segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Almanaque Temático nº 28 e outros almanaques


Nessa postagem falo sobre o último 'Almanaque Temático # 28 - Cascão Brinquedos e Brincadeiras', que está nas bancas, e aproveito para falar também dos almanaques de Novembro de 2013, que também não comprei nenhum. Fiz com a intenção para mostrar as alterações toscas que fizeram. De quebra, fica sendo dica de compra para quem gostar. 

Sobre o Almanaque Temático, mesmo sendo um tema repetido na própria Panini (para variar), já que o mesmo saiu com o Cebolinha na edição # 15, está bom. Tem histórias sobre o tema variando de 1987 a 1994, sendo que 1993 e 1994 são pouquíssimas, prevalecendo mesmo anteriores a isso. Algumas tem um caráter meio educativo, semelhantes com os tipos de histórias atuais do Cascão, mas como todas são antigas, já vale, mesmo que seja para admirar a arte. 

Quase todas são histórias de miolo originais, apenas as histórias "O Brinquedo do século" (Cascão # 86, de 1990), "O dia em que o Cascão tomou banho!!" (Cascão # 75, de 1989) e "Influências opostas" (Cascão # 111, de 1991) são de abertura originais. Esas 2 últimas até fogem um pouco do tema Brincadeiras e envolvem mais banho e sujeira, mas como aparecem eles brincando, não fogem totalmente do tema. 

Inclusive, essa história "O dia em que o Cascão tomou banho!!" é ótima, em que o Cascão vê no título que ele vai tomar banho e começa a ficar preocupado com tanta segurança no título, e aí começa a conversar sozinho com os leitores, mandando procurarem ler outro gibi ou fazer outra coisa para não terminar de acompanhar a história e vê-lo tomar banho. É sensacional e traços maravilhosos. No gibi, tem também histórias com Bidu e a Turma do Penadinho (poucas) para não dizer que são todas do Cascão.

Trecho da HQ "O dia em que o cascão tomou banho!!", tirada de 'Cascão # 75' (1989)

Eu não comprei esse almanaque porque eu tenho todas as histórias nas revistas originais e nem costumo fazer postagens sobre gibis que eu não compro. Por isso, não criei postagem sobre o Almanaque Temático # 27 - Magali Fábulas, que estava muito bom com uma história no miolo "O gato de botas" (Magali # 142, a única de 1994), e as demais tudo histórias dela de 1989 a 1992, incluindo a "Branca de Fome" (Magali # 57, de 1991), e que não comprei na ocasião só porque tenho todas. 

Com isso, assim como já fiz no 'Almanaque da Mônica # 38', tive que fazer uma postagem sobre esse 'Temático' do Cascão para alertar sobre 3 alterações ridículas que fizeram que eu notei quando eu estava folheando nas bancas e não podia deixar de comentar. 

A primeira alteração foi na história "Uma superajuda" (original de Cascão # 5, de 1987), que abre esse gibi. Na trama, cascão e o menino brigam porque Cascão roubou no jogo de bafo , colocando chiclete na mão, e toda vez que o menino vai bater nele, a Mônica aparece para ajudar o Cascão. 

Na história original de 1987, Cascão fala "roubando", e agora mudaram a fala para "blefando". Nada a ver com o sentido da história, provavelmente alteraram porque a palavra "roubar" deve estar proibida na MSP atualmente, assim como "azar", ou querem dizer que criança não rouba nem em jogo de bafo. Ninguém merece. Eis a imagem original e a alterada no 'Temático':

Trecho da HQ "Uma superajuda", tirada de 'Cascão #5 (1987)

Trecho alterado da HQ "Uma superajuda", tirada do Alm. Temático # 28

Aliás, traços excelentes dessa história, por sinal. Adorava os traços assim, ficavam mais engraçadas as histórias assim. E, curiosamente, colocaram-na como história de abertura, mas na original era história de miolo, e a"Brinquedo do século", que era de abertura colocaram logo a seguir. Ou seja, ficou mal-ordenado, já que raramente colocam história de miolo na abertura, a não ser que todas as histórias sejam assim, o que não é o caso.

Outra alteração foi na história "Os desbravadores" (Cascão # 95, de 1990), em que o cascão e cebolinha imaginam que estão brincando de caçadores. Na hora que o Cebolinha está segurando um facão, eles redesenharam com um pedaço de pau de madeira. Afinal, criança não pode mexer com facas. 

