terça-feira, 20 de agosto de 2013

As Melhores Histórias do Pelezinho nº 6


Já à venda nas bancas "As Melhores Histórias do Pelezinho" nº 6. Com essa onda de politicamente correto predominando atualmente, esse gibi está longe disso e está repleto de situações incorretas e absurdos.

Essa edição tem 16 histórias, incluindo a tirinha final. Continua sendo todas dos anos 80, tiradas dos últimos números de Pelezinho da Editora Abril. Todas as histórias bem curtas, prevalecendo de 3 a 4 páginas, bem objetivas e sem encheção de linguiça. Nada de paranoia dos bons costumes, só tem diversão.

O gibi abre com a história "A lua caiu?!", em que o Pelezinho joga forte a bola para o alto enquanto estava jogando futebol com o Cana Braba e o Frangão à noite  e cai algo na cabeça do Frangão, que pensa que foi a Lua que caiu em cima dele. Só o fato de eles estarem na rua jogando bola altas horas da noite já não seria publicada atualmente. Nos gibis atuais, as tramas raramente se passam durante a noite, já que criança não tem que estar sozinha na rua à noite porque é perigoso.

Em "Emburacado", Pelezinho cai num buraco ao tentar pegar uma bola que caiu lá dentro e seus amigos fazem de tudo para tirá-lo de lá, com muitas atrapalhadas. Hoje, personagens não caem em buracos e nessa história tem presença de um capeta que é a piada do final da história, que também é impublicável atualmente.

Agora algo terrível para os padrões atuais é na história "Na panela". Na trama, uma mulher tenta bater no marido com panela e é o Pelezinho que leva a panelada e passa sufoco para tirá-la da cabeça. É muito engraçada e tem os absurdos ao longo da história. Só que é inadmissível isso nos gibis de hoje. Não usam mais esses métodos violentos em suas histórias.

Trecho da HQ "Na Panela"

Outra história de destaque e também impublicável é "A vontade". Nela, o Cana Braba passa sufoco para poder ir ao banheiro. Mostra o Cana cagando na privada, além de levar bolsada e ser chutado. Muito boa. Outras situações incorretas aparecem como Pelezinho contracenando com bandido que esconde em uma moita dinheiro roubado em "A moita", Pelezinho ensinando o Rex a ser um cão de guarda em "O cão de guarda" e Pelezinho vendendo amendoim na rua na história "Vai amendoim?". Afinal, trabalho infantil não pode.

Legal ver uma vitrola na história "A serenata", em que o Pelezinho e o Teófilo disputam uma serenata para a Bonga, e ver muitos absurdos ao longo de todo o gibi. A história que encerra o gibi "" eu já conhecia. O Jão Balão coloca um gravador à noite debaixo do travesseiro do Pelezinho enquanto ele dormia e, com isso, a frase "É com o Jão Balão" fica no subconsciente do Pelezinho para o Jão tirar proveito.

O melhor que nessa edição mantiveram o material original como um todo e não tem modificações toscas em relação aos gibis originais, pelo menos aparentemente. Com exceção da história "Vai amendoim?" em que colocaram "dois reais" em vez de cruzeiros. Nada de muito sério e que comprometa o sentido da história. Até compreensível, embora eu preferisse que mantivesse o texto original.

Texto alterado da HQ "Vai amendoim?"

Pelo menos no gibi que eu comprei, dessa vez tiveram alguns erros na impressão nas cores. Em algumas páginas as cores ficaram fora de lugar, com pontos brancos aparecendo. Algo raro acontecer isso na era Panini com tudo digital. Não sei se aconteceu isso em todos os gibis ou se foi só no meu, porém gostei disso: fica parecendo com os gibis da Editora Abril e Globo que tinham vários erros de colorização. Abaixo, uma página da história "De Arquibancada" com as cores fora de lugar. Bem que podia acontecer essas falhas na impressão mais vezes.

Trecho da HQ "De Arquibancada"

Então, fica a dica de comprar esse "As Melhores Histórias do Pelezinho" nº 6. Um gibi ótimo, com muitas situações incorretas que a gente sente falta em ver nos gibis novos. Vale a pena. É diversão garantida.

