registar o seu nome no "Grande Livro". Então Anjinho revela que era órfão e não tinha nome, e, com isso, ele se passa a chamar "Anjinho".


Ele, então, vai nos endereços para buscar as asas e a auréola. Ficamos sabendo que no Céu tem ruas e avenidas. A "Fundição de auréolas" fica na "Avenida Glória Aleluia", perto da "Paz Eterna" e "Perdão Divino". Ao buscar a auréola, é revelado que os anjos fundem estrelas para fabricarem auréolas.


Ao conseguir as asas e a auréola, Anjinho começa a sua fase de adaptação ao Céu, como aprender a voar. No começo foi difícil, mas depois que conseguiu a paz celestial foi interrompida com sua alta velocidade de voo. Anjinho entrou também no Coro Celestial e aprendeu a tocar harpa, além de fazer mil travessuras no Céu, como usar as tábuas da lei para passar roupa.


Tudo estava indo bem, até que chegou a época do grande acontecimento: o nascimento de Jesus Cristo. Um grande alvoroço estava acontecendo, com presença de Moisés, Isaías, Abraão e vários profetas. Todos preparando presentes para o Menino Jesus.


Então, Anjinho se pergunta que presente ele dará para o filho de Deus. Primeiro ele pensa em compor um Hino de Adoração, mas já fizeram. Depois pensa em escrever uma oração que ficasse para sempre no coração dos homens. Porém, fizeram também. A única alternativa foi dar uma simples caixinha com uma rosa que ele trouxe da Terra quando era vivo. Ele ficou com vergonha com tantos presentes grandiosos e o dele tão simples e mixuruca.


Eis que surge Deus, que fala com ele que a rosa foi o melhor presente, porque, além de simples e vindo da Terra, foi dado com amor e humildade. E Deus ainda revela nessa hora que o Anjinho morreu ao cair de um precipício e essa mesma rosa estava com ele, abençoando-o.


Eles são interrompidos por um anjo avisando que estava chegando a hora do nascimento do Menino Jesus. Então, Deus usa a caixinha com a rosa para ela se transformar em luz e criar a Estrela de Belém para anunciar o nascimento de Jesus, terminando assim a história.


Sem dúvida, uma história linda, com traços excelentes e muito lembrada pelos fãs, mostrando o verdadeiro sentido do Natal de comemorar o nascimento de Jesus Cristo. Independente de festas e presentes, o que deve ser lembrado é o motivo da existência do Natal: Jesus Cristo.


E ainda pudemos acompanhar toda a origem do Anjinho, com a sua chegada e sua adaptação no Céu. Uma mistura de humor e realidade que ficou bem elaborada e criativa. Muito interessante saber que o Anjinho morreu ao cair num precipício, por exemplo.


O bom é que mantém a essência do Anjinho, já que quando foi criado em 1963, ele era um anjo que foi parar na Terra por fazer várias travessuras. E em história boa não pode faltar os absurdos, como o Anjinho mijar para fora da nuvem, atingindo o imperador Cesar, o Céu ter ruas e avenidas, Anjinho travesso, e por aí vai. Tudo para dar graça à história e esses absurdos e situações incorretas é que dão a magia dos quadrinhos.


No início da história, fala que ela foi baseada no conto de Charles Tazeel. Trata-se do conto infantil"The Littlest Angel" (ou "Anjinho Travesso"), coisa bem característica do Flávio de adaptar contos e filmes para as histórias. Aliás, essa foi uma das primeiras histórias do Flavio nos estúdios. Ficou ótima.


Essa história do Anjinho tem 28 páginas, ocupando, portanto, o gibizinho inteiro e coloquei completa na postagem. Era raro gibizinhos com história única, mas de vez em quando acontecia. O normal era a maioria dos gibizinhos ter 2 histórias. Se fosse publicada em gibi convencional, ela teria a metade de páginas.


Quando foi republicada no 'Almanaque do Gibizinho Nº 22 - 1ª série' (Ed. Globo, 1999), alteraram o início quando fala que aconteceu há 1991 anos, alterando pra 1999. Porém, na reedição no 'Almanaque do Gibizinho Nº 3 - 2ª série' (de 2003) permaneceram 1999 no lugar.


Para saber mais detalhes sobre o título "Gibizinho", pode ser conferido aqui e aqui.

UM FELIZ NATAL A TODOS!!!