Trecho da HQ "Os desbravadores", tirada de 'Cascão # 95 (1990)

Trecho alterado da HQ "Os desbravadores", tirada do Alm. Temático # 28

E outra história que alteraram ainda foi na "Influências Opostas" (Cascão # 111,de 1991). Na original, o bolinho caiu no chão e o Cascão o pegava do chão para comer. Nessa eedição, desenharam uma lixeira, para dizer que ele vai colocar o bolinho que caiu dentro da lata de lixo. Ridículo. 

Nada a ver com o sentido da história, em que o menino Renato, muito asseado e com mania de não se sujar em hipótese nenhuma e deseja estar sempre limpo, se muda para o bairro do Limoeiro e se opõe ao Cascão que não tem nada de higiene. No momento em que o Cascão coloca o bolinho no lixo em vez de comer na original, Cascão está tendo atitude de higiene que não se enquadra na história. Fora que ainda ficou mal feito e mal desenhado assim.

Trecho da HQ "Influências Opostas", tirada de 'Cascão # 111' (1991)
Trecho alteradoda HQ "Influências Opostas", tirada do Alm. Temático # 28

Fico com pena é de mudarem o trabalho dos roteiristas que escrevem essas histórias alteradas só para atender o politicamente correto. Estraga o trabalho do artista, já que não era a intenção do Cascão falar "blefando", um pau de madeira no lugar do facão e colocar bolinho na lata de lixo. Lamentável. Se os fatos são incorretos, era só não republicar. E podem ter outras alterações, percebi esses.

Apesar dessas alterações toscas, ainda vale a pena comprar esse Almanaque Temático. As histórias são antigas e divertidas. Como eu não comprei, as imagens tiradas desse "Almanaque Temático" foram cedidas pelo Washington Brito. Já as imagens das revistas originais foram tiradas da minha coleção pessoal. 

Aproveitando a postagem, comento brevemente sobre os almanaques de "Nº 42" de Novembro de 2013, lembrando que não comprei nenhum, então essas capas peguei com o Heri. Eu acho bom os almanaques porque ultimamente vêm com histórias bem antigas, do início da Editora Globo e para quem não tem as originais fica uma boa alternativa de ler histórias legais. Ainda não republicaram histórias da própria Panini e por isso são melhores do que as mensais atuais. Podem muito bem comprar só os almanaques.

Capas dos Almanaques # 42 de Novembro/2013

No último almanaque da Mônica tem histórias entre 1989 e 1995. Tem 3 histórias de abertura originais: a "Sem torneirinha" (Mônica # 61, de 1992), "Algo verde, mole e pegajoso" (Mônica # 55, de 1991) e "Não se mexa" (Mônica # 35, de 1989). 

E tem uma história marcante da Pipa, "O Regime alfabético" (Mônica # 53, de 1991), em que cada dia ela come tudo que começa com uma letra do alfabeto. História muito legal, e serve como um aviso para quem gosta de fazer dietas milagrosas. Fora os traços maravilhosos, da melhor época da turma da Tina.

O almanaque do Cascão # 42, a de abertura é "As consciências do Cascão" (Cascão # 380, de 2001). Tem uma do Piteco mais nova também, já as demais do almanaque são tudo de 1988, 1989 e 1990. Porém, para variar, alteraram um quadrinho da história do Papa-Capim na página 54. Na original, os jacarés queriam atacá-los e agora redesenharam com os traços atuais a cena com boca fechada, e os personagens alegres, tudo com relação harmônica e feliz. Essas mudanças estão uma paranoia. Cada preocupação boba.  

Já o almanaque do Cebolinha história de abertura é "A iniciação" (Cebolinha # 137, de 1998), do roteirista Emerson Abreu, dos primeiros anos que ele escrevia. Eu preferia mil vezes histórias do Emerson naquela época. Os traços eram bons e caretas só a língua de fora bem d eleve,  na medida certa. E as outras histórias de miolo desse almanaque são tudo dos anos 90 também, a partir de 1996.

Então, fica a sugestão desses 4 almanaques, que, sem dúvida, estão melhores que as mensais.  Seria melhor se não tivessem alterações em nada, mas esse é o preço de re-republicarem histórias antigas atualmente.  Deu para notar que estão com paranoia de mudar tudo. Infelizmente tem que atender o politicamente correto.

