segunda-feira, 28 de outubro de 2013

As Melhores Histórias do Pelezinho nº 7


Nas bancas "As Melhores Histórias do Pelezinho" nº 7. Como sempre, um título recomendado e nessa postagem comento as principais histórias dessa edição.

Essa edição tem 14 histórias, incluindo a tirinha final, todas são do início dos anos 80. E nenhuma muda, o que é melhor ainda. Dessas histórias, 3 eu já tinha lido e conhecia. A história de abertura é "O elevador infernal", e é uma das que eu já conhecia. Nela, Pelezinho encontra um elevador no meio do campinho de futebol, resolve entrar nele e acaba parando no inferno. Lá, Pelezinho descobre que o elevador serve para os diabos levarem novas almas para o inferno mais rapidamente. História sensacional. Era comum diabo aparecerem nas histórias e se eles não republicassem essas histórias, iria faltar muito material.

Trecho da HQ "O Elevador Infernal"

Outra história de destaque é "Cadê minhas roupas?", em que Pelezinho encontra Frangão pelado em uma moita após ter sua roupa roubada ao tomar banho em um rio e Pelezinho vai procurar saber quem foi que roubou as roupas. Muito engraçada. Interessante o Frangão chamando o Pelezinho de "burro", coisa que não acontece mais atualmente. Aliás, a história em si não seria aprovada pelo Maurício pelo personagem pelado atrás de uma moita.

Trecho da HQ "Cadê minhas roupas?"

Já em "Os gordinhos", Cana Braba vê que está bem gordo ao se pesar em um balança, e como a Bonga está se aproximando, ele faz de tudo para que ela não veja seu verdadeiro peso e fique sacaneando. Não seria publicada atualmente porque bullying não pode. 

Em "Pega o sabonete!", a Bonga escreve o nome do seu amante em um sabonete, que acaba escorregando e vai parar na sala. Com isso, ela vai ter que impedir que o Pelezinho pegue o sabonete e descubra seu amante secreto. Essa história tem algo raro nos gibis de todos os tempos: há informação de créditos na história. 

Informam nome de roteirista, desenho, arte-final, letra, cor e supervisão. Se bem que no caso de cor, só quem tem a original para saber como era. Bem que podia as histórias ser assim sempre com informações de créditos principais, e perceba que nem fica poluindo o visual da história, colocaram bem pequeno no canto, sem prejudicar nada. Para mim, só informações de roteirista, desenho, arte-final já bastavam. Interessante que na época colocaram só o nome, e não incluíram o  sobrenome deles. Então, o roteirista Reinaldo em questão, se trata do Reinaldo Waisman. Só para constar, eu já conhecia essa história.

Trecho da HQ "Pega o sabonete!"

A história que fecha o gibi é "Coroa, eu?". Nela, o pai do Pelezinho, seu Dondinho, é chamado de coroa pelos meninos para jogar futebol com eles e, com isso, seu Dondinho quer provar a eles que ainda é bom de bola.

Trecho da HQ "Coroa, eu?"

Então, como sempre "As Melhores Histórias do Pelezinho" nº 7 está divertido e sem sombra do politicamente correto que predomina as revistas atuais. Vale a pena colecionar.

17 comentários:

  1. "e acaba parando no inferno"
    "Aliás, a história em si não seria aprovada pelo Maurício"
    "Não seria publicada atualmente porque bullying não pode."

    --- Ou seja, Marcos. Esse gibi, hj, seria quase impossível.
    Como te falei antes, não compro esse título pq estou apenas na Coleção Histórica. Mas a seleção é sempre boa. Comprei apenas dois números.

    Fique curioso com a história que possui crédito. Nem sei como não apagaram isso para a republicação. Hj, acho meio "deprimente" a forma como os artistas do MSP trabalham, sem receber os créditos nas histórias, mas, sim, apenas no expediente.

    Boas histórias sobre uma personalidade que, realmente, merece nossa admiração.

    Quanto à mudança do banner, eu gostava do anterior, mas, realmente, esse ficou bem melhor!

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Ou seja, Marcos. Esse gibi, hj, seria quase impossível."

      Com certeza, a maioria das hqs nunca mais seriam feitas daquele jeito. Só estão republicando pq se tirassem tudo q é incorreto, não daria pra republicar praticamente nada.

      Sobre os créditos, em todas as épocas só apareciam os nomes deles no expediente final. É de contar nos dedos as hqs q colocaram créditos. Por isso é de surpreender essa hq da Bonga ter isso. Se bobear, foi a única hq do pelezinho q teve isso durante toda a sua trajetória. Até pq as outras do gibi original q tem essa hq não tem nada disso, apenas nessa.