14 comentários:

  1. MUITO SHOW AS HQs desta edição...cada absurdo!!!

    E mesmo assim as HQs são bastante divertidas...já li e assino abaixo..vale a pena! Criatividade mil!

    Kkk...até, Xandro. > http://blogdoxandro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Xandro, é outra época q eles tinham mais liberdade de criação. Tá ótima essa edição sim.

      Excluir
    2. Nunca li nenhum gibi do Pelezinho, qualquer hora lerei para conhecer. bjs

      Excluir
    3. Natália, aproveita e compra essa edição q ainda tá nas bancas. Não vai se arrepender. bjs

      Excluir
  2. Acho que a mudança de moeda serve para atender a uma demanda específica: nos leitores. Ao menos, não muda em nada mesmo a história. Eu quase compro esses gibis. Mas como venho preferindo a Coleção História, ponho de lado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kleiton, eu compro, já q eles estão republicando hqs dos ultimos números, a Coleção Histórica vai demorar um tempão pra chegar nessas hqs.

      E como agora a CH tbm tá mudando os textos das hqs, aí tanto faz comprar um ou outro. Na dúvida, fico com os 2.

      Excluir
  3. Essa, tá nas minhas revistas que estão separadas pra ler. Recebi faz alguns dias, e agora com seus comentários, fiquei com muita vontade de começar logo a ler. Valeu pela dica amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre são ótimas as hqs do pelezinho, aliás a maioria dessa época. Boa leitura. Abraços

      Excluir
  4. Oi, Marcos,

    Também venho preferindo só a Coleção Histórica do Pelezinho, mas reconheço que é uma boa sacada da MSP essa revista.

    Quanto às cores com defeito, não gostei disso, não. Não é algo que eu abomine a editora, mas eu tenho muito orgulho de encontrar, ate agora, o padrão impecável de cores nas revistas da Panini. Nem antigamente eu gostava dessas má-impressões, imagine hoje em dia então. É claro que é só coisa minha. Estou apenas compartilhando meu pensamento.

    Que bom que a revista está boa.

    Abraços.

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiano, as opiniões são diferentes mesmo, não tem problema. Eu gosto e bom saber até a panini q tem todo cuidado e trabalho impecável pode ter esses erros de colorização.

      Quanto a essa revista, compro pq vai demorar muitos anos pra eu ler essas hqs na Coleção Histórica e não to me arrependendo. Boa sacada sim da MSP. Tá muito boa essa edição.

      Abraços

      Excluir
  5. Sobre essa falha de impressão, eu tinha um temático da panini que era todinho assim. Cores trocadas, ou faltando, as pálpebras dos personagens sem colorização, a cor da pele hora amarela, hora vermelha, ora esverdeada, cabelo que muda de cor... sem contar que tinha uma porção de hqs da abril e do início da globo. Depois percebi que só o meu havia sido assim, os outros eram as cores perfeitas de sempre da editora. Acho que fui presenteado com esse almanaque. Era o Cebolinha - Brincadeiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriel, coincidentemente tenho esse Almanaque Temático e tá tudo normal no meu. Nem sei se foi só o meu Pelezinho q foi assim, já q ainda não folheei e novo nas bancas, até pq tenho encontrado poucas bancas vendendo e esqueço de ver. De qualquer forma, gostei muito.

      É raro acontecer esses erros na Panini, mas claro q pode acontecer. Mas claro q na Editora Abril e os primeiros da Globo eram bem mais comuns.

      Excluir
  6. Nossa, Marcos! Gostei dessa edição! Não sou lá muito fã do Pelezinho, mas eu queria tanto esse gibi na minha coleção, só por causa dessa onda de politicamente incorreto que tem nessa edição e que eu gosto muito. E concordamos: Essas histórias com cenas incorretas são bem melhores do que essas histórias atuais, certo?

    Inclusive, se tiver essa edição no sebo aqui perto de casa, eu vou querer comprar na hora!

    Por isso, me deseje boa sorte pra procurar essa edição, caso ela tiver no sebo. Abraços!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certo. As incorretas são bem melhores do que essas histórias atuais. Qualquer uma do Pelezinho q vc comprar vai ter cenas incorretas. Boa sorte na procura desse gibi e outros dele.

      Excluir