41 comentários:

  1. Quantas mudanças mais tolas...bem, gostei desta postagem por está aqui registrando no arquivo dos almanaque que vem saindo ou esta nas bancas e é curioso saber as quais edições sairão os originais e até o ano! Valeu, Marcos! :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas mudanças estão enchendo o saco, se preocupam com tudo. Q bom q gostou da postagem.

      Excluir
  2. Os mensaleiros já podem fazer isso em seus recursos: "Não roubamos; blefamos". Quanta falta de bom senso, quanta bobagem.
    Comprei essa HQ, mas ainda não li.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muita bobagem mesmo, Kleiton. Seria melhor não republicar. Podiam colocar uma lista de hqs impublicáveis e deixar no esquecimento e so republicarem na Coleção Histórica. Melhor do q estragar com essas mudanças toscas.

      Abraços

      Excluir
  3. Só não comprei esse Almanaque Temático porque os 3 exemplares que vi na revistaria estavam muito amassados! Essas alterações estão ficando cada vez mais preocupantes. Com certeza, isso é coisa do Maurício pois ele é quem manda não é? Um dia ouvi que ele é quem escolhe quais HQs serão publicadas. Acho que aquelas que ele quer mas só têm algumas cenas que ele considera politicamente incorretas ele manda fazer a mudança. Mas pelo que vi, já virou mania! Quando minha assinatura acabar, nem com os almanaques eu vou ficar!

    ResponderExcluir
  4. Ah, e quanto as capas dos almanaques, pode ficar a vontade no que precisar! Um abraço amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Essas alterações estão ficando cada vez mais preocupantes."

      Estão é com paranoia de mudar tudo q vê pela frente. Todo almanaque tem alguma. Uma alteração pior q a outra. Ridículo.

      Acho q tem uma equipe q escolhem as hqs, mas quem dá a palavra final é o Maurício se pode ou não e quais as mudanças tem q ser feitas para serem republicadas.

      Sobre a sua imagem, achei ótima e tive q pegar. Eu ia fazer uma montagem, mas a sua tava perfeita. Obrigado.

      Abraços

      Excluir
  5. Eu também preferia as histórias antigas do Emerson (ainda bem que as histórias dele são boas, mas exageram nas caretas, 4 quadrinhos por página, e sempre histórias grandes demais). Você sabe me informar se a história "Dia de Faxina" (a mãe do Cascão aparece para limpar o clubinho e Cebolinha e Xaveco a ajudam) é dele também?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcelo, até q as hqs do Emerson não são ruins, são as q mais salvam atualmente. mas as de 1997/ 98 eram melhores. Não tinha tanta enrolação, e nem exagero nas caretas, 4 quadrinhos por página, e sempre histórias grandes demais, como vc falou. Isso q estraga.

      Nesse almanaque do Cebolinha é uma prova disso. Quanto a hq "Dia de faxina" não li, mas se tem Xaveco no meio e muito movimento, deve ser dele.

      Abraços

      Excluir
    2. Não sei, mas deve ser da mesma época dessa da "Iniciação" e dos "Monstros da Noite".

      Excluir
    3. Eu pesquisei aqui no site de capas do Paulo Back e vi q é de 'Cascão # 341', de 2000. pelo menos ele já estava no estúdio. nessa época parece q já tava começando a mudar o estilo para o q é hj. Nunca li essa hq mesmo.

      Excluir
    4. "Dia de Faxina" é ótima! Lembrei-me da cena hilária do Cascão colocando sabão em pó no leite, em vez de achocolatado (e tomando)! Estou sempre seguindo as postagens para viver alguns "flashbacks" como esse de vez em quando. Abraços!

      Excluir
    5. Parece ser legal essa hq, pelo menos tem cenas incorretas. Nunca li. Abraços

      Excluir
  6. Eu percebi um aumento absurdo do preço dos gibis "normais". Em 2008 custavam $2,90. Em 2010/2011 custavam $3,20. Atualmente custa $4,90. A última edição da Panini que comprei foi Mônica 79 (que eu não indico, aliás)
    Nas outras editoras o preço também aumentava assim? Porque até onde eu me lembro da fase Globo, os gibis eram $2,90 e eu não lembro de ter aumentado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade, apenas Mônica custa R$4,90. Cebolinha, Cascão, Magali e afins custam R$3,50. Quando foram para a Panini, os preços continuavam os mesmos da Globo, que era Mônica a R$3,90 e os outros a R$2,90. Eles aumentam o preço de 3 em 3 anos. Mas também não gosto dos aumentos, acho q ninguém gosta, apena$ o Maurício de $ou$a...