      Tbm acho lamentável o Maurício não deixar colocar créditos nas hqs. Ao menos, não apagaram as informações nessa republicação. Ponto pra eles. Q bom q gostou do banner novo. Abraços

      Excluir
  2. Eu gosto de hqs feitas completamente à mão, porque demonstra que as pessoas fizeram com vontade e com tempo.
    Na fase panini tá cheio de erros nos desenhos das hqs de computador, parece ter sido feito com pressa.
    Mas deve rolar uma certa pressão do chefinho, nunca saberemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Ana, quando eram feitos a mão, eles caprichavam mais, agora parece tudo carimbo, parece q já tem as imagens feitas e só copiam e colam. Uma pena. Tbm acho q a pressão deve tá maior atualmente.

      Excluir
    2. Chefinha, na verdade. A Alice, esposa do Mauricio e diretora do estúdio, é quem fica em cima.

      Excluir
    3. Legal saber André... o q confirma q a pressão é grande.

      Excluir
  3. Olá! Que bom que está comprando mais uma edição desse título. Na verdade, acho uma boa sacada a da MSP e ficar com esse + a Coleção Histórica do Pelezinho - isso sim é uma democracia na HQ.

    A gente sabe muito bem que essas HQs novas não serão mais desse jeito. Antigamente fazia-se historias para divertir, passar o tempo e arrancar gargalhadas. Estavam ali coisas que não se faziam sempre com uma pessoa de verdade. Por isso o encanto pelo mundo do faz de conta... podia-se colocar tudo oque não era correto no mundo real, e achávamos engraçado.

    Agora as HQs viraram um portal de educação ou algo meio que parecido a isso. Até acho importante, mas do jeito excessivo e bobo que vem acontecendo, é uma pena.

    Eu, como sempre, sigo comprando só a Coleção Histórica do Pelezinho.

    Obrigado por compartilhar! Bom divertimento!

    Tudo de bom, Marcos!


    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse título e mais as Coleções Históricas e alguns almanaques convencionais são as únicas formas de encontrar algo para se divertir atualmente. Infelizmente é a realidade a MSP só fazer hqs pra agradar os educadores. Nem esquento com isso. Caminho sem volta, fico só com as minhas antigas dos anos 80 e 90.

      Abraços.

      Excluir
  4. Adoro(pior que só está vindo essa por aqui)....essa HQs clássicas(já tenho a minha e li domingo a tarde)...não sabia que as HQs do Pelezinho eram tão boas(nesta edição a HQs com os Diabinhos foi a melhor e curiosa aquela com os cráditos eram pra ser assim sempre)...outros anos onde nada era absurdo e o exagerado era engraçado! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. verdade Xandro, essa edição tá muito boa. Tbm acho q os créditos tinham q vir sempre, desde 1970 até hj. E infelizmente nunca foi assim.

      Excluir
  5. Essa coleção é mais pra deixar a cara do Pelezinho um pouco mais à vista nas bancas não só com a Coleção Histórica, porque, acredito eu, todas essas histórias sairão mais tarde nela.

    Eu tinha só a nº 1 dessa e da Coleção Histórica e não ia comprar mais, porque prefiro ter as originais da Abril. Mas acabei ganhando a nº 4 quando a 5 já estava saindo.

    Resultado: resolvi correr atrás das outras e continuar comprando, porque sempre gostei das histórias e porque ia me dar no nervos ter um buraco entre a 1 e a 4. haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkk.... a intenção desse título é ter algum título periódico do Pelezinho nas bancas, não ficar restrito só a Coleção Histórica. Se a CH for completa, sairá todas histórias q saem nesse título.

      Eu compro esse título pq essas hqs q saem aí só vão sair na CH daqui uns 4 anos ou mais e não vou ficar esperando até lá para ler essas hqs. Por mim, não compraria nenhum dos 2 títulos e compraria as originais, mas como sai caro, me contento com essas reedições.

      Legal saber q vc tá colecionando, informa aí quais números q faltam, se eu encontrar te aviso. Abraços

      Excluir
    2. No momento, me faltam só a 2 e 3. Até achei uma delas outro dia, mas não tava em bom estado e ia destoar das outras, que tão novinhas.

      Se vc as vir em algum lugar, me avisa. Te agradeço.

      Excluir
    3. Pode deixar, se eu encontrar te aviso, sim.

      Excluir
  6. Marcos, comprei Pelezinho graças às suas dicas. Gostei. bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal Natália... essa edição tá muito divertida. Sabia q vc nao ia se arrepender. Bjs

      Excluir