33 comentários:

  1. ''Sem dúvida, uma história linda, com traços excelentes''. Era exatamente o q eu iria falar, a Dona Morte esta exatamente do jeito q eu gosto, com listras na cara, e o roteiro tambem esta excelente. Gosto dessas historias adaptadas d contos. Tem uma muito boa do Penadinho, nao lembro direito pq faz tempo q li, nela todos contam como morreram e o Penadinho nao lembra como morreu, so nao sei se ele lembra no final. Se tiver essa hq me avise. Feliz natal Marcos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já vi várias HQs com vários motivos da morte do Penadinho, mas a que eu mais me lembro é uma que justifica o fato de ele não ter pernas: Ele tinha pernas bem longas, mas morreu esmagado por aqueles negócios de esmagar carros de ferro-velho de desenho animado XP

      Excluir
    2. André, eu tbm acho esse traço da Dona Morte com listras verticais o melhor, dá um aspecto misterioso de qual é a sua verdadeira forma. Quando a deixam branca, dá pra perceber q é uma caveira. Dependendo do roteiro essas variações são boas, mas a versão de listras é a melhor, sem dúvida.

      Não to me recordando da hq do Penadinho q vc falou, se eu lembrar aviso.

      Excluir
    3. Ana, eu lembro dessa. Foi uma morte bem trágica e ao mesmo tempo engraçada. Muito boa, sim.

      Excluir
    4. Marcos, essa HQ do Penadinho é A Verdade sobre as Pernas Curtas, de CC # 167, de 1993. Quando der, você fale dela, tá? Abraços!

      Excluir
    5. Teve outra tbm, só q com todos reunidos contando como eles foram parar no cemitério, tbm dessa época. Quando der, falo dessa.

      Excluir
  2. Em compensação, na Coleção Histórica dizia que o Anjinho não é uma criança morta, ele sempre foi anjo :T
    Mariana, a irmãzinha do Chico, também foi esquecida. Até tiraram as HQs dela do site da Turminha. Na verdade tiraram todas as HQs boas de lá e só colocaram HQs da Panini. O site atual tá uma droga.
    MSP está escondendo as mortes de personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu odiei o novo site. Uma verdadeira BOSTA!

      Excluir
    2. "na Coleção Histórica dizia que o Anjinho não é uma criança morta, ele sempre foi anjo :T"

      Eles nunca seguiram uma cronologia na TM. Na CHTM, ele deve ter se guiado pelas tiras dos anos 60, mas depois mudaram isso e Anjinho era uma criança q morreu, como ficou comprovado nessa história.

      Realmente, a mariana foi esquecida. Quanto ás hqs do site, parece q eles estão colocando aos poucos as hqs q estavam lá. Mas mesmo antes de ser trocado, eles só estavam colocando hqs da Panini de 2007. Com tantas hqs boas pra colocar, colocavam só hqs de 2007. Ninguém merece.

      Excluir
  3. Muito boa Marcos...nunca tinha visto! ;)

    E Feliz Natal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma hq linda, sim. Até pensava q vc conhecia. Feliz Natal!

      Excluir
  4. Marcos, na TM #84 a Dona Morte aparece com o visual normal (ainda bem!!).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ficar de olho, pq as vezes pode não ser fixo isso. Pelas inúmeras reclamações q estão recebendo pode ser q não voltem a Dona Morte sensual. Tomara!

      Excluir
  5. Essa história é linda mesmo. Lembro até hj qdo fui na banca e comprei esse gibizinho, época muito especial.
    Feliz Natal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm adoro essa hq. Muito legal. E eu tbm lembro quando comprei esse gibizinho na banca.

      Um Feliz Natal !!!

      Excluir
  6. Eu tenho esse gibizinho. História muito boa essa. Feliz Natal á todos!

    ResponderExcluir
  7. Essa história é muito bonita, mesmo.

    Feliz Natal, Marcos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm adoro essa hq...

      Valeu! Feliz Natal!

      Excluir
  8. Feliz Natal! Tudo de bom pra você sua família, muito Deus na tua vida e que o universo conspire a teu favor para ainda mais amor, felicidade, paz, harmonia, saúde e $uce$$o.

    Depois eu volto pra comentar a postagem [sem tempo]

    Feliz Natal!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem problema Fabiano... um Feliz natal tbm, tudo de bom.