      Excluir
    2. Mônica custando R$4,90 acho um absurdo, caro demais. As revistas de formato canoa, até aceito R$ 3,50, acho preço normal, mas Mônica e os almanaques não dá.

      É diferença de R$ 1,40 comparando os formatos, e como o Maurício falou aí, a diferença entre os formatos no inicio da Panini era R$ 1,00... Acho q Mônica e almanaques deviam custar R$ 4,00, no máximo.

      Excluir
  7. Respostas
    1. Os normais, de 84 páginas, custam R$4,90. Almanaque Temático custa R$6,50. Mônica Especial de Natal custa R$7,20.

      Os dois citados acima têm 164 páginas, porém não entendo o porquê do especial de Natal ser mais caro que o temático. Se bem q, no ano passado, a capa dava impressão de ser metalizada, se o Kleiton Gonçalves me ajudar nessa...

      Almanaques de núcleos (Tina, Penadianho, Turma da Mata e Papa-Capim) possuem 76 páginas e custam R$3,80. As Melhores Histórias do Pelezinho tem 68 páginas e custa R$3,90. Turma da Mônica Extra tem 68 páginas e custa R$3,20. Grande Almanaque e Grande Almanaque de férias Turma da Mônica têm 80 páginas de passatempos e 80 de histórias e custam R$9,00. Fora as versões em inglês e espanhol da Turma clássica e jovem,.

      Se estiver faltando algum, avisem.

      Excluir
    2. Mônica Especial de Natal custava R$6,50 até ano passado e nesse ano reajustaram para R$ 7,20.

      Até o ano passado as capas eram metalizadas, acredito q nesse ano tbm seja, não chegou ainda, mas deve ser, sim.

      Faltaram: Almanaque Bidu & Mingau, Louco, Astronauta, Piteco & Horácio custando R$ 3,80, almanaques 1, 2, 3 páginas ou de historinhas sem palavras custando R$ 4,50 cada, Coleção Histórica turma da Mônica R$19,90 e Pelezinho Coleção Histórica R$ 7,50

      Muitos lançamentos... muitos desnecessários.

      Excluir
    3. Na verdade, Mônica Especial de Natal, ano passado, já custava absurdos R$6,90. Tá muito caro

      Excluir
  8. Branca de Fome, aliás, virou desenho animado.

    Poxa, Marcos, gostei q vc fez uma resenha dos almanaques, serve para orientarmos melhor as compras. Brigadão.

    Vc tem interesse em comprar o pacote especial "Mônica 50 Anos", q vem um livrinho com as capas da Mônica e uma revista? Eu pretendo, pois não comprei Mônica #82.

    Fora q é uma boa economia: são 4 volumes do livreto de capas, mais a revista da Mônica. No total, dá R$ 12,90. Subtraindo R$4,90 da revista, pagamos R$8,00 pelo livro. E é vantajoso, pq os dois volumes do livro "Todas as Capas da Mônica" custam R$24,90 cada.

    Multiplicando só o q seria o valor do livro por 4, q é o número de volumes, dá R$32,00, o q é melhor q os R$50,00 dos dois livros normais. Não sei se o tamanho é o mesmo do livro normal, depois verei.

    Abs. E espero sua resenha sobre Mônica Especial de Natal (sobre a capa também, se dá uma nostalgia, se é legal, bem feita...)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre o pacote especial, não pretendo comprar. Sai mais barato, de fato, do q comprar nas livrarias,mas prefiro comprar o original na internet com desconto também.

      Ninguém merece ter outra "Mônica # 82" com a Claudia leitte e outras mensais chatas da Mônica q estão por vir. isso foi estratégia da editora para vender essa revista q deve ter encalhado rsrs

      E esses livros da capa da Mônica pretendo comprar com desconto na internet apenas o volume 1, q estão as verdeiras melhores capas de 1970 e 1991. E esse livro q vem no pacote falaram q não vem os textos de editorial, vem apenas as capas.

      Sobre o Especial de Natal quando chegar vejo o q posso fazer. A capa achei legal e bem feita.

      Excluir
  9. Adorei a postagem. Tenho o almanaque temático e acho que vou comprar o da Mônica. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Almanaque da Mônica tá melhor disparado e depois o do Cascão. Do Cebolinha tá neutro. Bjs

      Excluir
  10. Marcos... para nós fãs de carteirinha da Turma, que todos os meses estamos dispostos a esperar por coisas boas e melhores. Ficamos sim, decepcionados com mudanças que são tão toscas e desnecessárias ao nossos olhos. Mas as crianças de hoje em dia, elas não vão procurar por esses detalhes. É dificil eu ver hoje por exemplo um garotinho ou uma menina pobre em banca de Revistas querendo comprar turma da mônica, eu vejo sempre crianças de situações melhores e os pais que compram. Com certeza esses pais ficariam "aterrorizados" com o Cebolinha de facão na mão ou pichando um muro. Infelizmente ñ gostamos mas é assim que tem que ser. Acho que eles só querem evitar dor de cabeça. Hoje é tudo muito criticado, principalmente conteúdo para crianças.
    Mudando de assunto. Minhas revistinhas chegaram somente Hoje , sou assinante e acho um absurdo isso. Dia 19 do mês eu estar recebendo as Edições de Novembro. Sem contar que faltou várias Edições. Vou ligar e reclamar.
    Quanto as Edições do mês, fico mesmo com os Almanaques, principalmente o da Mônica, achei a historinha do inicio super engraçada.
    Parabéns mais uma vez pela postagem Marcos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael, realmente muitas mudanças não são por causa do estúdio, e sim por causa dos pais q reclamam. Os pais infelizmente implicam com tudo.

      Só q no caso dos almanaques, só acho q não deviam mudar. Se ahq antiga é errada para os padrões corretos, simplesmente não republiquem. Deixa só para coleção Histórica e pronto. Agora alterar tudo acho errado.

      Po na hq com o cebolinha sem o facão, achei horrível. Ainda mais q não mudaram o texto, a criança pode perguntar aí cadê o fação, ela tá vendo um pau de madeira no lugar.

      Por isso nunca gostei de fazer assinatura, muita falta de consideração... reclama mesmo. No Almanaque da Mônica a hq de abertura é legal, mas a minha preferida é "Algo verde, mole e pegajoso".

      Valeu pelo elogio. q bom q gostou da postagem.

      Excluir
  11. Marcos, vc conhece algum personagem mirim do núcleo do Papa-Capim chamado Kava?

    ResponderExcluir
  12. Excelente postagem, e aliás, concordo sobre as mudanças. DESNECESSÁRIAS. Das 3 postadas é difícil escolher a mais tosca, mas acho que fico com a do lixo. O quadrinho ficou sem sentido. E a do facão, os tontos nem mudaram o texto. Tenso demais.

    Mas enfim, estou querendo comprar o almanaque do Cebola, mas acho que já tenho um almanaque mais antigo que tem essa história da iniciação. Por acaso essa história é uma que tem um título alternativo "O menino que não apanhava da Mônica" e nela Cebolinha, Cascão e Xaveco fazem uma falsa iniciação com um menino loirinho de olhos azuis (acho que Ricardinho), pra no fim ele apanhar da Mônica?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é essa hq mesma, incluindo o título alternativo. Muito legal.

      É impressionante como essas mudanças estragam as histórias. Tbm acho q a do lixo foi a pior das 3.

      Excluir
  13. Ah, Marcos, e gostaria q vc avaliasse o Saiba Mais do Mônica 50 anos, cpm sua poinião da história, se é boa, pq não teve uma comemoração explícita nos quadrinhos de q ela tá fazendo 50 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não compro Saiba Mais, porém dessa vez vou ter q comprar. A história deve ser como as outras da coleção. Quando chegar e ler, vejo se falo alguma coisa.