      Excluir
  9. Acho que eu fiquei sozinho nessa... Achei muito bonita a do Cascão que você postou mas já essa achei bobinha demais pra ser memorável. Eu não gosto dessas hqs de Natal com conotação religiosa. Prefiro aquelas com mensagens mais profundas e/ou as filosóficas, prinicipalmente quando enfoca a importância de estar com a família (seja em qual conceito for) e da solidadariedade com os semelhantes, independente de qualquer mito crença. Isso eu considero o verdadeiro siginificado do que chamamos de Natal. Mas enfim...

    Que tenha um feliz Natal com paz, saúde e harmonia na confraternização junto a seus entes queridos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabio, eu prefiro as hqs de Natal com mensagem bonita ou com humor do q religiosas. Dentre as religiosas essa é uma q eu gosto. Até q achei essa do Anjinho bonita. De qualquer forma ela é sempre lembrada pelo fãs.

      Valeu!!! Um ótimo Natal pra vc e sua família tbm.

      Excluir
  10. Amo esse história, ela é realmete memorável... lembro que esse gibizinho veio de brinde com uma gelatina, hehehe XD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito legal mesmo... agora, nao lembro de ter vindo de brinde, pelo menos por aqui. Eu comprei na banca mesmo, junto com os outros "Nº 5"

      Excluir
  11. Encontrei aqui alguns desses gibizinhos, mas não lembro se achei esse (mas lembro que tinha). Gostei muito de revê-lo aqui, ótima postagem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nanda, esse título "Gibizinho" eram ótimos, principalmente esses formatinho tipo canoa. Seria legal se vc encontrasse esse do Anjinho.

      Excluir
  12. Marcos, 1 ano já se passou, e essa foi uma HQ bem linda que tem tudo a ver com o Natal. Eu realmente adorei ela, muito lindinha, mas tem suas partes engraçadas, como o Anjinho mijando.

    Ó, as páginas da postagem estão assim, meio branquelas, porque você as pegou baixando esse gibizinho da Internet. Tô certo ou errado?

    E quem me dera eu procurar esse gibizinho, só porque eu me interessei pela história, mas acho que esses gibizinhos de 1991 à 1998 aparecem raramente em sebos. Eu lembro que lá no sebo pertinho, vendiam mais almanaques do gibizinhos do que os primeiros gibizinhos. Então, fique aí torcendo para que eu encontre os gibizinhos dos anos 90, não os almanaques. E quando der, você fale de mais HQs dos gibizinhos.

    Um Feliz Natal pra você e abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As imagens eu peguei na internet, sim, mas nessa aí não tem muita diferença da original, afinal o papel de miolo dos gibizinhos fininhos eram em couché, e aí tinham as cores mais vivas.

      Boa sorte na procura, a coisa boa q tem sebo pertinho da sua casa. Vou mostrar outras hqs dos gibizinhos.

      Feliz Natal pra vc tbm. Abraços

      Excluir
  13. Tô atrás de algum gibi do Anjinho. Vc pode me ajudar? Tenho um filho especial, e há 2 anos procuro pelo gibi do anjinho. Já entrei em ctt com as editoras anteriores. Mas até agora nada.... se puder me ajudar ficarei muito agradecida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi o Anjinho com título próprio teve 3 gibizinhos na Editora Globo e um Turma da Mônica Extra na Editora Panini. Talvez vc consiga nos sites do Mercado Livre ou Estante Virtual.

      Aqui os links mostrando as capas de cada um pra facilitar a sua procura. Tomara que consiga encontrar:

      Gibizinho do Anjinho nº 1 (1991) :
      http://3.bp.blogspot.com/-jQAabsyU8BE/VQ1TdRFIG6I/AAAAAAAACJI/qJs8Ys2-SC4/s1600/599073_899%5B1%5D.jpg

      Gibizinho do Anjinho nº 5 (1991) :
      http://mlb-s2-p.mlstatic.com/gibizinho-do-anjinho-n-5-ed-globo-13767-MLB229017263_4359-F.jpg

      Gibizinho do Anjinho nº 11 (1992):
      https://sebodomessias.com.br/imagens/produtos/59/599069_900.jpg

      Turma da Mônica Extra nº 10 - Anjinho:
      http://mlb-s1-p.mlstatic.com/gibi-turma-da-mnica-extra-n-10-anjinho-14105-MLB3937268626_032013-O.jpg

      Excluir
    2. O TM Extra 10 do anjinho dá pra ler no issuu no perfil do Anselmo Rabachini De Medeiros.

      Excluir