      Excluir
  14. Realmente, Marcos, esses almanaques realmente prometem, menos o do Cascão. E eu não refiro ao Almanaque Temático, estou falando do almanaque dele. O Almanaque da Mônica deve ser bom mesmo. E essas histórias "Sem Torneirinha" "Algo Verde, Mole e Pegajoso" e "Não Se Mexa", todas elas eu ainda não li. Na HQ "Sem Torneirinha" (MN # 61, Ed. Globo, 1992), descobri um assunto um tanto polêmico que a Mônica tenta fazer na história: Xixi! Na verdade, acho que não seria republicado, pois acho que xixi seria mais uma do "politicamento incorreto", mas como nunca li a história e achei que pelos traços é muito boa, achei melhor republicarem mesmo. A HQ "Algo Verde, Mole e Pegajoso" (MN # 55, Ed. Globo, 1991), eu também ainda não li, mas vi que virou desenho animado por volta de 1996. Ela já foi republicada no Almanacão de Férias # 29 (Ed. Globo, 2000). E a HQ "Não se Mexa!" (MN # 35, Ed. Globo, 1989), também não li, mas sei que foi republicada no Almanaque da Mônica # 48 (Ed. Globo, 1995), que também republicou a HQ "Dinheiro Muito Fácil" (MN # 22, Ed. Globo, 1988), que acredito que é uma história curta de abertura da edição. E acho que a HQ Não se Mexa se refere na capa da edição original, que tinha a famosa Mônica Lisa (Mona Lisa). E no Almanaque do Cebolinha, a HQ "A Iniciação" (CB # 137, Ed. Globo, 1998) é super awesome! E detalhe, ela já foi republicada em Almanaque do Cebolinha # 84 (Ed. Globo, 2004). Enquanto o Almanaque do Cascão, não pretendo comprar, pois pelo título da HQ, imagino que seja uma história boa, mas com traços horríveis. E é isso. Essa foi minha opinião sobre os almanaques do mês. E qual foi a sua opinião? Você já conheceu as histórias citadas aqui? Tô te esperando, tá?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo Daniel. Sobre a hq sem torneirinha se for a que eu tô pensando, a Mônica não aceita que ela não tem uma torneirinha igual a dos meninos. Daí ela tenta de muitas maneiras conseguir uma. A parte politicamente incorreta é que o Cebolinha faz xixi no campinho.

      Excluir
    2. Daniel: "E a HQ "Não se Mexa!" (MN # 35, Ed. Globo, 1989), também não li, mas sei que foi republicada no Almanaque da Mônica # 48 (Ed. Globo, 1995), que também republicou a HQ "Dinheiro Muito Fácil" (MN # 22, Ed. Globo, 1988)"

      Se vc não leu, como vc sabe o almanaque q foi republicada? Realmente foi esse. Tem algum outro site q mostra nomes de histórias dos almanaques, fora o do Paulo Back? O site do Paulo Back só informa as hqs principais das revistas convencionais.

      O almanaque do Cascão só a hq de abertura q é de 2001 e a do Piteco nova tbm. já as outras são tudo de 1988 a 1990. Não tá ruim. Só q não comprei nenhum almanaque pq tenho as histórias nas revistas originais.

      Já a hq "Sem Torneirinha" é como o Museu Turma da Mônica falou;;; era o Cebolinha q fez xixi. A Mônica fez xixi em pé e se mijou toda e percebeu q não tem a "torneirinha" igual ao do Cebolinha e fica encucada e tenta conseguir uma. Folheia esse almanaque nas bancas pra ver se é realmente a q vc está pensando.

      Abraços

      Excluir
  15. o engraçado e que eles não fizeram questão de mudar ''facão'' para ''graveto''

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essas alterações são tudo mal feitas, sem pé nem cabeça. E essas é mais uma delas, é como se não soubesse distinguir faca de graveto. É cada coisa boba.

      Excluir
  16. Ótimo post, também acho que a turma perdeu um pouco a graça com a preocupação do politicamente correto em tudo.

    Marcos, Aproveito para perguntar (e com alguma sorte talvez você responda), na história "O dia em que o cascão tomou banho!!", tirada de 'Cascão # 75' (1989) que você usou no post, no último quadrinho tem um personagem que é um parece um robô de lata (toscamente falando). Você sabe qual o nome desse personagem?? Estou procurando e não acho nenhuma referência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse personagem apareceu na história "O arquiinimigo" de Cascão Nº 15 de 1987. Era pra ele ser um novo vilão para dar banho no Cascão, mas acabou sendo esquecido, então aparecendo só nessa hq, com aparições depois de 1 quadrinho nessa de Cascão Nº 75 de 1989 e em "Cascão Nº 200, de 1994.

      Pior q não lembro o nome dele. Se eu lembrar o nome ou quando der pra procurar essa hq, aviso aqui.

      Excluir
  17. Boa noite! Preciso da historinha do cebolinha da Iniciação do clubinho!!! COmo faço??? Socorroooo

    Preciso ver a careta dele quando ele fala AIEUA!!! hahaha

    ResponderExcluir